Pesquise as matérias do JT:

sábado, 31 de janeiro de 2015

Descaso Sancler Ferreira e Charles Tocantins descumprem recomendação do MPF e MPE, sendo que a Maternidade Municipal contínua dentro do Hospital Regional de Tucuruí



"Prefeito Sapeca": Desde o 1º Semestre de 2014, uma força tarefa do Ministério Público Federal e Ministério Público Estadual, realizaram uma vistoria no Hospital Regional de Tucuruí, e dentre as recomendações, foi assinado um Termo de Ajuste de Conduta, onde o “perfeito” Prefeito Sancler Ferreira, e seu assecla o Dr. Secretário de Saúde Charles Tocantins, deveriam até o dia 31 de Janeiro de 2015, retornarem com a Maternidade Municipal para o seu prédio de origem, que há 4 anos através de “esquema” político com o governador Simão Jatene, foi transferida e “colocada na marra”, dentro de uma ala do Hospital Regional de Tucuruí.

Na matéria acima, e fácil observar que o gestor de Tucuruí, não cumpre leis e não respeita nenhuma autoridade, quer seja, o Poder Legislativo, o Ministério Público ou mesmo o Judiciário.


Estaremos atentos e aguardando qual o posicionamento do procurador Federal do Ministério Público Federal em Tucuruí, e dos Senhores Promotores de Justiça do Ministério Público do Pará, através da Promotoria em Tucuruí.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Sujeira: Prefeito Sancler Ferreira aluga Usina de Asfalto de patrimônio da Prefeitura de Tucuruí por R$ 25 mil por mês


Sujeira: Prefeito Sancler Ferreira aluga Usina de Asfalto de patrimônio da Prefeitura de Tucuruí por R$ 25 mil mês, para empresa particular usinar asfalto e vender para os municípios vizinhos. Sancler está comercializando o patrimônio público como se fosse seu.
Se realmente tivemos autoridades atuantes, isso não aconteceria nesta cidade que também faz parte da Republica Federativa do Brasil.

Justiça contra as arbitrariedades e improbidade administrativa do prefeito comerciante!!!!!!!

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Desacato às leis: Prédios públicos de Tucuruí foram pintados da cor amarela, utilizado em campanha eleitoral do prefeito que se diz perfeito Sancler Ferreira


Desacato às leis: Prédios públicos de

 Tucuruí foram pintados da cor amarela, 

utilizado em campanha eleitoral  do

 prefeito que se diz perfeito Sancler 

Ferreira

Tucuruí: Após fechamento da BR 422, Superintendência do MTe do Pará vai rever a suspensão do seguro-defeso dos pescadores da região sul e sudeste do Pará











WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

Após denúncia, Superintendência do MTe decidiu suspender o acesso ao benefício do seguro-defeso na região sul e sudeste do Pará


Desde a manhã da última terça-feira (27), a Superintendência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego (MTe/Pará), com sede em Belém, decidiu suspender por tempo indeterminado, o credenciamento através da Delegacia Regional do MTe, com sede em Tucuruí, que atende os municípios da região sul e sudeste do estado, com o pedido do seguro-defeso.Com a decisão, os pedidos de seguro-defeso dos pescadores da região estão suspensos, formando imensas filas, culminando com um grande tumulto, das pessoas que se deslocaram dos municípios vizinhos à Tucuruí, como: Baião, Mocajuba, Goianésia do Pará, Tucuruí e Breu Branco, além de outros.

As filas têm se formando desde o início do ano, com pessoas que madrugavam para garantir uma vaga no credenciamento do pedido do seguro-defeso de 2015.

A regional do MTe, em Tucuruí, mesmo com todos os esforços através do seu diretor Laércio Sousa, tenta de todas as formas atender a grande demanda, mas sem condições de dar um atendimento adequado, haja vista, o número crescente dos pescadores, que reclamam os seus direitos em toda a região, é fato, que na sede da Delegacia do Trabalho de Tucuruí, o diretor Laércio Sousa, tem o auxílio de apenas uma funcionária para o atendimento desta quantidade crescente de pescadores da região.

Sem Internet - Desde o ano de 2012 a Delegacia do MTe, está sem conexão com o serviço de internet, sendo necessário que pessoas da sociedade tucuruiense, solidários as dificuldades da importante prestação dos serviços da delegacia na região, estão realizando os pagamentos dos serviços de internet particular para a manutenção da garantia ao atendimento.

Denúncia – A situação ficou ainda pior, com a denúncia formulada pelo presidente da Colônia de Pescadores de Mocajuba (Z-38), à Superintendência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego, segundo o presidente Luiz Carvalho Meireles, centenas de pessoas estavam vindo de Mocajuba, arregimentadas por um senhor de prenome “Mousar”, sendo cadastrados para receberem o benefício do governo federal, “sem nunca terem sequer entrado em uma canoa, imaginem atuarem como pescadores”, em detrimento aos pescadores que realmente têm este direito, e não tem acesso ao beneficio, inclusive, segundo o presidente, os associados à Colônia Z-38, não estão em dias, com os pagamentos de suas mensalidades junto à entidade de Mocajuba.

Máfia – O presidente denunciou ainda, a formação de uma “quadrilha” que vem atuando beneficiando pessoas com o seguro-defeso e que não são possuidores do direito.  
Segundo Luiz Meireles, existe pessoas ligadas a Colônias, Sindicatos e Associações de Pesca da região, que estão arregimentando pessoas que não tem direito ao benéfico, e de forma criminosa, credenciam documentalmente estas pessoas dando suporte à garantia do recebimento deste importante benefício federal aos trabalhadores que atuam na pesca artesanal da região.

Durante o processo fraudulento, a documentação e protocolada na delegacia MTe, pensando os funcionários que os requerentes, realmente são pescadores, dando seguimento nos procedimentos de credenciamento, e após a aprovação e liberação dos valores, que são de 4 salários mínimos, totalizando R$ 3.152,00, as pessoas que ludibriaram o MTe, são obrigados a dividirem o benefício  ao “grupo”, que segundo o presidente, têm a participação de dirigentes de sindicatos e colônias, inclusive com a cooperação de pessoas ligadas a Caixa Econômica Federal.

Após a denúncia, a Superintendência do Ministério do Trabalho e Emprego, decidiu imediatamente, suspender o cadastramento, para averiguar as informações, e estudar a realização de um recadastramento dos quase 9 mil pedidos de seguro-defeso protocolados por pescadores da Colônia Z-32 de Tucuruí (3.000), Colônia Z-53 de Breu Branco (2.800), Sindicato dos Pescadores de Tucuruí (1.000) e dos demais municípios, mais 2 mil.

Segundo informações da Delegacia do MTe de Tucuruí, a expectativa e que sejam credenciados cerca de 14 mil beneficiários, para o seguro-defeso de 2015, totalizando valores que ultrapassam mais de R$ 40 milhões, que serão injetados na economia da região.

Fechamento da BR 422 em Tucuruí – As famílias dos pescadores da região, que estavam há dias na fila, esperando para o cadastramento na frente da Delegacia Regional do MTe de Tucuruí, decidiram na manhã desta quinta-feira (29), fecharem a BR 422 na altura do KM 2, em Tucuruí, em repúdio a decisão da Superintendência do MTe.

Após mais de duas horas do fechamento da rodovia, uma reunião foi agendada em Belém, com a comissão dos manifestantes e a Superintendência do MTe, para discutirem o retorno do cadastramento do seguro-defeso.

Orlando Dias, 59 anos, morador no município de Mocajuba, afirmou estar desde sábado (24), em Tucuruí, em busca de dar entrada em sua documentação para requerer o seu seguro, mas por sorte quando estava chegando sua vez na terça-feira (27), foi surpreendido com a notícia da suspensão do cadastramento, “sempre trabalhei na pesca, e não tenho condições de manter-me nesse período de proibição da pesca, mas não aceito que pessoas que não tem direito sejam beneficiadas, e nós que vivemos da pesca sejamos prejudicados”.

O pescador mocajubense, também informou que o presidente da Colônia de Mocajuba Luiz Meireles, estava forçando que os associados pagassem a anuidade da Colônia, para poder ter acesso ao seguro, “por isso, é que viemos atrás dos nossos direitos sem intermediários, aqui na Delegacia do MTe, em Tucuruí”, disparou Dias.


Reunião - A Superintendência do Ministério do Trabalho e Emprego vai receber uma comissão dos manifestantes na manhã desta sexta-feira (30), na sede regional em Belém, para tentar compor um acordo, para dar continuidade no pedido do seguro-defeso dos pescadores da região sul e sudeste do Pará.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Incompetência: “Russo” suspende o início do ano letivo dos estudantes de Goianésia do Pará por tempo indeterminado


 "Russo" e "Russinho" a dupla dinâmica de Goianésia do Pará
 "Russinho" no momento da entrega do ônibus para os universitários
 O ônibus dos universitários foi parar na garaegm por consumir muito combustivel

 O ônibus superlotado que prestava o serviço de transporte escolar


Sem placas, licenciamento atrasado, sem faróis e com a manutenção atrasada, o micro-ônibus do Programa Federal Caminho da Escola, em Tucuruí realiza com precariedades e insegurança o transporte dos estudantes universitários

WELLINGTON HUGLES
De Goianésia do Pará
Foto: Wellington Hugles

A novela do “calote” dos prestadores dos serviços de transporte escolar parece não ter fim, mesmo após uma grande reunião realizada no último dia 13, provocada pelo vereador da cidade José Ernesto (PHS), com a Promotora de Justiça Francisca Suênia Fernandes de Sá, que contou com a presença de cerca de 60 pessoas, entre elas, familiares dos estudantes, além dos proprietários dos ônibus locados a municipalidade, que reclamaram à promotora, estar há meses sem receber pelo transporte escolar realizado no ano de 2014.

Ao final da reunião, a Promotora Francisca Suênia Fernandes de Sá, recomendou que o prefeito João Gomes, “Russo” e seu filho o secretário de Educação Eduardo Gomes “Russinho”, apresentassem no último dia 23, uma planilha com os valores já pagos, dos atrasados, aos proprietários dos ônibus que prestaram os serviços de transporte escolar.

Mas infelizmente, a Prefeitura não resistiu ao descumprimento da recomendação e não deu atenção a orientação da Promotoria de Justiça do Ministério Público do Pará.

Desobediente, o prefeito “Russo”, não pagou os valores atrasados aos proprietários dos ônibus que trabalharam no transporte escolar, decidindo ainda, suspender o início do ano letivo de 2015, prejudicando os mais de 9 mil alunos matriculados nas instituições de ensino municipais de Goianésia do Pará, a determinação do prefeito é por tempo indeterminado, em função a falta de condições de colocar a disposição das comunidades, tanto da zona rural como urbana, do transporte escolar, que inclusive, e dever do estado, e para isso, o Governo Federal transfere mensalmente os valores para está finalidade, mas em Goianésia do Pará, não se sabe, onde vão parar estes recursos, haja vista, os prestadores de serviços terem levado um calote em 2014, e por isso, se negam a realizar a prestação de serviços sem receberem os valores pendestes.

Fechamento da BR 155 (PA 150) - A situação dos estudantes da cidade está “russa”, os pais dos alunos tanto da zona urbana, como rural, estão organizando um ato público contra o atual “desgoverno municipal”, ameaçando realizarem uma manifestação, que poderá bloquear a BR 155, antiga PA 150, próximo a saída de Goianésia do Pará com o município de Jacundá, e também em outro ponto no trevo de acesso a Tucuruí.

Universitários - Os estudantes universitários também estão sofrendo com o descaso da gestão municipal, que mesmo tendo adquirido recentemente um ônibus novo para o transporte dos estudantes universitários à Tucuruí, suspendeu o transporte com o veículo, alegando que o ônibus consome muito combustível, colocando para realizar o transporte dos universitários um micro-ônibus do Programa Caminho da Escola do Governo Federal restringindo a quantidade de estudantes, é fato que obrigatoriamente este ônibus escolar do governo federal não pode sair da área do município, mas está sendo utilizado para o transporte de universitários para Tucuruí, denuncias dão conta que o veículo está com o licenciamento atrasado, e estrategicamente a prefeitura mandou que fossem retiradas as placas, piorando ainda, por estar com seu sistema mecânico com problemas, além de não ter faróis que possam garantir uma visualização adequada no retorno dos alunos para a cidade de Goianésia do Pará durante o horário da noite, colocando o condutor e os estudantes em risco de acidentes.

A situação de desgaste do governo municipal está calamitosa, nunca vista nos 24 anos de sua história. Nunca, nenhuma gestão municipal anterior a está, foi tão “incompetente” como a deste senhor “Russo”, afirmou o vereador José Ernesto.


Orçamento Milionário - “O prefeito fez com que a Câmara, através de seus aliados, aprovasse um orçamento para o ano de 2015 de R$ 90 milhões, e a agora não consegue explicar o porquê do “chororó” do “Russo” afirmando não ter recursos para pagar seus compromissos e credores”, disparou Ernesto. 

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Dupla comemoração de aniversário de Marco Aurélio e “Toninho da Amada”

 Marco Aurélio comemora seu aniversário nesta terça-feira (27) e "Toninho da Amada" vai trocar idade no próximo dia 6 de fevereiro, mas a comemoração dupla de níver vai ocorrer neste sábado (31) na Fazenda Nossa Senhora Aparecida
"Toninho da Amada" ladeado com seu filho Junior

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

Quem está no berço nesta terça-feira (27), é o amigo Marco Aurélio, pessoa de grande competência na área da medicina, atuando com afinco e responsabilidade como médico anestesista em nossa cidade.

Marco Aurélio destaca-se pela simplicidade e o carisma espontâneo, pessoa que sempre transmiti alegria aos seus familiares e amigos, estará recebendo uma pequena homenagem na noite desta terça-feira, organizado pelos familiares e amigos, que aproveitam esta oportunidade para desejar-lhe muitos anos de vida, mais sucesso, e que seus sonhos sempre se tornem realidade, e que Nosso Senhor Jesus Cristo esteja a cada dia, guiando seus passos, e abençoando sua vida, para sempre promover o atendimento dos seus pacientes, garantindo-lhe sempre saúde e paz.

Também estará trocando idade no próximo dia 6 de fevereiro, o grande amigo Antônio, conhecido popularmente como “Toninho da Amada”, pessoa trabalhadora e de uma alegria que empolga a todos que convivem ao seu lado.

Destaca-se, por ser um excelente marido, pai e amigo de todas as horas, e ao longo de sua vida construiu um império de grandes amigos e admiradores, que juntamente com seus familiares estarão promovendo uma dupla festa de seu aniversário, juntamente com o níver de Marco Aurélio.


O arrasta-pé ocorrerá no próximo dia 6 de Fevereiro, com local ainda a ser confirmado.

O empresário Elsk Ferreira deseja aos amigos Marco Aurélio e “Toninho da Amada”, feliz aniversário, coroado de felicidades em suas vidas e sucesso nas suas empreitadas. 

“Concurso” Público de Tucuruí: Daqui a pouco matéria exclusiva do concurso “familitário” que beneficiou parentes do prefeito Sancler Ferreira

Sancler Ferreira:"acho que foi apenas um, ou uns, quem sabe dois, sei lá"

Mais uma “presepada” do prefeito “Russo” de Goianésia do Pará. Aguardem!!!!

Prefeito João Gomes "Russo"

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Advogados de Tucuruí realizam manifestação de protesto pela morte de Jakson





WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

As subseções paraenses da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) fizeram, na tarde desta segunda-feira (26), atos contra a violência e impunidade, em razão da morte do Presidente da OAB de Parauapebas, Jakson Sousa da Silva, assassinado no último sábado (24), em Manaus (AM).

Em Tucuruí, sudeste do estado, muitos advogados estavam enlutados e participaram do ato público em frente à sede da OAB de Tucuruí, localizado na Avenida 7 de Setembro, centro de Tucuruí.

Historicamente a classe dos advogados é a que mais sofrem represálias em função ao exercício da função na defesa dos interesses dos seus clientes e da população, segundo levantamento recente, nos últimos quatro anos, oito advogados foram mortos no Pará, entre eles George Antônio Machado, executado com três tiros, em Marabá e Dácio Antonio Gonçalves Cunha, 42 anos, também morto a tiros em Parauapebas, em 2013.

Para o presidente da OAB de Tucuruí Marcello Barreto, “esta situação vem preocupando a classe, que vem tendo perdas imensas de operadores do direito, inclusive, a nossa região é a que mais vem sofrendo com estes atentados e mortes. Esperamos que com este nosso grito de socorro unificado em todo o Pará, os nossos governantes olhem com maior atenção a falta de segurança que assola a região e o estado”.


Muitos advogados estiveram presentes na sede da OAB para levar o apoio a esta luta, estando enlutados pela perda de um grande advogado e presidente da OAB de Parauapebas Jakson Sousa da Silva, uma faixa preta demostrando que a classe esta de luto foi colocada na entrada da sede.

Imprudência: Colisão causa morte de casal em Goianésia do Pará


Francisco Santana Santiago, 33 anos
Naufali Soares Cunha, 29 anos

WELLINGTON HUGLES
De Goianésia do Pará
Foto: Arquivo Pessoal

Na tarde deste domingo (25), por volta das 15 h, foi registrado um acidente fatal que vitimou um casal, que viajava com sua filha de 14 anos, que se encontra internada na UTI do Hospital Regional de Tucuruí entre a vida e a morte. O acidente ocorreu na vicinal que dá acesso ao assentamento Santa Paula, no município de Goianésia do Pará, sudeste do estado.

Um lamentável acidente ocorreu na tarde deste domingo (25), na estrada vicinal que liga a rodovia PA 150 ao assentamento Santa Paula, em Goianésia do Pará. Segundo o relato de testemunhas do acidente, a motocicleta Titan, trafega na vicinal no sentido Vila/PA 150, descendo uma das ladeiras da localidade, a moto estava sendo pilotada por Francisco Santana Santiago, 33 anos, que estava acompanhado de sua esposa Naufali Soares Cunha, 29 anos e de sua filha Mariana Cunha Santiago, de apenas 14 anos de idade.

Durante a descida a família que estava na motocicleta, foi surpreendida por um veículo de marca Pick Estrada, de cor Preta, que subia em alta velocidade na contra mão, colhendo frontalmente a motocicleta.

Com o forte e inevitável impacto, morreu instantaneamente no local Naufali Soares Cunha, 29 anos, o piloto da moto Francisco e sua filha Mariana Santiago, foram levados às pressas para o Hospital Municipal de Goianésia do Pará, como o caso era de alta complexidade e o hospital não tinha condições do atendimento, os acidentados foram transferidos para o Hospital Regional de Tucuruí.

Francisco Santana Santiago, 33 anos, ainda chegou a ser internado com vida, mas foi a óbito logo depois no Pronto Socorro do HRT, em função aos graves ferimentos sofridos com o acidente.

Sua filha Mariana Santos Santiago, passou por uma delicada cirurgia, e encontra-se internada na UTI do Hospital Regional de Tucuruí, com um quadro clínico que requer cuidados especiais.

Segundo informações, o condutor do carro Pick Estrada de cor Preta, teria abandonado o seu veículo, fugindo do local do acidente.

Os corpos do casal Francisco Santana Santiago e Naufali Soares Cunha, foram encaminhados para o IML de Tucuruí, onde passaram por necropsia, sendo liberados para que os familiares realizassem o velório.

O sepultamento está marcado para o final da manhã desta terça-feira (27), no Cemitério Público de Goianésia do Pará.

O casal deixou órfãos, além da menor de 14 anos Mariana, que se encontra internada em estado crítico na UTI do HRT, em Tucuruí, mais cinco filhos menores.


Os familiares enlutados, e toda a sociedade da cidade de Goianésia do Pará, estão se organizando para exigirem que a autoridade policial da Delegacia de Polícia Civil, tome providências urgentes para identificar o motorista que matou o casal, acabando com os sonhos e a vida desta família, e que o culpado, que fugiu inconsequentemente da responsabilidade pelo crime cometido, seja localizado, e que seja colocado atrás das grades, pelo crime de trânsito que ceifou a vida do casal.

domingo, 25 de janeiro de 2015

Transamazônica: Três mortes em acidente de caminhonete em Pacajá





WELLINGTON HUGLES
De Pacajá
Foto: Wellington Hugles

Na tarde da última quinta-feira (22), um grave acidente com uma caminhonete Triton L 200, foi registrado após 7 km do município de Pacajá seguindo em direção a Vila de Maracajá (Novo Repartimento), na BR 230 Rodovia Transamazônica, dos quatro ocupantes do veículo, três morreram na hora.
Mais um acidente fatal ocorreu por volta das 17 horas da última quinta-feira (22), na BR 230, conhecida há décadas como Rodovia Transamazônica. Segundo informações prestadas pelo Comandante do Quartel da Polícia Militar de Pacajá, Sargento Siqueira, o veículo caminhonete Triton L 200, saiu de Pacajá com destino ao assentamento Cururuí, localizado na fronteira de Pacajá e o município de Novo Repartimento, com quatro ocupantes, e na carroceria uma carga de 1000 litros de óleo diesel.

Segundo o relato do condutor do veículo João Adriano Godoy de Almeida, único sobrevivente do acidente, e que se encontra internado no Hospital Público de Pacajá, durante a viagem, um veículo tentou realizar uma ultrapassagem perigosa, foi quando o mecânico Edimar Ribeiro Campos Junior, 58 anos, que vinha na frente do lado do motorista, avistou o outro veículo em vindo em alta velocidade na direção da caminhonete, foi quando o mecânico se desesperou, e puxou o volante do veículo, com isso, a caminhonete se desgovernou, saindo da rodovia, caindo em um abismo na lateral da pista.

Com o impacto da caminhonete no fundo do abismo, morreram instantaneamente o mecânico Edimar Ribeiro Campos Junior, 58 anos, e o casal de agricultores: Ivanildo Cardoso Hungria, 38 anos e sua esposa Maria de Jesus Rodrigues Assunção, 25 anos, que estava gestante de 6 meses, todas as vítimas moravam do assentamento Cururuí.

Os corpos das vítimas foram encaminhados para a cidade de Pacajá, onde foi registrado o acidente na Delegacia de Polícia Civil, sendo autorizado pela autoridade policial, que o médico da cidade realizasse o laudo de autópsia dos corpos, sendo posteriormente liberados a funerária, que realizou os preparativos para o velório.


O sepultamento ocorreu em meio a muita consternação dos familiares e amigos, no cemitério público da cidade, na tarde da última sexta-feira (23).

Mistério: Duas mulheres foram assassinadas na Vila do Maracajá, em Novo Repartimento




 Maria Antônia Costa dos Santos, que aparentava possuir a idade entre 30 a 35, natural do estado do Maranhão

Maria do Rosário Conceição do Nascimento, 35 anos, natural do estado do Maranhão

WELLINGTON HUGLES
De Novo Repartimento
Foto: Wellington Hugles

Na madrugada deste sábado (24), o Policiamento Militar do Destacamento Avançado da Vila do Maracajá, município de Novo Repartimento, sudeste do estado, foi acionado para averiguar um duplo assassinato ocorrido na Avenida Luís Inácio da Silva, em um bar conhecido como “Cabaré da Baixinha”, um randevu que funciona como ponto de encontro de casais.

Segundo as informações preliminares, o cabaré teria funcionado até o horário permitido, fechando normalmente. Por volta das 2 h da madrugada do sábado (24), a proprietária conhecida como “Baixinha”, resolveu verificar os motivos do grande silêncio de suas “meninas”, dentro da casa comercial, foi quando se deparou com o corpo de uma de suas assistentes conhecida como Maria Antônia Costa dos Santos, que aparentava possuir a idade entre 30 a 35, natural do estado do Maranhão, estando coberta de perfurações, jogada no chão envolvida em uma possa de sangue, ao lado de um tanquinho de lavar roupa na área reservada dentro do estabelecimento.

A dona do randevu rapidamente acionou a PM, imediatamente a população da vizinhança ao ouvir os gritos de desespero de “Baixinha”, correram para o local, foi quando distante cerca de 30 metros do cabaré, no meio de um matagal, ainda na Avenida Luís Inácio da Silva, foi encontrada com varias perfurações, provavelmente de facas, outra assistente que também trabalhava na noite no “Cabaré da Baixinha”, de nome Maria do Rosário Conceição do Nascimento, 35 anos, natural do estado do Maranhão.

Uma grande movimentação se formou durante toda a madrugada na pacata Vila de Maracajá, muitas foram às especulações da possível causa do duplo assassinato, mas, a Polícia Militar acredita que o duplo homicídio, ocorreu em consequência ao latrocínio que foram vítimas as mulheres, e com certeza, as vítimas conheciam o seu, ou os seus algozes, e para evitar sua identificação às mulheres foram sacrificadas a golpe de faca.

É fato que, o faturamento da noite de trabalho de ambas as mulheres, sumiram com seus pertences, ficando mais do que caracterizado o crime de latrocínio. A primeira mulher foi assassinada ainda dentro do cabaré e a outra foi levada, e morta às margens da avenida principal da Vila de Maracajá, e seu corpo jogado dentro de um matagal.

Até o fechamento desta edição, as investigações não tiveram nenhum avanço, no sentido da elucidação do crime, que culminou com o assassinato das duas mulheres, que trabalhavam para a garantia de seus sustentos, mas tiveram está morte trágica e prematura.

Os corpos de ambas as vítimas foram removidos e encaminhados para o IML de Tucuruí, sendo realizada a necropsia pelos peritos.

O corpo de Maria do Rosário Conceição do Nascimento, foi liberado para os familiares providenciarem o funeral, mas o de Maria Antônia Costa dos Santos, ainda está aguardando a documentação legal, para que possa ser identificado o coro e liberado o féretro para sepultamento.


Segundo a PM todas as medidas estão sendo tomadas em parceria com a Polícia Civil, para elucidar este crime hediondo no menor espaço de tempo.

Daqui a pouco matéria completa do acidente com 3 vítimas fatais na Transamazônica e o desenrolar do duplo homicídio em Maracajá!!


Floresta: Jose Adão Costa recupera-se após acidente em sua casa

Jose Adão Costa recupera-se após acidente em sua casa

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Arquivo Pessoal

O empresário José Adão Costa, sócio proprietário do grupo Sistema Floresta de Comunicação, um dos mais importantes veículos de comunicação de rádio e televisão da região sudeste do estado, sofreu um acidente doméstico, quando tentava realizar um conserto no telhado da residência onde mora, na Vila Permanente, em Tucuruí, na manhã deste sábado (24).

Segundo informações, José Adão, um homem muito trabalhador, e que sempre está à frente do trabalho, ao perceber algumas goteiras no telhado, subiu na manhã deste sábado, para fazer os consertos. Infelizmente veio a ter uma queda súbita, de uma altura de aproximadamente 4 metros, consequentemente caindo em cima da escada.

Com a queda, o empresário fraturou o pulso e a bacia, sofrendo ainda um corte na cabeça. Após o atendimento médico emergencial, passado o susto, “Zé Adão”, como é carinhosamente conhecido, foi liberado, e encontra-se em repouso absoluto, em sua casa na Vila Permanente.

Graças a proteção divina, nosso amigo e confrade, está com seu quadro clínico normalizado, recuperando-se apenas das fraturas e do susto.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

SEMMA Tucuruí: Desmatamento comprovado em frente ao prédio sede, enquanto isso o Secretário André Fontana está “dormindo” preocupado só em manter o nepotismo na Prefeitura



WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

Se não fosse cômica, seria trágica, a situação de descaso e desgoverno latente na gestão pública municipal em Tucuruí. As cenas mostram que na frente do prédio sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Tucuruí – SEMMA, localizada no bairro Jardim Paraíso, está sendo palco do despejo de árvores que estão sendo desmatadas não só no bairro, mas em toda a cidade, isso é uma vergonha, sendo comprovada a falta de coragem e capacidade de trabalhar deste secretário.

Enquanto isso, o Secretário de Meio Ambiente André Fontana, que está também comandando o cargo de presidente do PPS de Tucuruí, e que se encontra licenciado do Banco do Brasil, onde é funcionário concursado.

Está preocupado, apenas em manter seu familiar, em um cargo público na Prefeitura de Tucuruí (CTTUC), não dando a mínima importância as irregularidades denunciadas pelo COMDEMA, estando diretamente mantendo o nepotismo de seu irmão, pelo poder de ser presidente do partido, com o apoio de seu amigo e cúmplice das arbitrariedades com a falta da apresentação de prestação de contas dos recursos do Fundo Municipal de Meio Ambiente, o prefeito Sancler Ferreira, segundo as denúncias formuladas pelo CONDEMA.


Nepotismo e crime, providências urgentes têm que ser tomadas pelo Ministério Público do Pará!!!!!

Projeto de Pescado: Ministro Helder Barbalho recebe comitiva de Breu Branco

Ministro Helder Barbalho recebeu a comitiva de Breu Branco através do parlamentar Miriquinho

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira (21), o Ministro da Pesca, o paraense Helder Barbalho, recebeu em Brasília, em audiência o Deputado Federal Miriquinho Batista (PT), juntamente com o prefeito de Breu Branco, Adimilson Mezzomo (PSDB) e a vereadora Rosana Loureiro (PMDB), na oportunidade foi apresentado  o “Projeto de criação de Tambaqui”, na região do Lago do Tucuruí.

O município de Breu Branco, destaca-se como o pioneiro na formatação deste importante projeto de geração de emprego, renda e subsistência, que se encontra em processo de implantação há 9 anos, inclusive, estudos técnicos de viabilidade comprovam que a espécie de peixe Tambaqui, tem uma grande viabilidade de reprodução no Lago, formado pela Hidrelétrica de Tucuruí.


Estudos demostram as expectativas, que, com a implantação do projeto de criação desse pescado na região do lago, será garantido o atendimento em média a 35 mil famílias.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Vaticano dá aval para processo de beatificação de 'santo surfista' do Rio Seminarista Guido Schaffer faleceu em 2009 enquanto surfava

 Guido Schäffer nasceu em 22 de maio de 1974, em Volta Redonda, Rio de Janeiro



Seminarista Guido Schaffer faleceu em 2009 enquanto surfava

Processo recebeu 'nada consta' da Santa Sé, solicitado em maio

Jovem médico que recebeu o chamado para o sacerdócio ao se deparar com o olhar do Beato João Paulo II durante sua visita apostólica ao Rio de Janeiro em 1991, Guido Schäffer viveu a fé cristã com a alegria da juventude. Ele foi seminarista e, nas horas de lazer, gostava de “pegar umas ondas”.

Guido Schäffer nasceu em 22 de maio de 1974, em Volta Redonda, Rio de Janeiro. Em 1998, formou-se em Medicina e, um ano depois, iniciou sua residência médica na Santa Casa de Misericórdia e o atendimento médico à população de rua com as Missionárias da Caridade. Em 2001, passou a integrar o corpo clínico da Santa Casa e a atuar na Pastoral da Saúde.

Inclinado ao sacerdócio, iniciou os estudos preparatórios no Mosteiro de São Bento em 2002 e ingressou no Seminário São José em 2008. O seu amor à Eucaristia, a sua vida de profunda oração, a sua entrega abnegada aos pobre e doentes, a sua dedicação missionária e a sua humildade em esperar o momento de receber o Sacramento da Ordem, que fortemente desejava, são traços que compõe o retrato de sua alma.

Em 1º de maio de 2009, ele faleceu, vítima de afogamento, enquanto surfava, na Praia do Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro.

Guido tinha como grande amigo o padre Jorge Luiz Neves, mais conhecido como padre Jorjão, que o acolheu com muito carinho no EJC-Paz, o grupo de jovens da paróquia Nossa Senhora da Paz. No grupo, Guido sentiu o chamado para ser padre e entrou para o Seminário. Hoje, padre Jorjão faz parte do grupo que busca a beatificação do jovem surfista. Para o sacerdote, o exemplo de vida de Guido desmente o discurso dos meios de comunicação de que a Igreja "é coisa de gente chata, triste e de idoso".


"Era um jovem normal, surfista carioca da Zona Sul, que ‘pegava onda’, falava gíria e tinha um ideal na vida. Ele namorou, ficou noivo, estudou, se formou e foi um grande médico, elogiado pelos professores de Medicina e pelos pacientes. Tinha carinho pelos simples e pobres e trabalhava com os moradores de rua. Quis ser padre, foi para o Seminário e não perdeu a alegria e a juventude e o modo de ser carioca. Ele contagiava os surfistas na praia, falava de Deus e transformava a vida de pessoas que bebiam, e deixavam de beber, e de drogados, que abandonavam as drogas. Um jovem que tocava idosos, jovens e crianças, pessoas de todas as classes. Isso fala mais que mil palavras. A Palavra de Deus não fez dele um homem careta e chato, mas um jovem de fé, alegre e de bem com a vida, que fazia feliz outras pessoas", contou.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Enchente: Moradores da lagoa do bairro Santa Isabel fecharam via central de Tucuruí em repúdio ao desgoverno da gestão Sancler Ferreira










WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

Dezenas de famílias moradoras na conhecida lagoa do bairro Santa Isabel, em Tucuruí, sudeste do Pará, foram às ruas e fecharam a Rua Lauro Sodré, via principal do comércio da cidade, em repúdio ao total descaso e desgoverno que se prolifera na Prefeitura de Tucuruí. Segundo os manifestantes, com o início do período do inverno, com as chuvas que estão caindo na região, às casas localizadas na lagoa, estão sendo inundadas pelas águas pluviais, tudo por culpa da prefeitura, que durante o ano inteiro não se preocupou em fazer a drenagem e a limpeza dos córregos que formam a lagoa do bairro, com isso, as águas ficam represadas, e trazendo transtornos irreversíveis aos moradores, que com o alagamento estão perdendo seus móveis e eletrodomésticos.

A população cansada da falta de atenção da prefeitura aos bairros da cidade, que são cortados pelos córregos dos igarapés, e principalmente a lagoa do bairro Santa Isabel, foram às ruas pedir providências urgentes, em função ao despreparo e a falta de ação da Secretaria de Obras de Tucuruí, que mesmo sabendo da aproximação do período chuvoso, não realizou nenhum trabalho de limpeza das áreas de riscos de alagamentos, com isso, como sempre, quem padece e a população, que desde o ano de 2009, acreditaram nas promessas “politiqueiras” do prefeito Sancler Ferreira, que garantiu textualmente, “farei a obra de drenagem e a canalização da lagoa Santa Isabel, inevitavelmente”, afirmou Ferreira em campanha.

É fato que por diversas vezes a prefeitura disponibilizou nos orçamentos do município, recursos para estas obras, mas nunca saíram do papel, e ninguém da prefeitura soube explicar onde foram parar os valores em dinheiro, assegurados pela Câmara de Vereadores.

Na verdade, Sancler Ferreira “competente prefeito”, conseguiu assinar convênio com o governo federal, ainda em 2009, para a macrodrenagem da lagoa, mas nunca explicou aos seus moradores, onde foram investidos estes recursos federais, sendo feito apenas o aterramento de uma das ruas, que inclusive, complicou ainda mais a concentração de águas na lagoa, colocando ainda em maior sofrimento seus moradores.

Segundo a dona de casa Nilda Silva Soares, 46 anos, “e uma vergonha uma prefeitura milionária como a de Tucuruí, estar sobre a direção de um gestor, que pelo que observamos, está se locupletando do erário público, e nada faz pelos munícipes”. Já se passaram 6 anos e a situação das promessas de obras nos bairros, ficaram apenas nos vídeos de campanha eleitoral, ou seja, maquetes de sonhos utópicos, e quem estão literalmente inundados em problemas é o povo.

Com a forte chuva da madrugada desta terça-feira (20), as águas pluviais dos diversos bairros da cidade, desceram para a lagoa da Santa Isabel, aumentando o volume no local, inundando dezenas de casas, os moradores tiveram grandes perdas de seus bens, além de ficarem expostos aos riscos de contaminação de doenças, através de animais, como cobras e ratos.

A equipe de reportagem procurou a administração municipal em busca de informações referentes à solução dos problemas que atravessam os moradores da lagoa, mas foi informada pela assessoria da prefeitura, que durante o período chuvoso nada poderá ser feiro para equacionar o problema.
Os populares atearam fogo em vários pneus no momento do fechamento das vias, sendo apagados pelo Corpo de Bombeiros, imediatamente a Prefeitura encaminhou uma retroescavadeira e duas caçambas para retirar o resto dos pneus queimados do local, mas não disponibilizou nenhuma equipe para iniciar a limpeza preventiva na lagoa, em função ao aumento das chuvas.

Segundo informações do gabinete do prefeito Sancler Ferreira, “a prefeitura não negocia com manifestantes que estejam fazendo pressão ao governo municipal e ao prefeito Sancler".