Pesquise as matérias do JT:

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Estreia filme sobre Cabanagem

Longa de Paulo Miranda estreia amanhã em Barcarena,

cidade onde nasceu Batista Campos

Inspirado na Revolução Cabana, o filme "O cônego - Senderos da cabanagem" será lançado amanhã (30), no ginásio de esportes de Barcarena, às 19h. O longa-metragem, escrito e dirigido pelo cineasta Paulo Miranda conta a trajetória de Batista Campos, personagem importante na Cabanagem.

Filme baseado na Revolução Cabana ocorrida na província do Grão-Pará em 1835. Uma produção do Projeto Cinescola da Escola Estadual Temístocles Araújo, em Belém do Pará, dirigido pelo prof. Sebastião Pereira e que teve como elenco alunos e convidados.

"O cônego - Senderos da cabanagem" é uma ficção inspirada em fatos históricos, cuja trama tem por base a experiência vivida pelo cônego paraense Batista Campos em um período anterior da revolução cabana, que teve seu desfecho em 7 de janeiro de 1835, com a tomada de Belém.

Gravado no município de Barcarena, o longa tem mais de duas horas de duração e narra todo o percurso de Batista Campos até o Acará, onde havia a maior concentração cabana. De acordo com o cineasta Paulo Miranda o filme é uma obra de ficção, mas tem como cenário um evento histórico. "O trabalho de realização do filme se iniciou em 2006. A partir desse ano iniciamos todo um trabalho de produção. Nós gravamos em várias locações no município, porém duas foram em pontos históricos muito importantes, como no sítio de Nossa Senhora do Tempo, em que na época da cabanagem funcionava como um hospital; e a igreja do Conde, que data de 1612, em que o altar é barroco, fazendo um local muito especial", detalha.

A história de Batista Campos em 'O Cônego – Senderos da Cabanagem'

Ainda faltam quase duas semanas, mas quem já estiver pensando no que fazer ou para onde ir no último final de semana de julho vai a dica. Nos próximos dias 29 e 30 será lançado, no Clube Paroquial e no Ginásio Municipal de Barcarena, o longa-metragem digital O Cônego – Senderos da Cabanagem (ficção/124 min/Barcarena/2011).

Com roteiro escrito e dirigido pelo cineasta Paulo Miranda, o filme não tem a pretensão de contar a história do movimento cabano, mas é inspirado em fatos históricos da Cabanagem, centrados na trajetória de uma de suas mais influentes lideranças, o Cônego Batista Campos, o homem místico, militante político e intelectual a serviço da gente mais simples do Grão-Pará.

Embora tenha seu nome emprestado a uma das praças mais importantes de Belém, Batista Campos é ainda um ilustre desconhecido até mesmo entre os estudantes. Destacou-se na luta contra os portugueses, obtendo prestígio entre a massa miserável que habitava as choupanas à beira dos rios, os chamados cabanos.

A mais importante revolta popular da Regência, porém, durou pouco para as camadas populares que lutaram por ela. Batista Campos acabou sendo marginalizado pelo governo provisório instalado.

Traído, o povo se revoltou, exigindo a participação de seus lideres no novo governo, mas a resposta do poder central foi desastrosa e violenta. A repressão acabou por prender Batista Campos e fuzilar nativos e trezentos prisioneiros detidos no porão do navio Brigue Palhaço.

Realizado por meio do Projeto Filma Pará, uma ação cultural que, em Barcarena, integrou a prefeitura municipal, empresariado e comunidade local, a produção envolveu 30 pessoas entre técnicos e produtores, além de cerca de 60 atores, selecionados e capacitados pelo coletivo da Lux_Amazônia, no próprio município de Barcarena.

O Paulo Miranda também já produziu e dirigiu os filmes Ajuê São Benedito (ficção - 76min – Gurupá – 2004) e o Ajuntador de Cacos-(documentário – 56 – Marajó - 2011), este último lançado recentemente em Belém.
Ficha técnica - Roteiro e direção: Paulo Miranda/ Direção de fotografia: Sandro Miranda/ Direção de Arte: Raimundo Matos - Sandro Miranda/ Direção de Produção: Ane Viana - Eliene Ribeiro/ Produção Executiva: Minorose Batista - Wellington Lucas - Rutinéa Miranda / Produção: Lux Amazônia Produções Cinematográficas:

“Cônego Batista Campos – Senderos da Cabanagem”.
Coquetel de pré-lançamento para convidados
Data: 29 de Julho

Horário: 19h

Local: Clube Paroquial de Barcarena

No dia 30 a programação é aberta ao público, no Ginásio de Esportes do município, também às 19h.

Tucuruí poderá ganhar mais duas varas da Justiça Estadual

Fórum da Comarca de Tucuruí

A presidente do Tribunal de Justiça do Pará, desembargadora Raimunda Noronha, apresentou nesta quarta-feira (27), na sessão do Pleno, um anteprojeto de lei para criação de mais oito novas varas em comarcas do interior. O projeto segue para apreciação da Assembleia Legislativa do Estado (Alepa). Caso seja aprovado, implicará na abertura de mais 81 vagas a serem preenchidas por concurso público.

Está prevista a criação de duas novas varas em Tucuruí, sendo uma delas privativa de Execução Penal; uma vara de Execução Penal em Paragominas; uma Vara da Infância e Juventude em Redenção e ainda novas varas nas comarcas de Barcarena, Novo Progresso, Bragança e Tucumã.

"A gente sabe que a demanda em todas as áreas cresceu muito, por isso, o Tribunal está tentando adequar a sua estrutura à necessidade da população", afirmou a desembargadora.

De acordo com o anteprojeto, cada vara terá à sua disposição um cargo de juiz de direito; três de analista judiciário; dois cargos de oficial de justiça avaliador; dois cargos de auxiliar judiciário e um cargo de atendente judiciário. Para a vara de Execução Penal e a da Infância e Juventude também estão previstas aberturas de três novas vagas para formação de uma equipe multidisciplinar, composta por um psicólogo, um assistente social e um profissional da área da saúde. Noronha informou ainda que estas varas serão implantadas gradualmente, mediante a disponibilidade orçamentária do tribunal. Esta ampliação faz parte do cronograma de prioridades do TJE previsto para ser executado até 2015.

A próxima vara a ser instalada é a 4ª Vara de Icoaraci, que terá competência privativa para os feitos relativos a registros públicos, sucessão, resíduo, órfãos, interditos, ausentes, recuperação judicial de pessoa jurídica e falência e ainda acidentes de trabalho. A previsão é de que esta Vara seja implantada até a segunda quinzena de agosto.

Ainda este ano, devem ser implantadas novas varas também em Tailândia, Ananindeua, Belém (Vara da Fazenda) e Paragominas (Vara Agrária). Para 2012, estão previstas mais três novas varas, nas comarcas de Marabá, Ananindeua e Castanhal.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Fugitivo provoca policiais no Facebook e acaba preso em casa


'Me peguem se puderem, estou no Brooklyn', dizia mensagem de criminoso.
'Ele pediu para pegá-lo e foi o que fizemos', afirma policial que efetuou prisão.

Um criminoso foi preso nos Estado Unidos após ter provocado policiais no Facebook. Victor Burgos, de 29 anos, publicou em sua conta na rede social uma mensagem que, além de provocar a polícia, dizia onde ele se encontrava, de acordo com o jornal "New York Daily News".

"Me peguem se puderem, eu estou no Brooklyn", dizia a mensagem de Burgos no Facebook. A polícia conseguiu encontrar o criminoso, que já tinha diversos mandados de prisão por violência doméstica e por assédio. Segundo a polícia de Nova York, ele estava em casa, sentado em frente ao seu computador com a sua página do Facebook aberta.

"Ele nos pediu pelo Facebook para virmos pegá-lo e foi o que fizemos", disse o sargento da polícia Steve Hauck ao jornal.

Serviços para CNH em Tucuruí deverão retornar em Agosto

Sandoval Lopes de Almeida “Vavá”

Em linha direta com a redação do Jornal de Tucuruí o Gerente da Regional do Detran, Sandoval Lopes de Almeida conhecido popularmente como “Vavá”, esclareceu que o fato da suspensão temporária dos exames teóricos para a CNH na sede do Ciretran-Tucuruí, esta ocorrendo devido a determinação da Diretoria Geral do Detran-Pará, para a realização de rodizio dos funcionários que realizam estes exames em todas as regionais e circunscrições do estado. Com isso os novos profissionais deverão estar assumindo suas funções logo no início do més de Agosto.

Com isso os profissionais têm condições de exercer suas funções em todos os municípios do Estado. Bem como evita qualquer tipo de suspeita ou comentário maldoso de que “conhecendo o examinador”, o candidato possa ser ajudado em suas provas.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Falta de prestação de contas leva ex-prefeito de Bagre à condenação

Ex-prefeito de Bagre, Leoci da Cunha Macedo (PTB) condenado por falta de prestação de contas

O juiz federal Antônio Carlos Almeida Campelo, da 4ª Vara, condenou o ex-prefeito de Bagre, Leoci da Cunha Macedo (PTB), a um ano e três meses de detenção. Segundo denúncia feita pelo Ministério Público Estadual, Macedo deixou de prestar contas de R$ 256,2 mil repassados nos anos de 1999 e 2000 pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Os recursos eram destinados à compra de merenda escolar aos alunos da rede municipal de ensino.

Apesar da pena de prisão, o juiz substituiu a detenção por uma pena restritiva de direitos, porque o ilícito cometido pelo ex-prefeito não ultrapassa os quatro anos de reclusão. Ainda será marcada audiência para definir qual será o tipo de restrição de direitos que o réu será obrigado a cumprir no período da pena. O juiz ressaltou, contudo, que “o acusado fica ciente de que o descumprimento das sanções alternativas ensejará a conversão em pena privativa de liberdade”.

Na ação civil pública por improbidade administrativa proposta pelo Ministério Público Federal, Leoci Macedo é acusado de não ter prestado contas dos valores de R$ 126.979,70 e R$ 129.246,00, que o município recebeu do governo federal nos anos de 1999 e 2000.

O caso se arrasta desde 2005 e o ex-prefeito chegou a ser citado por meio de edital, porque a Justiça teve dificuldades para encontrá-lo.

Na defesa, contudo, o ex-prefeito reconheceu que não prestou contas, mas garantiu que os recursos foram corretamente aplicados.

Em depoimento, Macedo explicou que não prestou contas porque foi afastado do cargo por decisão do Tribunal de Justiça do Estado, em junho de 2000, só tendo retornado em novembro desse mesmo ano. O juiz disse que as explicações não eram suficientes para livrar o ex-prefeito de responsabilidade penal.

A sentença lembra ainda que, bem antes da ação ajuizada pelo MPF, o acusado havia sido alertado pelo FNDE de que deveria prestar contas do dinheiro recebido. Além disso, foi citado pelo Tribunal de Contas da União para apresentar defesa ou recolher o débito, mas, conforme o juiz, não atendeu às recomendações.

“Esses fatos, induvidosamente, conduzem à compreensão de que houve a vontade (dolo) deliberada do réu em incidir na norma de conduta proibida”, concluiu Campelo.

O ex-prefeito não foi encontrado para comentar a condenação.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Suspensos serviços do Detran em Tucuruí

Realização de Exames Teóricos suspensos pela gerente do Ciretran Tucuruí, Marivone Ramos até segunda ordem


Desde a última segunda-feira (25), a gerente da Agência de Trânsito de Tucuruí – DETRAN, Marivone Cardoso de Melo Ramos, informou através de Oficio nº 100/2011, que se encontram suspensos temporariamente até segunda ordem todos os exames teóricos para obtenção de CNH na circunscrição de gerenciamento de Tucuruí.

Com isso centenas de pessoas que procuram as autoescolas e a sede do Ciretran na cidade, estão recebendo esta orientação, e encontram-se prejudicados na obtenção de seus direitos, haja vista, já terem realizados os pagamentos destes exames, e estão tendo seus direitos cessados. E até o momento não obtivemos informações qual o motivo que levou a gerencia da agência tomar esta medida, não sabemos se a agência esta acompanhando o recesso administrativo decretado pelo prefeito Sancler Ferreira onde desde o dia 1º de Julho o serviço público municipal encontra-se de recesso por isso a suspensão dos exames ou se há algum motivo de ordem superior, haja vista, ao grande numero de CNH’s que estão sendo expedidas em Tucuruí.

Jaqueira centenária símbolo do bairro vai ao chão






No início da tarde desta terça-feira (26), os moradores do bairro da Jaqueira, sofreram a cada machadada que a centenária Jaqueira símbolo do bairro recebia pelos homens do Corpo de Bombeiros Militar de Tucuruí.

Após esgotada uma grande movimentação pela não derrubada do símbolo máximo do bairro, o resultado foi a retirada da Jaqueira, que há anos fazia a proteção do forte sol de nossa região do prédio da Escola Municipal de Ensino Infantil “Padre Pedro Hermans”.

A derrubada foi necessária após o resultado do exame pelos engenheiros ambientais, que constataram o enfraquecimento da estrutura da Jaqueira, com isso, colocando em risco as centenas de crianças que estudam na escola onde poderia ocorrer a qualquer momento uma queda em cima do prédio.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Big Brother Tucuruí no Hospital Regional


Foram instaladas em todas as salas do Hospital Regional de Tucuruí câmeras de monitoramento de segurança, um volume de investimento para um serviço que não é prioridade para o hospital, que ainda encontrasse com muitas dificuldades estruturais, como por exemplo, o serviço de esgoto que encontra-se completamente comprometido, mais enquanto isso a direção resolveu deixar a “bosta” vazar pelo entorno do prédio e priorizou a colocação de câmeras para observar o que os funcionários e os pacientes estão fazendo, é importante que esta denuncia chega a direção dos direitos humanos, até porque o paciente não pode ter sua privacidade monitorada.

Mas por outro lado ganha uma internação monitorada pelas câmeras do BBHRT quem adivinhar qual foi à empresa que realizou esta empreitada com um lucro bem pomposo, uma dica começa com a primeira letra do alfabeto.

Tucuruí ganhou novo ramo de negócios Matel

Prédio na esquina da Rua Siqueira Campos com a Rua da Bica

Letreiros anunciam em via pública SEXO R$ 11,00 MATEL no prédio próprio dos funcionários públicos do município

Sede própria da Associação dos Funcionários Públicos do Município de Tucuruí, após muitos anos de desativada para obras de reconstrução, abandonada virou local de "gozação" literalmente.

Falta de participação inviabilizou audiência pública do PPA da região do Lago de Tucuruí

Fotos Wellington Hugles
Sérgio Bacury realizou a explanação do PPA e OGE para os presentes na audiência
Pouca participação inviabilizou a audiência do PPA
O secretário Sérgio Bacury, realizando o encerramento da audiência em Tucuruí

Aconteceu nesta quarta-feira (20), em Tucuruí audiência pública pelo governo do estado do Pará através da Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças para estruturação do PPA (Plano Plurianual 2012-2015) que teve como papel definir metas e prioridades da Administração Pública, viabilizando o monitoramento e avaliação das ações de Governo. E a discursão e apresentação de propostas ao OGE - Orçamento Geral do Estado para a inclusão de programas e ações previstas para 2012, provendo recursos financeiros e discriminando as metas para o ano.

Objetivo do PPA - Organizar, sob a forma de programas, os serviços prestados à população. Definir metas e prioridades da administração pública, conferindo transparência aos objetivos e ações de governo.

Integrar planejamento, orçamento e gestão, orientando a administração pública para o cumprimento de metas e resultados.

Viabilizar o monitoramento e a avaliação das ações de governo, com parâmetros para a mensuração dos resultados dessas ações no cumprimento dos objetivos.

Metodologia - A metodologia de elaboração do PPA 2012-2015 é baseada no modelo de Gestão por Resultado, que permite organizar as ações governamentais em programas e ações de governo, a partir de uma situação-problema, demanda ou oportunidade de investimento, tornando o Plano um instrumento de gestão estratégica.

O PPA dá suporte às Leis de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e às Leis Orçamentárias Anuais (LOA), que especificam onde e como os recursos públicos são aplicados a cada ano, além de possibilitar a integração entre estes instrumentos de planejamento.

O Plano é uma construção coletiva dos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual, sob a coordenação da SEPOF.

A primeira audiência realizada pelo governo do estado foi no município de Breves compreendendo a região do Marajó contando com a presença de mais de 150 participantes, entre prefeitos, vereadores e entidades representantes das diversas classes dos municípios envolvidos.

Em Tucuruí a audiência pública tinha como meta congregar os municípios de Breu Branco, Goianésia do Pará, Itupiranga, Jacundá, Nova Ipixuna, Novo Repartimento e Tucuruí, principais municípios atingidos pela UHE Tucuruí e que compõem a região do Lago.

Mais devido à falta antecipada de divulgação nos municípios envolvidos, acarretando ainda como o período de recesso dos poderes tanto executivo como legislativo em julho, a audiência pública contou apenas com a presença de secretários municipais representando os munícipios de Tucuruí, Breu Branco e Novo Repartimento. O vice-presidente da Câmara Municipal de Tucuruí o vereador Antônio Aragão (Tabaco) foi o único representante do legislativo da região e mais 30 lideranças comunitárias e de associações de moradores apenas do município de Tucuruí.

Mesmo com a presença de 60 pessoas no auditório do Cine Roxy na Vila residencial da Eletronorte localizado a 7 km da cidade de Tucuruí. O professor Sérgio Bacury, secretário da SEPOF, apresentou por mais de 3 h as propostas das secretarias do governo do estado para investimentos nos 7 municípios da região do Lago esclareceu ainda que o governo esta prevendo investimentos no valor de R$ 487 milhões para 2012 nesta região.

A audiência pública teve como objetivo estabelecer um pacto, articulado para o desenvolvimento do Estado, e na oportunidade as pessoas puderam se manifestar e expor as necessidades de cada município.

Na oportunidade após diversas lideranças terem usado a tribuna o presidente da Liga Esportiva Municipal de Tucuruí e coordenador do Movimento Popular em Defesa da Vida e pelo Progresso de Tucuruí e Região, o jornalista Wellington Hugles enfatizou a falta de participação dos municípios de Goianésia do Pará, Itupiranga, Jacundá e Nova Ipixuna no evento. “Como podemos definir investimentos nos municípios que não estão presentes, isso é tirar o direito da garantia de desenvolvimento a estas cidade”. Esta audiência pública da forma que foi organizada e pela pequena participação popular, deveria ser transformada em uma reunião preparatória e posteriormente o governo do estado marcaria outra audiência com a presença maciça dos representantes legais e suas entidades de defesa das diversas classes dos 7 municípios do Lago. “ Aqui estamos observando que o governo não esta preocupado em ver as necessidades da região, e sim em fazer valer a garantia de anunciar que veio aos municípios escutar a população, uma balela”, disparou Hugles.

Após uma série de discursos solicitando a suspensão da audiência e a realização em outra data, com a participação efetiva dos munícipios, valeu o poder de decisão do governo que encerrou as discursões e passou para a formação da mesa de encerramento do evento, composta pelo secretário de Cultura de Novo Repartimento, o representante do legislativo de Tucuruí vereador Antônio Aragão (Tabaco), secretário Superior de Governo de Tucuruí Junior Souto e o titular da SEPOF o professor Sérgio Bacury.

O vereador Antônio Aragão (Tabaco), solicitou a construção de uma escola de formação profissionalizante em Tucuruí, com isso viabilizando a criação de mão de obra qualificada ao mercado. O secretário Junior Souto, que no ato representou o prefeito de Tucuruí Sancler Ferreira entregou uma pauta constando diversas reinvindicações para constar no PPA e no OGE, o último a usar a palavra foi o secretário Sergio Bacury afirmando que esta meta do governo na região do Lago do PPA e OGE foi cumprida e que infelizmente a secretaria não poderia realizar outra audiência nesta região como foi solicitada por diversas lideranças. Com respeito à falta de participação de prefeitos dos municípios o secretário afirmou que “ao longo dos seus quase 30 anos de serviço público, ele nunca tinha visto ou ouvido falar em recesso administrativo de administrações executivas municipais, isso inviabiliza o desenvolvimento do município e da região”. Bacury afirmou que ate o mês de dezembro as preposições poderão ser encaminhadas ao PPA e ao OGE, diretamente na secretaria ou através do site da SEPOF www.sepof.pa.gov.br, bem como os municípios deverão se articular junto aos parlamentares estaduais, pós são eles que aprovarão estas inclusões de investimentos da região. “As demandas são muitas, e os recursos escassos, mais fizemos a previsão do que realmente o governo tem de recursos para poderemos fazer durante estes 4 anos. “Não adiantar prometermos que viabilizaremos como exemplo os pedidos da Prefeitura de Tucuruí de 20 quilômetros de asfalto na cidade, recursos para a construção da Orla da Nova Matinha, construção do Hospital Municipal e mais três escolas com ginásio, etc..., isso é impossível de realizarmos, para termos condições de atender estes pedidos teríamos que ter no mínimo 20 anos de administração do governo do estado”, afirmou Bacury.

Até 31 de agosto, o PPA será encaminhado à Assembleia Legislativa do Estado, e deverá ser devolvido ao Executivo até 31 de dezembro. Após todas as etapas, no dia 2 de janeiro de 2012 o Plano começará a ser executado. (Wellington Hugles)

Ademar falou representando "A POVO"

Homicida é preso em Tucuruí

Ernildo Pinheiro Chavier, vulgo "Negão"

Está preso na seccional urbana de Tucuruí, sudeste paraense, Ernildo Pinheiro Chavier, 35 anos, mais conhecido como “Negão”. Ele é acusado de ser o responsável pela morte do comerciante Florêncio Gomes da Cunha, 67 anos, conhecido como “Seu Florêncio”. O crime aconteceu em maio deste ano. A prisão ocorreu no último dia 12.

Ernildo – que estava foragido desde o dia do crime - foi preso pelos investigadores Wilson e Lisboa. O diretor da seccional urbana de Tucuruí, delegado Carlos Magalhães conta que o acusado não ofereceu resistência à prisão, contudo, em depoimento negou a participação no crime alegando que não estava na cidade no dia do ocorrido.

“Assim que tomou conhecimento, a delegada Rosinara Abreu imediatamente começou as investigações, inclusive com a confecção do retrato falado do autor do crime que estava desaparecido. Após a oitiva de várias testemunhas e investigações minuciosas, chegou-se a autoria do delito, cometido por “Negão”. Sua prisão foi solicitada ao Juízo Criminal da Comarca e deferida em virtude das volumosas provas colhidas nos autos”, detalhou o delegado.

Para o diretor da seccional urbana de Tucuruí, “as investigações realizadas pela delegada Rosinara e sua equipe foram de vital importância na elucidação do homicídio, dando uma resposta concreta à população na elucidação dos crimes cometidos em Tucuruí”, concluiu.

terça-feira, 19 de julho de 2011

TRE-PA nega diplomação de Paulo Rocha

Com quatro votos contrários e dois favoráveis o Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), negou, esta manhã, o pedido do ex-deputado federal Paulo Rocha (PT-PA), para ser diplomado como senador da República.

Rocha, o terceiro mais votado para o Senado, teve o registro da sua candidatura indeferido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com base na Lei da Ficha Limpa. Com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de que a dita lei não tinha vigência nas eleições de 2010, Rocha pleiteou a sua diplomação para assumir o mandato hoje exercido por Marinor Brito (PSOL-PA).

O indeferimento do pedido se reporta ao fato de o TSE ainda não ter apreciado o registro da candidatura de Paulo Rocha depois da decisão do STF, tendo sido este um dos argumentos do Procurador Eleitoral para se manifestar contrariamente ao pedido.Ao lado daquele argumento, a Procuradoria alegou ainda o princípio da segurança jurídica, pois há a iminência do direito de Jader Barbalho ser reconhecido, portanto, a diplomação de Paulo Rocha deveria aguardar a decisão do STF sobre o caso.

Não me alinho a nenhum dos argumentos. A decisão do STF não precisa ser apreciada pelo TSE: ela desce diretamente ao TRE-PA, permitindo a diplomação, pois nada mais há o que a impeça.

A diplomação de Rocha não ameaçaria o princípio da segurança jurídica, pois a sua eventual, e temporária, posse no Senado, se daria na mesma circunstância em que se deu a posse da atual senadora Marinor Brito (PSOL-PA): todos os seus atos e votos teriam a mesma validade absoluta dos dela, que têm o mesmo valor de qualquer outro senador da República.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Prefeitura de Pacajá inscreve até 15 de julho para 810 vagas

Município de Pacajá vive um excelente crescimento na região

A Prefeitura de Pacajá, sudeste paraense, abriu as inscrições do concurso público para preenchimento de 810 vagas, entre cargos de todos os níveis de escolaridade. Deste total, 461 oportunidades são imediatas e 349 para formar banco reserva. De acordo com o edital de abertura, a remuneração inicial varia entre R$ 545 e R$ 6.100.

Quem possui nível fundamental pode disputar os cargos de servente, merendeira, vigia, gari, coveiro, auxiliar de serviços gerais, mensageiro, jardineiro, servente de pedreiro, motorista de veículos leves, operador de máquinas leves e operador de máquinas pesadas, motorista de veículos pesados, soldador, mecânico, operador de equipamento de sonorização, auxiliar de operador de equipamento de sonorização, microscopista e auxiliar de mecânico.

Os cargos de nível médio são de assistente administrativo, fiscal de tributos, secretária administrativa, visitador social, agente de vigilância sanitária, auxiliar de laboratório, agente de vigilância epidemiológica, regente de fanfarra, regente de escola de música, monitor de banda de música, técnico em enfermagem, técnico em higiene dental, técnico agropecuário, técnico em contabilidade, técnico em radiologia, técnico em meio ambiente, técnico em informática e professor.

Candidatos com nível superior podem fazer concurso para advogado, educador ambiental, engenheiro florestal, biólogo, engenheiro agrônomo, engenheiro civil, médico cirurgião, médico clínico geral, odontologista, enfermeiro, médico veterinário, nutricionista, assistente social, farmacêutico bioquímico, médico pediatra, médico ginecologista e obstetra, fisioterapeuta, psicólogo, psiquiatra e professor, entre outros. Os interessados podem se inscrever até 15 de julho, por meio do site www.fundacaojoaodovale.com.br, organizador do certame. O custo da taxa de inscrição varia entre R$ 35 e R$ 80.

Polícia Civil apresenta sistema de arbitramento de fiança pela internet

A novidade foi apresentada pelo diretor de Informática da Polícia Civil, Altemir Pacheco, e por profissionais da Prodepa, responsáveis pelo desenvolvimento do sistema, a cerca de 200 policiais civis no auditório central da Delegacia-Geral em Belém. Também estiveram na coordenação do evento à corregedora-geral da Polícia Civil, delegada Nilma Lima, e o delegado-geral, Nilton Atayde.

Os servidores presentes assistiram ainda a orientações prestadas por papiloscopistas do Instituto de Identificação “Enéas Martins”, da Polícia Civil, sobre o sistema de identificação civil.

A medida de inclusão do arbitramento de fiança atende às alterações geradas pela lei nº 12.403/2011 que alterou o Código do Processo Penal (CPP) nos quesitos relativos à prisão processual, à fiança, à liberdade provisória e demais medidas cautelares.

Dessa forma, o arbitramento de fiança passa a ser uma das medidas cautelares relativas à prisão a serem aplicadas com prioridade antes de o juiz decidir pela decretação da prisão preventiva.

O novo sistema está dentro do SISP, pelo qual são registrados os boletins de ocorrências e todos os demais procedimentos policiais. O sistema possibilita aos policiais civis acompanhar o andamento de procedimentos policiais via internet. “O novo sistema veio a facilitar o andamento dos procedimentos policiais de crimes afiançáveis”, salientou o delegado-geral.

O Termo de Fiança é o documento que indica que a fiança foi arbitrada pela autoridade policial e que o valor deverá ser recolhido em uma agência bancária ou posto dos Correios em até 72 horas.

O comprovante de pagamento da fiança é o DAE (Documento de Arrecadação Estadual) fornecido pela Secretaria de Estado da Fazenda ou o recibo de pagamento. Ainda, durante o encontro, o diretor de Identificação, Antônio Ricardo Paula, e José Luís Vieira, diretor da Divisão Técnica de Identificação, tiraram dúvidas sobre o uso do sistema de identificação civil, que é utilizado para acessar dados biográficos.

A Diretoria de Informática (DIME) da Polícia Civil do Pará criou um novo sistema para agilizar os procedimentos de arbitramento de fianças nas unidades policiais. Agora, por meio do Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP), os policiais civis passarão a inserir as informações do procedimento direto no sistema e receberão já pronto o Termo de Fiança.

terça-feira, 5 de julho de 2011

Três construtoras de Belém credenciadas para obra da Unacom de Tucuruí

Fotos: Wellington Hugles
Após mais de 3 horas de credenciamento, o processo licitatório foi suspenso por interposição de recurso pela empresa Fênix desabilitada da licitação da construção da Unacon de Tucuruí

Comissão de Licitação da Seop, com as empresas credenciadas ao fundo o prefeito Sancler Ferreira o presidente da CMT Zé Gomes e o secretário de Saúde Charles Tocantins

A Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop) realizou nesta terça-feira (05), a licitação na modalidade concorrência pública, para a construção da Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) do Hospital Regional de Tucuruí. O titular da Seop, Joaquim Passarinho, esteve presente durante todo o processo de licitação acompanhado pelo prefeito Sancler Ferreira, vereador presidente da Câmara Zé Gomes, o secretário de Saúde Charles Tocantins e os vereadores Antônio Aragão (Tabaco) e Jones William além de dezenas de populares que lotaram a plenária da Câmara Municipal de Tucuruí para presenciar o procedimento inédito no estado.

Através da Comissão de Licitação da Seop, impreterivelmente as 9 h, foram credenciadas três empresas para o processo licitatório, sendo observado que todas as empresas têm sede na cidade de Belém. Após um demorado processo de habilitação, a comissão acatou o pedido da empresa de construção Quadra, que cobrou a apresentação de documentos das empresas de construções Fênix e Decol, comprovando a realização de obras similares a licitada, com a utilização de 700 metros cúbicos de concreto.

As 12:30 h, após analise da comissão licitatória, foi decidido desabilitar a empresa Fênix por falta de documentação para este procedimento de licitação e negou o outro pedido de desabilitar a construtora Decol por verificar a aptidão na apresentação de seus documentos.

Em função a esta tomada de decisão da comissão. A construtora Fênix solicitou que fosse acatado seu pedido de recurso junto ao departamento jurídico da Seop, sendo aceito pelo presidente da comissão de licitação, decidindo suspender a sessão por 5 (cinco) dias para que seja analisada a interposição de recurso da construtora Fênix.

Ao final da sessão a comissão licitatória solicitou a entrega das propostas das três empresas habilitadas, que após a decisão do recurso pelo setor jurídico da Seop, a comissão convocará nova sessão para dar continuidade a este processo licitatório, com a abertura das propostas financeiras para a construção da Unacon em Tucuruí.

Esta foi à primeira licitação realiza fora de Belém. “Tradicionalmente, as licitações sempre foram abertas na sede da Seop, na capital. A partir de agora, sempre que possível, vamos fazer essa descentralização, cumprindo o desejo do governador Simão Jatene, que vê nessa iniciativa uma maneira de proporcionar maior participação das empresas sediadas no interior, gerando mais emprego ao município e, consequentemente, movimentando a economia”, esclareceu o secretário Joaquim Passarinho.

A construção ainda deve passar por projeto arquitetônico que depende da aprovação do INCA, Vigilância Sanitária e Comissão Nacional de Energia Nuclear. A partir da implantação da unidade, pacientes de Tucuruí e de vários municípios vizinhos, como Breu Branco, Novo Repartimento, Goianésia do Pará, Jacundá e Tailândia, poderão ser atendidos e tratados no Hospital Regional desde o diagnóstico até a radioterapia, que é a parte final do tratamento.

Orçada em cerca de R$ 4 milhões, a nova Unacon será construída na parte frontal da área do estacionamento do Hospital Regional de Tucuruí, e contará com equipamentos de quimioterapia, radioterapia e hematologia, para tratamento adulto e pediátrico. Segundo Joaquim Passarinho, a Unidade será mais uma referência em atendimento aos pacientes com câncer no Pará e reduzirá a demanda do Hospital Ophir Loyola, em Belém.

A Unacon faz parte do projeto Expande, do Instituto Nacional do Câncer (Inca), que tem parceria da Universidade Federal do Pará (UFPA), Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e Secretarias Municipais de Saúde. (Wellingto Hugles/Denis Aragão)

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Vereadores aprovaram redução da passagem e população aguarda a sanção do prefeito

Vereador Zé Gomes explicando aos estudantes os tramites que estão sendo tomados para aprovação da nova Lei

Mesa diretora da CMT colocou em votação o projeto de lei que reduziu a tarifa de ônibus

Quem precisou do coletivo neste fim de semana em Tucuruí foi pego de surpresa e teve de desembolsar R$ 2,25. Mesmo com a aprovação da Lei que reduziu a tarefa para R$ 2,00 pelos vereadores, a concessionária Viação Tucuruí aferiu o valor da passagem desde sábado (2), em cumprimento a Lei Nº 81/2010 sancionada pelo prefeito Sancler Ferreira em agosto de 2010, observando dois aumentos escalonados em setembro a passagem que estava R$ 1,80, passaria para R$ 2,00 e em julho de 2011 o valor passaria para R$ 2,25.

Com isso a referida lei ainda encontra-se em validade. Só após a sanção do gestor municipal e que a nova Lei Nº 33/2011 entrará em vigor com a redução da tarifa, o prefeito tem 15 dias para sancionar ou vetar, enquanto isso quem paga o ônus é a população que utiliza o serviço dos coletivos.

Legislativo – Na última quarta-feira (29), estudantes da cidade resolveram fechar a rodovia BR 422 em protesto contra a aplicação da nova tarifa do transporte coletivo. Eles impediram que os ônibus da concessionária Viação Tucuruí fizessem o trajeto Cidade/Vila Permanente.

Na oportunidade o vereador presidente da Câmara Municipal José Gomes, intermediou o pleito, e no mesmo dia decidiu com o prefeito que a administração municipal mandaria um projeto de lei da redução da tarifa e na sexta-feira (1º), os vereadores em sessão extraordinária aprovaram a Lei Nº 33/2011, reduzindo o valor da tarifa do transporte coletivo da cidade e encaminhou ao gabinete do prefeito a nova lei aprovada aguardando a sanção de Sancler. (Wellington Hugles)

População e estudantes comemoram nas galerias da Câmara a redução da tarifa