Pesquise as matérias do JT:

Carregando...

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Daqui a pouco matéria completa da dupla condenação de um parlamentar do entorno do Lago de Tucuruí!!!!!!!

Daqui a pouco matéria completa da dupla condenação de um parlamentar do entorno do Lago de Tucuruí!!!!!!!

Estamos finalizando com todas as informações necessárias para levar com êxito  a notícia aos nossos leitores.

terça-feira, 21 de julho de 2015

Sancler Ferreira: “Tucuruí é a cidade modelo no atendimento a saúde de seu povo”, segundo relato enviado ao MEC para garantir a instalação do Curso de Medicina





Acima o relatório completo encaminhado pela Prefeitura de Tucuruí ao MEC, respaldando a instalação do Curso de Medicina em Tucuruí



Aberração, mentiras e informações inverídicas, só leitos Tucuruí e detentor de 231 vagas e estão sendo disponibilizadas mais 70, que "mentira cabeluda, ou seja, de cabelo curto"!!!!!! 



WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Fonte: MEC

Quando a verdade é pura, a mentira nunca prevalece, mas em Tucuruí, o prefeito Sancler Ferreira já virou “useiro e vezeiro” destas estratégias, que de forma direta trazem complicações e comprometimentos irreversíveis a tão sofrida população da cidade de Tucuruí.

Dentro do relatório discriminativo enviado ao Ministério da Educação e Cultura, com a intenção de garantir a instalação do Curso de Medicina em nossa cidade, observem abaixo a quantidade de serviços que a gestão municipal “deveria estar realizando” à população, inclusive, só na saúde básica competência do município, Sancler Ferreira e seu assecla Charles Tocantins, afirmam termos um Hospital Municipal com 79 leitos, e a construção de outro Hospital Municipal com capacidade de mais 70 leitos, “mentira tem perna e cabelo curto”, se o MEC vir a fazer outra vistoria antes da liberação da autorização para a instalação da Faculdade de Medicina, será comprovado que não temos Hospital Municipal há mais de 3 anos, fechado para reforma, e que no último mês de junho, a Câmara de Vereadores a pedido do alcaide tucuruiense, o prefeito que mais viaja, do que faz gestão na cidade, aprovaram a privatização das obras de construção do Hospital Municipal, em valores astronômicos, que não foram informados no projeto de lei, diga-se de passagem, custarão aos cofres da PMT mais de R$ 12 milhões, que serão pagos a uma “empresa particular” com valores mensais de mais de R$ 180 mil mensais, durante 20 anos, uma aposentadoria e tanto.

Mais a frente, o alcaide Sancler Ferreira afirma no documento, que está reformando a ala da maternidade do Hospital Municipal de Tucuruí, como uma pessoa em “sã consciência”, afirma, e assina um documento gracioso que não transparece a verdade vivida pela população, haja vista, a Maternidade Municipal está há mais de cinco anos dentro de uma ala do Hospital Regional de Tucuruí, impedindo que a UNACON entre em funcionamento, por estar ocupando uma ala que está destinada para a retaguarda de leitos dos pacientes com problemas cancerígenos, que desde 2012 já poderiam estar realizando o tratamento oncológico em Tucuruí, não podendo receber este benefício por culpar exclusiva e por incompetência da gestão municipal.

É fato, que o MEC autorizou uma segunda oportunidade do município de Tucuruí vir a receber o Curso de Medicina, graças a uma grande força tarefa da bancada federal de senadores, deputados federais e estaduais, bem como, a intervenção do vice-presidente da república Michel Temer, que oportunizou ao município paraense se reabilitar junto ao MEC, para poder receber as primeiras 50 vagas do Curso de Medicina, mas, se algo for encontrado em desacordo aos requisitos necessários estabelecidos pelo MEC, perderemos definitivamente o curso, e sabemos que mentir e criar informações fictícias poderá acarretar um transtorno irreversível ao desenvolvimento econômico e educacional de nossa tão sucateada e sofrida Tucuruí, porque “mentira tem perna e cabelo curto”.



segunda-feira, 20 de julho de 2015

Breu Branco: Homem morre afogado na chácara Três Piscinas

 Mateus da Silva, 34 anos, morreu na chácara Três Piscinas, tudo leva a crer que foi por afogamento

WELLINGTON HUGLES
De Breu Branco
Foto: Divulgação

No início da noite deste domingo (19), Mateus da Silva, 34 anos, natural de Curionópolis, morador da Rua Minas Gerais, bairro Novo Horizonte, no município de Breu Branco, morreu supostamente por afogamento na chácara conhecida como Três Piscinas em Breu Branco, sudeste do Pará.

Segundo as informações prestadas pela equipe da Polícia Civil, que foi acionada pelos proprietários da chácara, por volta das 19 h foi comunicando que Mateus da Silva estava se divertindo no local conhecido como Três Piscinas e que chegou a óbito em função a afogamento.

O delegado titular de Breu Branco Rommel Silva acionou a equipe do IML de Tucuruí para realizar a remoção do féretro e sua necropsia, para que se possa chegar à causa morte.

Infelizmente um final de semana tumultuado e com um saldo negativo com muitas mortes, em toda a região do entorno do lago de Tucuruí.

As investigações para apurar a morte de Mateus da Silva já foram iniciadas e posteriormente a Polícia Civil deverá anunciar a conclusão dos trabalhos.


O corpo de Mateus da Silva passou por necropsia ainda na noite do domingo (19), e liberado aos familiares para o velório, seu sepultamento será realizado na tarde desta segunda-feira (20) no cemitério público do município de Breu Branco. 

domingo, 19 de julho de 2015

Acidente com duas vítimas fatais em Novo Repartimento







 Lucia Mendes 
Maria Mendes
WELLINGTON HUGLES
De Novo Repartimento
Foto: Wellington Hugles

Por volta das 12:30 h deste domingo (19), um grave acidente foi registrado na Rodovia Transamazônica, que liga o município de Novo Repartimento à Marabá, o condutor do veículo de marca Gol, João Carlos Marinho, após passar por uma curva que da acesso a cabeceira de uma ponte, perdeu o comando da direção do carro que caiu no igarapé, ficando o veículo totalmente submerso, sua esposa Lucia Mendes, 48 anos e sua mãe Maria Mendes, 89 anos, ambas natural da Bahia, morreram no momento da queda do veículo.

Segundo João Carlos Marinho, tudo foi muito rápido, a estrada de chão comprometeu a frenagem do carro que despencou dentro do igarapé, o condutor saiu ileso, mas a mesma sorte não tiveram sua esposa e sogra, que morreram afogadas, pressas ao veículo.

A família seguia viagem de Novo Repartimento para Marabá, onde moram na PA 150, KM 18 em Morada Nova.

O delegado Alerson Lameira, titular de Novo Repartimento, tomou todas as providências necessárias no tombamento de inquérito policial e requisitou a perícia dos corpos através do IML de Tucuruí.

Acidente com uma vítima fatal na BR 422

Registro feito momentos antes do acidente que vitimou Fernando Ribeiro dos Santos, 20 anos





WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

Após o final da micareta fora de época de Tucuruí, o Carnaré, a rodovia BR 422, foi palco de um grave acidente envolvendo uma motocicleta, que vitimou Fernando Ribeiro dos Santos, 20 anos, morador da Rua Martins, bairro Santa Mônica, além de duas moças que estão internadas no Hospital Regional de Tucuruí, correndo risco de morte.

No início da manhã deste domingo (19), um acidente fatal foi marcado na BR 422, na altura da rotatória da entrada a Vila Permanente, em Tucuruí, sudeste do estado.

A motocicleta Brós, pilotada por Fernando Ribeiro dos Santos, 20 anos, que era frentista no posto de gasolina na Rodovia Trancametá no KM 50, ao tentar executar a conversão perdeu o controle da motocicleta e bateu em um poste de iluminação pública, Fernando foi a óbito no local e as outras duas mulheres que estavam na motocicleta foram levadas as pressas para o Hospital Regional de Tucuruí, sendo que o quadro clínico de ambas requer cuidados.


Infelizmente uma festa de micareta fora de época, que mesmo estando em um retrocesso generalizado, por falta de investimento, organização e incentivo por parte da gestão municipal, acaba no seu segundo dia de folia, com um lamentável acidente fatal.

sábado, 18 de julho de 2015

Passado mais de 90 dias nenhum patrimônio de Sancler Ferreira foi encontrado pela Justiça para resguardar o desvio de mais de R$ 13 milhões dos Cofres da Prefeitura de Tucuruí



Relembre as duas Ações na Justiça Federal e Estadual:

Improbidade Administrativa: MPF pede o bloqueio dos bens de Sancler Ferreira e a perda do mandato


http://jornaldetucurui.blogspot.com.br/2015/03/improbidade-administrativa-mpf-pede-o.html

Justiça determina a quebra do sigilo fiscal, bancário e a indisponibilidade dos bens do prefeito Sancler Ferreira (PPS) e sua secretária de Finanças Sheila Vaz


http://jornaldetucurui.blogspot.com.br/2015/04/justica-determina-quebra-do-sigilo.html


MPF acusa 15 prefeitos no Pará por irregularidades com desvio de R$ 72,5 milhões


Ações foram encaminhadas à Justiça Federal durante a 1ª quinzena de julho

O Ministério Público Federal (MPF) encaminhou à Justiça na primeira quinzena de julho ações que apontam irregularidades com R$ 72,5 milhões em recursos públicos cometidas por 15 ex-prefeitos e um atual prefeito no Pará. Secretários e ex-secretários municipais envolvidos nas irregularidades também foram acusados.

As ações tratam principalmente de falta de prestações de contas, aplicações de verbas em desacordo com a legislação e desvios de dinheiro destinado à saúde, à educação e a programas sociais.

As ações civis pedem que a Justiça Federal obrigue os responsáveis a devolverem os recursos aos cofres públicos, além de pagamento de multa, e determine a suspensão dos direitos políticos dos acusados e a proibição de que eles façam contratos com o poder público. As ações criminais pedem condenações a penas que podem chegar a 12 anos de reclusão.

Os autores das ações são os procuradores da República Alan Mansur Silva, Lilian Miranda Machado, Maria Clara Barros Noleto e Meliza Alves Barbosa Pessoa e o procurador regional da República José Augusto Torres Potiguar.

Confira os detalhes de cada ação:

Ação por improbidade contra o ex-prefeito de São Caetano de Odivelas Rubens de Oliveira Barbalho por falta de prestação de contas de R$ 69.415,86 do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar repassados em 2012
Processo nº 0019308-69.2015.4.01.3900 - 5ª Vara Federal em Belém
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Acao_MPF_improbidade_PNATE_ex-prefeito_Sao_Caetano_Odivelas_PA_Rubens_de_Oliveira_Barbalho.pdf/
Acompanhamento processual:
http://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?proc=00193086920154013900&secao=PA
  
Ação por improbidade contra o ex-prefeito de São Caetano de Odivelas Rubens de Oliveira Barbalho por não prestação de contas de R$ 120.714,95 em recursos do programa Dinheiro Direto na Escola nos exercícios de 2011 e 2012
Processo nº 0019285-26.2015.4.01.3900 - 1ª Vara Federal em Belém
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Acao_MPF_improbidade_PDDE_ex-prefeito_Sao_Caetano_Odivelas_PA_Rubens_de_Oliveira_Barbalho.pdf/
Acompanhamento processual:
http://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?proc=00192852620154013900&secao=PA

Ação por improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Curralinho Miguel Pedro Pureza Santa Maria por não prestação de contas de R$ 1.172.560,00 do Programa Caminho da Escola repassados em 2011
Número processual a ser divulgado pela Justiça Federal
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Acao_MPF_improbidade_ex-prefeito_Curralinho_PA_Miguel_Pedro_Pureza_Santa_Maria.pdf/
  
Ação por improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Cametá José Waldoli Filgueira Valente por não prestação de contas referente a R$ 4.479.754,99 em recursos do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar dos exercícios de 2011 e 2012
Número processual a ser divulgado pela Justiça Federal
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Acao_MPF_improbidade_ex-prefeito_Cameta_PA_Jose_Waldoli_Valente.pdf/
  
Ação por improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Colares Ivanito Monteiro Gonçalves por irregularidades com R$ 297.509,23 em recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério em 2006
Número processual a ser divulgado pela Justiça Federal
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Acao_MPF_improbidade_ex-prefeito_Colares_PA_Ivanito_Monteiro_Goncalves.pdf/

Ação por improbidade contra a ex-prefeita de Bujaru Maria Antônia da Silva Costa por irregularidades na aplicação de R$ 95.183,63 em recursos do programa Bolsa Família em 2010 e 2011
Número processual a ser divulgado pela Justiça Federal
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Acao_MPF_improbidade_ex-prefeita_Bujaru_PA_Maria_Antonia_da_Silva_Costa.pdf/

Ação por improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Oeiras do Pará Edivaldo Nabiça Leão por não prestação de contas de R$ 471.017,80 do Programa de Proteção Social Básica em 2010 e 2011
Processo nº 0019379-71.2015.4.01.3900 - 1ª Vara Federal em Belém
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Acao_MPF_improbidade_ex-prefeito_Oeiras_do_Para_PA_Edivaldo_Nabica_Leao.pdf/
Acompanhamento processual:
http://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?proc=00193797120154013900&secao=PA
  
Ação por improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Bonito Antônio Correa Neto por não prestação de contas de R$ 81.435,73 em recursos do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar do exercício de 2012
Processo nº 0003790-27.2015.4.01.3904 - Justiça Federal em Castanhal
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Acao_MPF_improbidade_ex-prefeito_Bonito_PA_Antonio_Correa_Neto.pdf/
Acompanhamento processual:
http://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?proc=00037902720154013904&secao=CAH

Ação por improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Maracanã Agnaldo Machado dos Santos e o ex-secretário municipal de Educação Gerson Gomes Pinheiro por irregularidades com R$ 58.207.043,25 em recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e do Programa de Apoio ao Transporte Escolar de 2008 a 2011
Processo nº 0002818-57.2015.4.01.3904 - Justiça Federal em Castanhal
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Acao_MPF_improbidade_ex-prefeito_Maracana_PA_Agnaldo_Machado_dos_Santos.pdf/
Acompanhamento processual:
http://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?proc=00028185720154013904&secao=CAH


Ação por improbidade administrativa contra o prefeito de Melgaço Adiel Moura de Souza e o secretário municipal de Educação Onilson Carvalho Nascimento por irregularidades na aplicação de R$ 3.496.133,68 em recursos do Fundeb em 2010 e 2011
Processo nº 0019364-05.2015.4.01.3900 - 5ª Vara Federal em Belém
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Acao_MPF_improbidade_prefeito_Melgaco_PA_Adiel_Moura_de_Souza.pdf/
Acompanhamento processual:
http://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?proc=00193640520154013900&secao=PA 

Denúncia contra o ex-prefeito de Bonito Jamil Assad Neto por desvio de R$ 219.280,00 em recursos da repassados pela Fundação Nacional de Saúde entre 2001 e 2004
Processo nº 0003800-71.2015.4.01.3904 - Justiça Federal em Castanhal
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Denuncia_MPF_ex-prefeito_Bonito_PA_Jamil_Assad_Neto.pdf/
Acompanhamento processual:
http://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?proc=00038007120154013904&secao=CAH

Denúncia contra o ex-prefeito de Viseu Luiz Alfredo Amin Fernandes pela apropriação de R$ 1.471.325,22 em recursos repassados em 2007 pelo Ministério Saúde para estruturação de unidades de atenção especializada em saúde
Número processual a ser divulgado pela Justiça Federal
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Denuncia_MPF_ex-prefeito_Viseu_PA_Luis_Alfredo_Amim_Fernandes.pdf/
  
Denúncia contra o ex-prefeito de São Domingos do Capim Francisco Feitosa Farias por desvio de R$ 286.019,21 em recursos públicos transferidos pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome ao município para serviços de proteção social básica, no exercício de 2008, e por não prestação de contas
Número processual a ser divulgado pela Justiça Federal
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Denuncia_MPF_ex-prefeito_Sao_Domingos_do_Capim_PA_Francisco_Feitosa_Farias.pdf/

 Denúncia contra o ex-prefeito de Muaná Raimundo Martins Cunha por desvio de R$ 16.232,39 do Programa de Apoio aos Sistemas de Ensino para atendimento à Educação de Jovens e Adultos em 2006
Processo nº 0019363-20.2015.4.01.3900 - 3ª Vara Federal em Belém
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Denuncia_MPF_ex-prefeito_Muana_PA_Raimundo_Martins_Cunha.pdf/
Acompanhamento processual:
http://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?proc=00193632020154013900&secao=PA

Denúncia contra a ex-prefeita de Bom Jesus do Tocantins Luciene  Geralda Rezende Vera e a ex-secretária municipal de Educação Clautilde Borburema de Oliveira por irregularidades na aplicação de R$ 1.859.087,55 em recursos do Fundeb em 2008
Processo nº 0004154-08.2015.4.01.3901 - 1ª Vara Federal em Marabá
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Denuncia_MPF_ex-prefeita_Bom_Jesus_Tocantins_PA_Luciene_Geralda_Rezende_Veras.pdf/
Acompanhamento processual:
http://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?proc=00041540820154013901&secao=MBA

 Denúncia contra o ex-prefeito de Marituba Antônio Armando Amaral de Castro, os ex-secretários municipais de Saúde Elma Márcia Bastos de Castro e Ederson de Araújo Cardoso e a ex-tesoureira do município Nilma Quaresma Lourinho por irregularidades com R$ 107.598,24 em recursos destinados ao Programa Atenção Básica em Saúde entre os anos de 2001 a 200
Processo nº 0019116-39.2015.4.01.3900 - 3ª Vara Federal em Belém
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Denuncia_MPF_ex-prefeito_Marituba_PA_Antonio_Armando_Amaral_de_Castro.pdf/
Acompanhamento processual:
http://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?proc=00191163920154013900&secao=PA

Denúncia contra o ex-prefeito de Portel Pedro Rodrigues Barbosa, a ex-secretária municipal de Educação Rosângela Maria de Souza Fialho e o ex-presidente da comissão municipal de licitação Roberto Rodrigues Carvalho por irregularidades na aplicação de R$ 139.032,55 com recursos do Fundeb em 2008
Processo 0016279-11.2015.4.01.3900 - 3ª Vara Federal em Belém
Íntegra da ação:
http://www.prpa.mpf.mp.br/news/2015/arquivos/Denuncia_MPF_ex-prefeito_Portel_PA_Pedro_Rodrigues_Barbosa.pdf/
Acompanhamento processual:
http://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?proc=00162791120154013900&secao=PA

Ministério Público Federal no Pará
Assessoria de Comunicação
(91) 3299-0148 / 98403-9943 / 98402-2708
prpa-ascom@mpf.mp.br
www.prpa.mpf.mp.br
www.twitter.com/MPF_PA
© 2015 Microsoft Termos Privacidade e cookies Desenvolvedores Português (Brasil)


      

Tucuruí: Fiscal do Detran atropelado em operação







 Fiscal do Detran atropelado em operação

Um agente de trânsito foi atropelado por um motociclista sem habilitação e que dirigia sob o efeito de álcool, na noite do último sábado, 18. O atropelamento ocorreu às 21h30, na barreira montada pela operação da Lei Seca, do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) e da Polícia Militar, na Avenida Veridiano Cardoso, em Tucuruí, Sudeste do Estado. O condutor Juvenal José Silva desobedeceu a ordem dos fiscais para parar e atingiu o agente Antônio Hélio Alves dos Santos, que foi projetado a cerca de alguns metros de distância e bateu com a cabeça no chão, segundo descreveram as testemunhas.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Trânsito do Estado do Pará (Sindtran), preocupado com a falta de condições adequadas para o trabalho dos agentes, como barreiras plásticas que impediriam o atropelamento, ameaça que seja auspensa a fiscalização no veraneio a partir da semana que vem. "Já é o terceiro incidente envolvendo fiscais de trânsito nos últimos meses", afirma.

O agente foi socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de  Urgência (Samu) e levado inicialmente para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, mas acabou sendo transferido para o Hospital Regional de Tucuruí. O chefe da equipe se fiscalização, agente Fábio Santiago, informou que o paciente recebeu alta ao meio-dia deste domingo, 19. Exames constataram uma pequena fissura craniana, mas ele foi liberado para ficar de repouso no hotel em que está instalado. Hélio foi dispensado do trabalho para tratamento de saúde.

O condutor trazia como passageiro Paulo Sérgio Arruda, motocicleta Honda CGC 150, de placas NTC-9789. Juvenal foi submetido ao teste do bafômetro, que constatou 0,99 mg/l de álcool, confirmando que ele dirigia sob o efeito de bebida alcoólica. A Operação Verão objetiva justamente coibir motoristas de dirigirem alcoolizados. Juvenal foi apresentado na Delegacia de Tucuruí, onde foi registrado o boletim de ocorrência. Os policiais da Seccional de Tucuruí confirmaram que Juvenal permanece preso. Ele foi autuado por motivo de lesão corporal culposa, embriaguês ao volante e dirigir sem Carteira Nacional de Habilitação.

Segundo o presidente da Associação Estadual dos Agentes de Fiscalização do Detran (Agedetran/PA), agente Thiago Reis, " a agressão poderia ter sido facilmente evitada se a autarquia tivesse adquirido materiais básicos para a segurança dos agentes, como a barreira plástica de contenção. "Embora o Detran seja o segundo  maior órgão arrecadador do Pará, perdendo apenas para a Sefa, os agentes trabalham sem a mínima segurança, faltam cones, lombadas plásticas, lanternas, as viaturas estão sucateadas e em quantidade reduzida, assim como os materiais de sinalização e rádios. "

O presidente do Sindtran lembra que o governo do estado ainda não cumpriu a promessa de equiparação do risco de vida dos agentes de trânsito com os demais agentes da Segurança Pública, conforme ações o firmado no encerramento da greve, no mês passado, entre o sindicato, o chefe da Casa Civil, José Megale, o diretor do Detran, Nilton Ataíde, e o secretário de Segurança Pública, Jeannot Jansen.

"O sentimento é de tristeza e de revolta, pois o trabalhador de trânsito é penalizado pela precária estrutura da autarquia. A greve de 23 dias, encerrada em 19 de junho, buscou a valorização do trabalhador e melhorias que garantissem a segurança viária. A sociedade sofre os impactos do sucateamento e da precarização do Detran", completa o vice-presidente do Sindtran, Reyson Gibson.

Na segunda, 20, o Sindtran vai oficiar a direção do Detran para que providências urgentes sejam tomadas para garantir a segurança dos fiscais em operação de trânsito no estado. E, com o mesmo objetivo, os dirigentes da Agedetran se reúnem com a direção do Detran, no próximo dia 29.


Fonte: Jornalista Enize Vidigal - Assessoria de Imprensa 

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Aneel realiza nesta sexta leilão de 2ª linha de transmissão de Belo Monte


Será oferecido lote único com cerca de 2.550 km de linhas de transmissão.

Estão previstos investimentos de R$ 7 bilhões em obras em 5 estados.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) realizará nesta sexta-feira (17) leilão para contratação do segundo sistema de transmissão da energia a ser gerada pela hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. A disputa acontecerá na sede da BM&FBovespa, em São Paulo, a partir das 10h.

Será licitado um único lote com 2.550 km de linhas de transmissão e 7.800 MW de capacidade instalada em duas subestações conversoras.


O chamado segundo bipolo de Belo Monte vai escoar energia do rio Xingu para a região Sudeste, até o município de Nova Iguaçu (RJ).

PMDB garante a instalação do Curso de Medicina em Tucuruí


WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Divulgação

Os últimos dias foram de grande constrangimento e revolta para a população do sudeste do estado paraense, em função ao município de Tucuruí que poderia se tornar um polo de formação acadêmica no sudeste do Pará, ter virado noticiário nacional no Jornal Folha de São Paulo, no último dia 10, por não ter logrado êxito no seu credenciado junto ao MEC, não atendendo aos requisitos primordiais com base em critérios como: estrutura de serviços de saúde e carência de médicos para receber a Faculdade de Medicina.

A instalação dos cursos de medicina no Brasil está dentro do Programa Mais Médicos do governo federal, que está disponibilizando um total de 2.290 vagas, em 36 municípios sendo que Tucuruí será contemplada com 50 vagas.

Em função a uma grande movimentação popular, os representantes da população ouviram o clamor popular dos moradores do sudeste do Pará, e através da bancada federal em Brasília, interviram junto ao governo federal, culminando com uma reunião com o vice-presidente da república Michel Temer (PMDB), que solidarizou-se com os paraenses e determinou que os Ministérios da Educação e da Saúde revissem a situação da cidade de Tucuruí, e autorizasse dentro dos critérios necessários a instalação do Curso de Medicina, beneficiando 50 novos acadêmicos, e garantindo mais investimentos na região, principalmente na cidade de Tucuruí, que nos últimos 6 anos atravessa um retrocesso total, com o desaquecimento da sua economia e a falta de geração de renda e empregos.

O anúncio do reenquadramento do município de Tucuruí na garantia da instalação do Curso de Medicina, foi feito pelo Ministro Eliseu Padilha, coordenador de Articulação Política do Governo Federal, na tarde desta quinta-feira (16), em Brasília, após determinação do vice-presidente da república Michel Temer (PMDB).

Segundo o Ministério da Educação, as instituições que devem receber os cursos foram selecionadas após análise de critérios como: experiência, comprovação de capacidade econômico-financeira e proposta pedagógica.

Outros requisitos avaliados seria a oferta de bolsas para alunos de baixa renda em até 10% das vagas, além de uma quantidade mínima de leitos.

Mas infelizmente a cidade de Tucuruí está na contra mão do desenvolvimento, desde o ano de 2010, o único hospital municipal. Localizado no prédio do antigo Sesp, foi fechado para obras, e até os dias atuais não saiu da maquete, sendo transferida a maternidade municipal para dentro do Hospital Regional de Média e Alta Complexidade do Governo do Estado, ocupando uma importante ala hospitalar, que seria destinada para a instalação de leitos que serviria de retaguarda para os pacientes em tratamento oncológico. É fato, que o município de Tucuruí possui desde 2012 uma Unidade de Oncologia totalmente construída e equipada, mas não entrou em funcionamento até hoje, em função, a não está assegurada a retaguarda com leitos para a internação dos pacientes em tratamento cancerígeno.

Tudo em função ao desgoverno e o retrocesso imposto pela gestão atual, na saúde municipal de Tucuruí.

Antes, a abertura de novas vagas ocorria por iniciativa das instituições de ensino. Agora, é o governo quem indica as cidades que podem receber a graduação, com base em critérios como estrutura de serviços de saúde e carência de médicos. Após esta etapa, as instituições decidem se querem participar do edital.

Segundo informações obtidas no site do MEC, a única faculdade que se credenciou foi a Faculdade Integrada Carajás - FIC, que realizou recentemente o Concurso Público nas cidades de Salinópolis e Tucuruí, no Pará, estando envolvida em denúncias junto ao Ministério Público Estadual, por irregularidades na realização do certame.