Pesquise as matérias do JT:

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Uidemar comandou o treino com os jogadores do Penarol no estádio “Geraldo Afonso Prates” da Aseel, em Tucuruí

Fotos: Wellington Hugles

Imagens dos jogadores e equipe técnica no estádio “Geraldo Afonso Prates” da Aseel, na Vila Residencial da Usina Hidrelétrica de Tucuruí

Já na cidade de Tucuruí, sudeste paraense, a equipe do Bicampeão Amazonense Penarol Atlético Clube da cidade de Itacoatiara, sob o comando do técnico Uidemar Oliveira, que estreou como treinador, no Penarol, onde conquistou o Campeonato Amazonense, afastando-se em junho, e retornando em julho para comandar o clube na disputa da Série D, volante habilidoso, hoje desponta como um excelente profissional.

A equipe penarolense, chegou a Tucuruí por volta deas 15 horas, mais no fim da tarde desta sexta-feira, 30, os jogadores realizaram um treino no estádio “Geraldo Afonso Prates” da Aseel, em Tucuruí. A movimentação dos atletas chamou a atenção de dezenas de desportistas que estiveram presentes observando a movimentação do grupo.

Antes do treino a comissão técnica realizou um aquecimento dos jogadores e goleiros estendendo-se com um treino leve que teve início às 18 horas.

Logo após o treino, a equipe penarolense seguiu para o hotel Goiânia Palace, onde estão hospedados. Depois do jantar, Uidemar devera como de costume realizar uma preleção motivacional aos atletas.

Na manhã deste sábado, 1º de outubro véspera do clássico, a equipe penarolense retornará a Vila Residencial da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, distante 7 km da sede da cidade de Tucuruí, para realizar uma recreação no estádio da Aseel “Geraldo Afonso Prates”. Para um dos dirigentes do Penarol Fabio e o técnico Uidemar, a recepção na cidade foi positiva muitas pessoas prestigiaram o treino dos jogadores, mais um agradecimento tem que ser registrado o apoio do presidente da Aseel Orlando Martins e do presidente da Liga Esportiva Municipal de Tucuruí o nosso amigo e jornalista Wellington Hugles e o seu diretor Kilder Ross conhecido como “Bola”, uma figura folclórica que deu todo o apoio a nossa equipe, bem como os amigos Fifa e Miguel administradores do excelente estádio, “temos o compromisso de levar uma vitória para o Amazonas, mais sabemos que no terreiro do Galo ele canta mais alto, mais esperamos o rugir do nosso Leão para nos sagrarmos vitoriosos”, esclareceu o técnico.

Com o jogo de volta no domingo, 2, no estádio municipal Antônio Dias “Navegantão” as 16 horas, terreiro do Galo, onde tudo será decidido. O Independente de Tucuruí campeão paraense vai pro tudo ou nada, sabe que só a vitória com diferença de dois gols interessa. Diante deste quadro o Leão de Serpa se prepara para mais uma verdadeira batalha, a Batalha em Tucuruí. (Wellington Hugles)


ANDANDO PELAS BEIRADAS.


"O prefeito de Tucuruí sabe que a tática pode dar certo, mas também é conhecedor de que quem CAMINHA PELAS BEIRADAS corre o risco de desequilibrar e cair".

Do Blog de Miguel Rodrigues

http://morodrigues.blogspot.com/2011/09/andando-pelas-beiradas.html

Penarol de Manaus treina no estadio da Aseel na Vila da Usina de Tucuruí

Acabou de chagar as 15:00 h na cidade de Tucuruí a delegação da equipe do Penarol de Manaus e logo mais estaremos publicando a matéria do treino físico da equipe do Penarol de Manaus, que esta se hospedando no Hotel Goiânia Palace em Tucuruí, e através do pedido do técnico Samuel Cândido junto ao presidente da Liga Esportiva Municipal de Tucuruí, Wellington Hugles que conseguiu com o diretor geral da Associação dos Empregados da Eletrobrás-Eletronorte - ASEEL Regional Tucuruí-Pará, Orlando Messias Martins, que de pronto liberou o estádio da ASSEL “Geraldo Afonso Prates” para que a equipe do Penarol treinasse nesta sexta-feira, 30, e realize um lazer descontraído na manhã do sábado, 1º de outubro. (Wellington Hugles)

Preso foragido de Justiça do Mato Grosso na cidade de Tucuruí

Josemar de Jesus vulgo "Vampirão": Foragido de Mato Grosso preso em Tucuruí

Policiais civis prenderam no início da manhã desta quarta-feira, 28, em Tucuruí, sudeste do Estado, Josemar Martins de Jesus, conhecido como “Vampirão”. Foragido da Justiça de Mato Grosso, ele é acusado da autoria de assassinatos em Água Boa, interior do Estado. Ele estava com mandado de prisão preventiva decretado pela Comarca Judiciária dessa cidade.

De acordo com o delegado Silvio Maués, diretor de Polícia do Interior, a prisão do acusado resultou de investigações realizadas na região do Assentamento Bom Jesus 3, próximo a Tucuruí, durante a operação “Tuerê”, que resultou na captura dos irmãos Lindonjonson Silva Rocha e José Rodrigues Moreira, indiciados pelas mortes dos extrativistas José Cláudio Ribeiro da Silva e Maria do Espírito Santo Silva.

No curso da operação, as equipes envolvidas no trabalho investigativo identificaram na região Josemar Martins de Jesus que, segundo informações apuradas, era foragido de Mato Grosso apontado como envolvido nos assassinatos de policiais naquele Estado.

Os policiais tomaram conhecimento, durante a operação, que Josemar era bandido temido na região do projeto de assentamento. Em função disso, os policiais civis passaram a acompanhar os passos do acusado na região aguardando momento mais oportuno para abordá-lo. Até que, em determinado momento, ele saiu da área de assentamento e se deslocou até a cidade de Tucuruí.

Os policiais civis passaram a segui-lo no município até o momento da abordagem, logo após ele sair da sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Tucuruí, na Avenida Sete de Setembro, bairro Centro. Ele pretendia voltar à zona rural do município. Segundo o delegado bacharel Carlos Magalhães Gomes, titular da Superintendência Regional do Lago de Tucuruí, os investigadores Acácio e Ricardo Rosário foram responsáveis em fazer campana para prender o acusado. Ele foi abordado por volta de 5h20. Depois, foi conduzido para a Seccional Urbana de Tucuruí para tomar ciência do mandado de prisão. Agora, Josemar está recolhido em Tucuruí à disposição da Justiça aguardando seu recambiamento para o estado de Mato Grosso.

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Vereadores de Tucuruí aprovaram o aumento de 13 vagas


Câmara Municipal de Tucuruí aprovou em primeira votação o aumento de 13 vereadores apara a legislatura de 2013

Em sessão ordinária nesta terça-feira, 27, os legisladores municipais, aprovaram o aumento de apenas 3 novas vagas para a próxima legislatura com início em 2013.

Em atendimento a dispositivo de Lei, os 8 vereadores presentes na sessão ordinária da Câmara Municipal de Tucuruí a saber: Antônio Souza -Titonho (PTB); Edileuza Meirelles (PSC); Pastor Antônio Braga (PT); Zé Gomes e Max Marçal (PPS); Bena Navegantes e Chico Enfermeiro (PP) e Antônio Aragão (PRP), aprovaram o aumento do numero de vereadores para três cadeiras na vereança de 2013.

Por unanimidade em primeira votação os vereadores deram o veredito nesta matéria mesmo a Lei em seu Art. 29, Letra e) 17 (dezessete) Vereadores, nos Municípios de mais de 80.000 (oitenta mil) habitantes e de até 120.000 (cento e vinte mil) habitantes, observando que conforme o dispositivo constitucional o município poderia ser agraciado com até 7 novas vagas no legislativo municipal, haja vista pelo censo do IBGE de 2010 o município já ultrapassa 96.343 habitantes.

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/emendas/emc/emc58.htm

http://www.censo2010.ibge.gov.br/dados_divulgados/index.php?uf=15

A medida obedece a Emenda Constitucional Nº 58, de 23 de Setembro de 2009 que altera a composição das Câmaras Municipais em todo do país. A matéria entrará novamente em discursão e votação, depois de passado dez dias para a segunda e última votação, conforme previsto na Lei Orgânica Municipal.

A medida não repercutirá sobre o valor do duodécimo mensal repassado pelo Poder Executivo ao Poder Legislativo, que também foi alterado para menor pela referida Emenda Constitucional, não provocando desta forma, maior despesa para a Prefeitura. O Art. 29-A da Constituição Federal passa a vigorar com a seguinte redação: Art.29-A, I - 7% (sete por cento) para Municípios com população de até 100.000 (cem mil) habitantes.

Durante os dois primeiros anos do governo Sancler Ferreira a prefeitura de Tucuruí repassou a Câmara Municipal apenas metade dos recursos determinados pela lei no percentual de 7% da arrecadação mensal, atualmente esta sendo repassado algo em torno de apenas 3,33% do total dos 7% previsto por lei, ou seja, se os atuais vereadores aprovarem o aumento de até mais 7 vagas na próxima legislatura, basta os vereadores fazerem o prefeito cumprir com o que determina a lei repassando o percentual de 7%, com isso a Câmara teria todas as condições de auto sustentabilidade e inclusive a realização de concurso público para o aumento do numero de funcionários.

Como na atual legislatura o prefeito tem a maioria dos vereadores no seu grupo de sustentação politica, automaticamente não haverá o interesse do aumento do numero de vereadores, pois trará um problema ao gestor no cumprimento do repasse constitucional para o legislativo.

Desta maneira a Câmara Municipal volta a ter sua antiga constituição de 13 vereadores, anteriormente modificada por força de Resolução do Tribunal Superior Eleitoral. É importante esclarecer que há época da modificação da resolução 21.702/04 do TSE de novembro de 2004, o município de Tucuruí possuía uma estimativa de 81.000 habitantes, já garantindo o total de 17 vereadores na Câmara Municipal.

Com isso, nossa cidade já está com carência do aumento do numero de vereadores já há quase 10 anos. Com isso a grande dificuldade da cobrança da execução do gestor municipal de obras e serviços, em função do reduzido numero de vereadores, e a formação de blocos parlamentares de sustentação do governo. É importante esclarecer que, com um maior numero de vereadores no máximo de até 17 seria possível uma participação maior do numero de partidos na Câmara, com isso uma diversificação de ideias e pensamentos, e uma maior cobrança dos serviços e dos investimentos dos recursos públicos em prol da população e do município com as devidas prestações de contas fato que nos últimos 2 anos do atual prefeito Sancler Ferreira não esta sendo cumprida.

O interessante é que os municípios vizinhos com menor numero de habitantes como é o caso de Breu Branco e Jacundá aprovaram o que determina a lei e aumentaram o numero de legisladores para trabalharem pelos munícipes. (Wellington Hugles)

Novo tempo nas leis de trânsito de Tucuruí


O veiculo da PMT com placa virada e licenciamento vencido um Novo Tempo


Novo tempo nas leis de trânsito de Tucuruí

A administração municipal de Tucuruí, que tem a frente o prefeito engenheiro Sancler Ferreira, vem modernizando tudo no município, criando uma nova forma de identificação dos veículos na cidade, agora os carros oficiais estão trafegando com as placas de ponta a cabeça, como é o caso do veiculo HCV 7968 Montana Conquest, com isso realmente demostrando um novo tempo nas leis de trânsito no município. Diga-se de passagem, que o veiculo trafega com seu licenciamento anual atrasado, colocando em risco toda a população, haja vista, numa hipótese de ocorrer um sinistro, o acidentado não terá nenhuma assistência através do seguro DPVAT, tendo em vista que o município deve estar passando “dificuldades” financeiras, pois não pagou o licenciamento anual do veiculo oficial adquirido em 2007 pelo ex-prefeito Cláudio Furman.

O Pará fez a festa do Brasil vencendo a Argentina e faturando o Superclássico e confirmado como sede da Copa das Américas de 2015


Com o Mangueirão lotado o Brasil venceu a Argentina por 2 a 0 faturou o Superclássico das Américas. Lucas e Neymar marcaram os gols da seleção.

O Pará foi anunciada como sede da Copa das Américas de 2015

A festa foi da torcida paraense que desde a chegada da seleção brasileira a Belém, deu todo o apoio e o carinho aos nossos jogadores, culminando com o hino nacional cantado por todos os torcedores que lotara o Mangueirão abrilhantando numa festa inesquecível.

O Brasil mostrou muita disposição no início da partida, mas só conseguiu furar o bloqueio argentino em um bom lançamento de Neymar aos 6 minutos, mas Borges não alcançou o passe. A argentina respondeu aos 10 minutos no escanteio cobrado por Montillo, em que o zagueiro Cellay ficou com o rebote e soltou a bomba em cima da zaga brasileira.

Aos 12 minutos, Neymar cortou a zaga e chutou rasteiro de fora da área, exigindo uma defesa difícil do goleiro Orion. No rebote a zaga argentina aliviou o perigo, mas a torcida paraense aprovou o lance a apoiou o atacante brasileiro. Com a lesão de Lucas, que se chocou com um adversário e teve um ferimento na boca, a velocidade do Brasil diminuiu.

Com o jogo truncado, as melhores chances do Brasil saíram da sequência de faltas cobradas por Ronaldinho Gaúcho, mas só na terceira oportunidade o camisa 10 assustou o goleiro Orion. A bola saiu por cima do gol. Aos 30 minutos Neymar partiu em velocidade, passou pelo lateral Papa e tentou o cruzamento, mas a zaga cortou para escanteio.

A melhor chance da seleção brasileira aconteceu aos 38, após a arrancada de Lucas pelo meio da defesa argentina e o lançamento para Borges, o centroavante santista cruzou rasteiro e zaga argentina tirou dos pés de Neymar, que aparecia livre para empurrar para o gol. No lance seguinte, o argentino Desabato quase acertou o canto em uma cabeçada.

Mesmo com o placar em branco, a seleção saiu para o intervalo aplaudida pela torcida paraense.

Segundo Tempo - O Brasil voltou para o segundo tempo apostando na velocidade, e pressionando a defesa adversária, mas a primeira boa chance foi da Argentina. Aos 6 minutos, Fernandez chutou forte de dentro da área e exigiu uma grande defesa de Jefferson. Um susto para a torcida paraense, que no lance seguinte entraria em êxtase com o gol do Brasil.

Em um contra-ataque fulminante, Danilo lançou Lucas em velocidade, o meia ganhou de Desabato na corrida e bateu na saída do goleiro Orion, explodindo o estádio do Mangueirão aos 38 do segundo tempo. O gol acordou a seleção argentina, que passou a procurar mais os atacantes, mas abriu espaço para os contragolpes em velocidade do lateral Cortês.

E foi de uma jogada do lateral esquerdo do Botafogo que saiu o segundo gol do Brasil. A arrancada de Cortês terminou com o lançamento para o meia Diego Souza, que cruzou rasteiro para Neymar dividir com o goleiro, e assistir a bola entrar chorando na trave argentina. A festa estava completa no Mangueirão: 2 a 0 aos 30 minutos do segundo tempo.

Com o resultado garantido, foi a vez do show do goleiro Jefferson. Aos 32, o argentino Pillud recebeu dentro da área e soltou a bomba, mas o goleiro brasileiro espalmou para escanteio. Aos 38, no último lance de perigo da partida, o atacante Viatri girou dentro da área e bateu com força para uma defesa milagrosa de Jefferson.

No final da partida, o Brasil tocou a bola para alegria do público, que não perdeu a oportunidade de saudar os argentinos com um ensurdecedor grito de "Olé" até o apito final. Ronaldinho Gaúcho ergueu a taça Nicolaz Leoz, garantindo o título do Superclássico das Américas para o Brasil, e para a festa dos mais de 40 mil torcedores paraenses.

Brasil: Jefferson; Danilo, Dedé, Réver e Cortês (Kleber); Ralf, Rômulo e Lucas (Diego Souza); Ronaldinho Gaúcho, Neymar e Borges (Fred). Técnico: Mano Menezes

Argentina: Orion; Cellay, Sebá Dominguez e Desábato; Pillud (Mouche), Fernandez, Canteros (Bollatti), Guiñazu e Papa; Montillo e Viatri. Técnico: Alejandro Sabella

Gols: Lucas, aos oito, e Neymar, aos 29 minutos do segundo tempo.

Público: 35.642 pagantes (43.038 presentes). Renda: R$ 2.579.160,00.

Local: Estádio do Mangueirão, Belém (Pará). Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai). Auxiliares: Maurício Espinosa e Pablo Fandino (ambos do Uruguai).

Obras de Belo Monte barrada pela Justiça Federal

Decisão impede construção de portos e barragens no rio Xingu, mas não a implantação de canteiros de obras

A Associação dos Criadores e Exportadores de Peixes Ornamentais de Altamira (Acepoat) obteve nesta quarta-feira, 28, uma vitória, ainda que parcial, na Justiça Federal de Belém, conseguindo por meio de liminar a imediata paralisação das obras de construção da hidrelétrica de Belo Monte. A decisão do juiz Carlos Eduardo Castro Martins, da 9ª Vara Federal, proíbe o consórcio Norte Energia S.A (Nesa), responsável pelas obras, de fazer qualquer alteração no leito do rio Xingu, onde os associados da entidade que ingressou com a ação praticam a pesca de peixes ornamentais. É uma atividade que gera renda para centenas de famílias que sobrevivem da exportação de peixes para a Europa, Estados Unidos e Ásia.

A alteração no leito do rio, segundo o juiz, inclui não construir porto, implantar barragens, efetuar explosões ou escavação de canais, obras que poderiam interferir no curso natural do Xingu, prejudicando a fauna ictiológica. As obras de implantação de canteiros e de residências, por não interferirem na navegação e na atividade pesqueira, destaca Martins, não serão atingidas pela decisão e poderão ter continuidade. Ele fixou multa diária de R$ 200 mil caso a liminar não seja cumprida.

Embora considere que as licenças de operação concedidas aos associados da Acepoat e a licença de instalação da hidrelétrica não sejam incompatíveis, por serem as atividades distintas, o juiz admite que a escavação de canais e a construção de barragens “poderão trazer prejuízos a toda comunidade ribeirinha que vive da pesca artesanal dos peixes ornamentais”. O juiz entende que os pescadores serão diretamente prejudicados pelo início das obras da construção da usina e somente poderão retomar plenamente as suas atividades no ano de 2020, prazo final da implantação de um projeto de aquicultura que se desenvolve na região.

A entidade dos pescadores argumenta que atua mediante licença de operação regularmente concedida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), e que a hidrelétrica irá “inviabilizar totalmente” a atividade pesqueira na região.

A continuidade das obras da hidrelétrica, segundo a Acepoat, pode resultar até mesmo na extinção das principais espécies de peixes na região do Xingu.

Os movimentos ambientais e sociais do Xingu comemoraram em Altamira a decisão da Justiça Federal. Para a entidade Xingu Vivo, Belo Monte é uma obra inviável e que só tratará prejuízos para a região, especialmente para ribeirinhos, índios e pequenos agricultores. Os índios também comemoraram. “Eu gostei, mas tenho medo que essa seja uma vitória passageira”, disse Akiri Caiapó, por telefone, completando que a usina é uma “obra amaldiçoada pelos índios”.

Prefeitura contra - A Prefeitura de Altamira, até então defensora da usina, também decidiu recorrer ao MPF, junto com 50 instituições do município, para cumprimento das condicionantes socioambientais pelo consórcio construtor da obra.

Outro lado - NORTE ENERGIA - O consórcio Norte Energia informou que oficialmente ainda não tomou conhecimento da sentença liminar, acrescentando que só irá se manifestar depois que isso ocorrer. Os advogados do consórcio começam a preparar neste final de semana o recurso ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) contra a decisão.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

EDITAL DE CONVOCAÇÃO CDEAL TUCURUÍ

Vereadores de Tucuruí aprovaram o aumento de apenas 3 vagas para a próxima legislatura

Câmara Municipal de Tucuruí terá 13 vereadores a partir de 2013

Em sessão ordinária nesta terça-feira, 27, os legisladores municipais de Tucuruí, aprovaram o aumento de apenas 3 novas vagas para a próxima legislatura com início em 2013.

Em atendimento a dispositivo de Lei, os 8 vereadores presentes na sessão ordinária da Câmara Municipal de Tucuruí, aprovaram o aumento do numero de vereadores para três cadeiras na vereança de 2013. Por unanimidade em primeira votação os vereadores deram o veredito nesta matéria mesmo a Lei observando que conforme o coeficiente eleitoral o município poderia decidir através dos vereadores a abertura de no máximo mais 5 cadeiras.

A medida visa obedecer a Emenda Constitucional Nº 58, de 23 de Setembro de 2009 que altera a composição das Câmaras Municipais em todo do país. A matéria entrará novamente em discursão e votação, depois de passado dez dias para a segunda e última votação, conforme previsto na Lei Orgânica Municipal. Tal medida não repercutirá sobre o valor do duodécimo mensal repassado pelo Poder Executivo ao Poder Legislativo, que também foi alterado para menor pela referida Emenda Constitucional, não provocando desta forma, maior despesa para a Prefeitura.

Desta maneira a Câmara Municipal volta a ter sua antiga constituição de 13 vereadores, anteriormente modificada por força de Resolução do Tribunal Superior Eleitoral.

É importante esclarecer que há época da modificação do TSE, o município de Tucuruí não tinha o número de eleitores existentes atualmente. O interessante é que os municípios vizinhos com menor numero de eleitores como é o caso de Breu Branco e Jacundá aprovaram um maior numero de legisladores para trabalharem pelos munícipes.

Os bastidores com imagens da visita de Jatene a Tucuruí



terça-feira, 27 de setembro de 2011

“É obra em toda a cidade”

Operação tapa buraco asfáltica da Prefeitura de Tucuruí avança a cada dia na cidade, nesta terça-feira, 27, uma equipe da prefeitura estava realizando os serviços de tapa buraco na Avenida Santo Antônio próximo a Feira Municipal.

O que causou estranheza foi à forma dos serviços, sendo cavados os buracos, colocado o mesmo aterro e depois o asfalto que estava solto colocado em cima do aterro e em seguida compactado pelas rodas da caçamba.

Não entendemos o porquê que isso esta ocorrendo, pois há alguns meses atrás, a PMT realizou o fornecimento de massa asfáltica para obras fora do munícipio, e inclusive na visita do governador do Pará a cidade, o prefeito foi informado que o governo do estado fará a doação de 20 km de asfalto para serem usados nas ruas da cidade, mais na prática o que estamos verificando são estes serviços - “gambiarra” - com a reutilização do material que estava no local do buraco.

Realmente e obra pra toda a cidade, só não sabemos se realmente vai melhorar a vida, ou a trafegabilidade nas ruas da cidade para a população tão sofrida. (Wellington Hugles)

Academia a céu aberto: um sonho que se torna realidade para os moradores da Vila Permanente e de Tucuruí

Centenas de pessoas aprovaram e já estão utilizando os equipamentos do espaço de academia pública a céu aberto

Diariamente os usaarios terão o acompanhementos e as orientalções de um profissional no local

Os moradores da Vila e da cidade comemoraram o novo local para a pratica esportiva em Tucuruí

A Eletrobrás-Eletronorte, através da Superintendência de Produção Hidráulica, que tem a frente o engenheiro Antônio Augusto Pardauil, realizou nesta segunda-feira, 26, a entrega de um complexo para a prática de exercícios para a população de Tucuruí.

Um das reinvindicações da pauta da Associação de Moradores da Vila Permanente – ASMOVIPE, que tem como presidente interino Bernardo Albano Filho conhecido popularmente como “Tucuruí”, que vem atender as solicitações dos moradores da Vila Permanente como também de todo o município que sempre almejavam um espaço público para terem acesso a academia.

A nova estrutura esta a disposição a todos os munícipes da cidade. Conta com vários equipamentos de musculação, ginastica e serão instalados ainda um playground. A estatal preocupou-se ainda em construir o calçamento em toda a área da praça da academia, para servir de local para caminhada junto com a academia a céu aberto. E uma forma de garantir a prática de exercícios e garantindo melhorias na saúde de nossa população. Com a parceria entre a Eletronorte e a ASMOVIPE muita benefícios estão sendo concretizados. “ E temos certeza que muito mais faremos em prol dos moradores da Vila Permanente juntamente com a Eletronorte pois hoje o grupo que administra nossa associação tem como meta a garantis de melhorias dias a todos os moradores de nossa vila e para a população de Tucuruí”, declarou o presidente interino “Tucuruí”. (Wellington Hugles)

Os equipamentos foram adquiridos pela Eletronorte e instalados para garantir um espaço público com toda a estrutura de uma academia

Operações policiais resultam em prisões no município de Tucuruí

Mailson Silva: Tráfico

Operação de repressão ao tráfico de drogas em Tucuruí, sudeste do Estado, levou à desarticulação de um esquema de venda de entorpecentes na cidade com as prisões em flagrante de Mailson Ramos da Silva.

Com o preso, 34 "petecas" de pasta de cocaína foram apreendidas na ação policial comandada pelo delegado Jivago Ferreira, da Superintendência Regional do Lago de Tucuruí. Silva foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico ilícito de entorpecentes por guardar em sua residência as drogas.

As investigações foram realizadas pela equipe formada pelos policiais civis Antônio Carlos, Acácio, Botelho, Ricardo do Rosário e Rogério. Ainda, durante a operação, Gilson de Souza Ayres e Jonatan da Silva Vieira foram presos em flagrante por tentativa de homicídio. Com os dois, uma arma de fogo usada para tentar matar um desafeto foi apreendida. Os procedimentos de flagrante lavrados contra os acusados foram confeccionados pelo escrivão Gustavo Portugal. Segundo o superintendente regional do Lago de Tucuruí, delegado Carlos Magalhães, as operações policiais para combate ao tráfico de drogas continuarão a ser realizadas ininterruptamente na região.

Arma e drogas apreendidas

Caos: Corpo jogado nos fundos do IML aguardando necropsia

IML uma obra que está virando um pesadelo

Corpo jogado atrás do IML coberto para esconder a falta de atendimento

Passado 72 horas da solenidade de inauguração o IML de Tucuruí entregue pelo governador Simão Jatene e pelo prefeito Sancler Ferreira na última sexta-feira, 23, onde entrou em funcionamento na prática, mas sem as mínimas condições da realização da prestação de serviços de necropsias de cadáveres naquele núcleo.

Na manhã desta segunda-feira, 26, deu entrada o primeiro corpo no IML de Tucuruí, de um homem sem nenhuma identificação. Logo ao chegar ao instituto o cadáver foi jogado no chão atrás do prédio do instituto, dando uma demonstração concreta que a entrada em funcionamento da reforma, adaptação e pintura do prédio sede do núcleo do IML em Tucuruí, não tem nenhuma condição de realizar os atendimentos nas áreas específicas do instituto.

É fácil verificarmos, que não existe possibilidades pela falta de material e equipamentos para a realização das necropsias, que são técnicas. e que decidem o futuro de qualquer investigação policial da causa da morte e suas consequências, já nos casos de exame de corpo de delito, há uma grande necessidade da exatidão do procedimento. No local onde entrou em funcionamento o IML não se observa o aparelhamento necessário para o atendimento, como por exemplo, a ausência de um raio-x, para verificar as lesões ósseas, bem como os equipamentos necessários para os profissionais trabalharem na abertura e análise dos cadáveres, assim como a ausência de uma câmara fria para conservar os corpos que chegam ao local sem identificação e sem ter familiares que reclamem os corpos como no caso deste que encontra-se jogado no chão no fundo do instituto, mas a maior dificuldade desde a inauguração, é a falta de água nas torneiras, uma falha imensa devido a necessidade de assepsia dos cadáveres e na garantia da higiene dos funcionários.

O interessante que na festa de inauguração tudo estava sendo anunciado como se tivessem em total funcionamento, porém passado três dias a realidade é outra, o cadáver sem nenhuma identificação que deu entrada no IML até o fechamento desta edição do jornal, estava jogado no chão nos fundos do IML, apenas coberto com um papelão para que ninguém o visse isso e uma vergonha realizar a divulgação de uma obra e de um serviço inexistente na realidade.

Esperamos que as autoridades tomem as providências necessárias, para que isso seja coibido, onde um cidadão mesmo pós-morte, encaminhado para um órgão do governo para necropsia, tenha seu corpo descartado como se fosse lixo jogado no chão de um instituto de necropsia sem o mínimo respeito.

Este é o novo tempo que se prega no município, infelizmente os mortos não votam, pois se votassem com certeza seriam tratados de forma diferenciada. (Wellington Hugles)

O governador e o prefeito em frente ao IML de Tucuruí na inauguração






Verifiquem na foto acima o dia da inauguração pessoas no pátio atrás do IML e na outra o mesmo local onde se encontra jogado no chão o cadáver

Aqui esta o local onde será instalada a câmera fria do IML de Tucuruí


A mesa para as necropsias sem nenhuma ferramenta para a abertura e analise dos corpos e nem água nas torneiras




Nas fotos acima as salas de raio-x sem os equipamentos instalados


O corpo esta ao lado de sacos de lixo aguardando condições para ser necropsiado



O corpo foi deixado no chão isolado por plástico para evitar a propagação de odor e de animais

sábado, 24 de setembro de 2011

Ainda hoje estaremos publicando os bastidores das inaugurações em Tucuruí, aguardem...

Uma pergunta fica no ar e merece as considerações dos nossos leitores:

Qual o motivo de termos duas placas de inauguração da reforma, adaptação e pintura do IML de Tucuruí?


sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Jatene inaugura obras e entrega viaturas em Tucuruí

Momento do descerramento da placa de inauguração da reforma e adaptação do prédio do IML de Tucuruí
Fotos: Wellington Hugles
Manifestantes protestam pela transformação do Hospital Regional de Tucuruí em OS e a demissão e transferência dos funcionários e a falta de chamada dos concursados aprovados
Prédio do IML em Tucuruí cedido pela Eletronorte sendo reformado e adequado pela PMT
Manifestantes contra a transformação do HRT em OS
Simão Jatene no momento de seu discurso de unidade pelo desenvolvimento do Pará
Viaturas para a Policia Militar de toda a região sudeste e para a Policia Civil e para o IML de Tucuruí
Autoridades presentes a inauguração da reforma e adptação do prédio do IML
Prefeito Sancler comemorou a entrega do prédio para o IML, repassando a responsabilidade da administração e o funcionamento para o governo do estado
Durante a inauguração o governador Simão Jatene recebeu por diversas vezes as manifestações com faixas contra a transformação do Hospital Regional de Tucuruí em OS
Governador Simão Jatene entrega as chaves da caminhonete ao prefeito de Breu Branco Egon Kolling - Alemão
Simão Jatene assina convênio com a PMT para conclusão da quadra de esporte da Escola Raimundo Ribeiro de Sousa
Simão Jatene parabenizou a ação do MP através da promotora de justiça Grace Parente, que foi a propulsora no sentido de cobrar da PMT e do prefeito Sancler Ferreira a instalação do IML na cidade

A comitiva do governador Simão Jatene desembarcou no aeroporto da cidade de Tucuruí ás 13:30 h nesta sexta-feira, 23, sua chegada estava prevista para as 10:00 h. Mais devido a contratempos na saída de Belém sua chegada teve atraso. Mais dezenas de autoridades e populares aguardavam para recepcionar Jatene e comitiva.

O governador Simão Jatene foi recebido pelo prefeito Sancler Ferreira e imediatamente encaminharam-se para realizar a inauguração do prédio do IML de Tucuruí. Uma grande carreta se deslocou para a Vila Permanente distante 7 km do centro da cidade.

A solenidade contou com o descerramento da faixa inaugural do IML de Tucuruí, na oportunidade o governador Simão Jatene juntamente com o Secretário Nilson Pinto e o prefeito Sancler Ferreira assinaram o convênio de cooperação técnica com a Prefeitura de Tucuruí, no valor de R$ 1.462.531,83, para a reforma geral e revitalização da quadra de esportes da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Deputado Raimundo Ribeiro de Souza.

O evento contou ainda com a entrega de 21 viaturas para a região sudeste do estado. O munícipio de Tucuruí recebeu 5 viaturas, Breu Branco uma caminhonete e os municípios agraciados com viaturas para a Policia Militar foram: Goianésia do Pará, Jacundá, Tailândia, Novo Repartimento e Baião.

Em seu discurso o prefeito de Tucuruí Sancler Ferreira agradeceu a Eletronorte, que cedeu o prédio para que a prefeitura realizasse a obra de reforma, adaptação e a padronização da cor amarela símbolo da sua gestão. E na oportunidade repassou para a administração do governo do estado as novas instalações do IML Tucuruí. “Fizemos a parte que a prefeitura se propôs a realizar, agora estamos entregando ao governador o IML para que o estado possa administrar e colocar em funcionamento”, esclareceu o prefeito.

Aproveitou ainda para agradecer a Promotora de Justiça Drª. Grace Kanemitsu Parente, que teve um papel primordial na concretização desta obra, quando a época determinou ao munícipio que criasse dispositivo para a instalação do IML na cidade, com isso atendendo as necessidades da população que clamava por este mecanismo governamental.

Usaram a palavra os secretários de estado Nilson Pinto, professor Cláudio Ribeiro, Luiz Fernandes Rocha o deputado federal Wladimir Costa e o deputado estadual João Salame.

O governador Simão Jatene em seu discurso de encerramento enfatizou a parceria pelo desenvolvimento do Pará, esclareceu que está governando para todos os paraenses sem distinção nenhuma. “Dificuldades existem mais saberemos equacioná-las se trabalharmos unidos em prol do desenvolvimento do nosso estado”. Jatene disse ainda que ele sempre foi funcionário público do Pará e não deixará de maneira alguma que “o funcionalismo público seja penalizado por nenhuma ação estabelecida de forma incorreta”. Finalizou agradecendo a presença de toda a população, movimentos sócias e as autoridades. Sendo bastante enfático em dizer, “trabalharemos com parcerias em todos os lugares do Pará, para que possamos garantir um estasdo com melhores oportunidades a todos os paraenses”.

Após a entrega das 17 viaturas aos prefeitos da região e duas para a delegacia civil de Tucuruí e uma para o novo IML da cidade, o governador fez questão de atender em reunião uma comitiva dos funcionários do Hospital Regional de Tucuruí, do Conselho de Saúde Municipal e dos aprovados dos concursos 153 e 151 que ainda não foram convocados, que na sua chegada ao prédio do IML realizaram uma manifestação com diversas faixas. Durante a reunião o governador escutou todas as reinvindicações da comissão e esclareceu dizendo que, “o governo não tem nenhuma decisão oficial com respeito à implantação da Organização Social - OS no Hospital Regional de Tucuruí e esclareceu que nenhum funcionário do estado será demitido ou transferido”. Isso são apenas especulações, boatos, “estamos sim trabalhando para dar um melhor atendimento à saúde da nossa população”. O governador comprometeu-se de receber a comissão em outras reuniões em Tucuruí ou em Belém, para que juntos governo, funcionários e a população usuária do sistema de saúde da região, possam encontrar uma forma de melhorar o atendimento para o nosso povo, e aproveitou para solicitar a apresentação de uma proposta para a continuidade dos serviços de saúde no HRT.

A possibilidade de trocar o pequeno espaço de aula por outro renovado e mais amplo foi motivo de alegria para as meninas, Muri, de 11 anos, Hemuia, 9, e Muriwaia, 10, e para as mais de 100 famílias da etnia indígena Assurini, que vivem na aldeia Trocará, localizada no município de Tucuruí, no sudeste paraense. Com seis salas de aula, um laboratório e uma biblioteca, a nova Escola de Ensino Fundamental e Médio Indígena Warara’Awa Assurini foi entregue à comunidade nesta sexta-feira (23), pelo governador Simão Jatene. Durante toda a tarde, o chefe do Executivo inaugurou e visitou diversos espaços no município, em parceria com a prefeitura.

“Aprendi desde muito jovem que todo trabalho é trabalho coletivo. Essa é uma data importante para todos nós, não só pelo fato de estarmos inaugurando obra, ou de estarmos aqui. Essas obras estão sendo feitas em parceira com a prefeitura municipal, mas, sobretudo, com a participação da população”, enfatizou Jatene.

Acompanhado dos secretários de Promoção Social, Nilson Pinto, de Educação, Cláudio Ribeiro, e de Assistência Social, Tetê Santos, e de outras autoridades municipais da região, na aldeia indígena, o governador conheceu os vários espaços da escola e presenciou demonstrações culturais e de carinho da comunidade indígena. Talina, mãe de seis crianças, lembrou de que, antes, as instalações da escola eram em local pequeno, que agora dá lugar a um centro cultural. “Não tinha muita estrutura. Agora está bem melhor e nossas crianças, com certeza, vão ficar mais motivadas a estudar”, declarou.

A Escola Estadual de Ensino Médio Indígena Warara’Awa Assurini conta com seis salas de aula, um laboratório e uma biblioteca. O espaço totalmente mobiliado pelo estado, contam com sete quadros magnéticos, 10 computadores, 170 carteiras, conjunto de mesa e cadeira para professores, impressoras laser, antena parabólica, DVD, split, ventiladores, além de um kit cozinha, totalizando um investimento no valor de R$ 952.986,66.

Jatene foi recepcionado com muito carinho pelos Assurinis

Momento da inauguração da Escola de Ensino Médio na Aldeia Trocará

Jatene visitou ainda as novas instalações do SINE, as obras de construção da Escola Tecnológica Federal e o início da construção das casas destinadas ao programa “Minha casa, minha vida”. No início da noite a comitiva retornou a Belém para o cumprimento da agenda governamental. (Wellington Hugles)