Pesquise as matérias do JT:

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Paragominas: “Dedeco” caiu na “arapuca” no momento da venda do óxi



WELLINGTON HUGLES
De Paragominas
Foto: Wellington Hugles

Na tarde da última sexta-feira (18), a equipe de investigadores da Polícia Civil de Paragominas Rildo, Augusto e Pereira, comandada pelo delegado Jivago Ferreira, realizaram a prisão de um suspeito de tráfico de entorpecentes Wedson Oliveira do Nascimento, no momento da entrega de pedras de óxi no bairro Angelim, em Paragominas, sudeste do Pará.

O nacional Wedson Oliveira do Nascimento, conhecido como “Dedeco”, “useiro e vezeiro” na prática do comércio e distribuição ilegal de entorpecentes em todos os bairros da cidade, onde possuía uma cadeia de revendedores, seu esquema muito bem estruturado, comparava-se ao das “pirâmides de enriquecimento”, mas infelizmente não contava “Dedeco”, com a astúcia e a competência do delegado Jivago Ferreira, que juntamente com sua equipe de investigadores, estragaram o sonho de riqueza através da desgraça dos jovens e adolescentes de Paragominas, restando para “Dedeco” apenas o ficar meditando seus atos no xadrez da Seccional.

Há tempos, “Dedeco” já estava na mira da polícia, que de olhos abertos monitoravam todos os seus movimentos, foi questão de tempo, para que “Dedeco” caísse com a “boca na botija”, sendo preso e encaminhado a Seccional de Paragominas, na tarde do último dia 18, sendo autuado pelo delegado Jivago, através dos escrivães Pantoja e Ivar.

Wedson Oliveira do Nascimento, vulgo “Dedeco”, estava dirigindo um veículo que segundo ele é de sua propriedade, mas estava de posse no momento da abordagem de 30 g de pedras de óxi, que já seriam despachadas em um dos pontos de revendas nos bairros da cidade.

O delegado Jivago Ferreira, informou que o combate ao tráfico de drogas na cidade será intensificado, e terá como meta diminuir ainda mais o número de crimes violentos na região.


A Superintendente Regional Dra. Bruna Paolucci, por sua vez, reafirmou o compromisso da Polícia Civil no combate ao tráfico de drogas, “não somente com medidas repressivas, mas também na prevenção”, e cita como exemplo, o lançamento da campanha contra as drogas em Paragominas, em andamento há uma semana na Praça Central da cidade. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário