domingo, 19 de outubro de 2014

Cheque Moradia: Famílias cadastradas denunciam “falcatruas” e uso do programa em beneficiamento do candidato à reeleição ao governo do estado





Cheque Moradia: Famílias cadastradas denunciam “falcatruas” e uso do programa em beneficiamento do candidato à reeleição ao governo do estado

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Divulgação
O Governo do Estado do Pará, através da Companhia de Habitação do Estado do Pará (COHAB), com o apoio da Secretária de Segurança Pública e Defesa Social e a parceria com a Prefeitura de Tucuruí, realizaram no último dia 21 de julho, uma solenidade simbólica de entrega de “Cheques Moradias”, que seriam disponibilizados pela COHAB as famílias de baixa renda de Tucuruí.

A cerimônia foi comandada pelo prefeito de Tucuruí Sancler Ferreira (PPS) e contou com a presença do secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, na oportunidade as famílias cadastradas lotaram o auditório do Centro de Convenções de Tucuruí, sudeste do estado, em busca deste benéfico, que seria um sonho para a realização de seus projetos.

Na oportunidade Sancler Ferreira falou da importância deste benefício, e que foi uma luta sua para estas famílias serem agraciadas com este valor de R$ 18 mil.

Mas infelizmente, o sonho se tornou um pesadelo, as famílias cadastradas no “Cheque Moradia”, denunciam que o evento foi apenas para “ludibriar” os supostos beneficiários cadastrado, e que tudo foi intencionalmente feito, para direciona os eleitores na decisão de seus votos para as eleições do último dia 5 de outubro, naquela oportunidade foi conseguido realizar o convencimento dos beneficiários, que se não votassem no atual governador e seus candidatos apoiados pelo prefeito Sancler Ferreira, os valores de R$ 18 mil, referentes a cada Cheque Moradia, não seriam liberados as famílias cadastras.

Passado 90 dias da realização da entrega oficial dos Cheques Moradias em Tucuruí, em uma  solenidade que foi bastante “badala” e “divulgada” em toda a região, dando conta da liberação de 150 cheques moradias as famílias da cidade, até os dias atuais, nenhuma família foi beneficiada com a liberação dos valores pela COHAB, causando um grande desconforto aos beneficiários cadastrados, que aguardavam com ansiedade a liberação dos valores para as melhoras em suas residências, e em muitos casos, o início da sua tão sonhada casa, tudo não passou foi de uma “mentira”, haja vista, a Prefeitura de Tucuruí ter anunciado, e até feito uma visita levando as famílias cadastradas, a um terreno, localizado na BR 422, Km 3, próximo ao novo Cemitério Público da cidade, onde seriam liberados, lotes de terras para a construção das casas dos beneficiados pelo “Cheque Moradia”, mas passado todo este período, nem os valores do Cheque Moradia foram liberados, muito menos os motes de terra foram viabilizados, sendo mais um “engodo eleitoral”, comandado pelo prefeito Sancler Ferreira, para tentar garimpar “votos de cabresto” dos beneficiários do Cheque Moradia de Tucuruí.

Equipe da prefeuitra em visita com as famílias cadastradas, em um terreno, localizado na BR 422, Km 3, próximo ao novo Cemitério Público da cidade, onde seriam liberados, lotes de terras para a construção das casas dos beneficiados pelo “Cheque Moradia”



Reunião do Cheque Moradia foi para pedir votos para Jatene 
 Na noite da última sexta-feira (17), a coordenação da Secretaria de Assistência e Ação Social da Prefeitura de Tucuruí, atendendo novamente determinação do prefeito Sancler Ferreira, realizou nova convocação extraordinária dos cadastrados no Programa Cheque Moradia, em Tucuruí, para estarem presentes as 19 h, na sede do Clube Paraíso, próximo às escadarias da Rua Santo Antônio, no bairro da Matinha, em Tucuruí. Na pauta, seria anunciado o início do repasse dos valores de R$ 18 mil, referente ao Cheque Moradia da COHAB e a liberação, com o sorteio dos lotes de terrenos as famílias cadastradas e beneficiárias.

No início da reunião, que contou com a presença de centenas de pessoas que aguardavam ansiosas, o desfecho do imbróglio, que já se estende há mais de um ano, e que desde a solenidade de entrega já se passaram mais de 90 dias, mas para a decepção geral dos presentes, o único assunto que foi tratado foi à eleição do 2º turno.

Os assessores do prefeito Sancler Ferreira, juntamente com um parlamentar municipal, tentaram convencer de todas as formas, as famílias cadastradas no Cheque Moradia, da necessidade de repetirem a dose, e votarem novamente no 2º turno no governador Simão Jatene, com risco, de se não o fizerem, perderem o direito ao benefício.

A revolta popular foi generalizada, os moradores carentes, sentiram-se usados e ludibriados, e começaram a exigir seus direitos, questionando a forma irregular que estavam direcionando o Programa do Cheque Moradia, a situação foi tensa, por sorte, naquela noite caia uma torrencial chuva com muita ventania, o que ocasionou a falta de energia no local, a população saiu da sede revolta, gritando palavras de descontentamento, ainda sendo obrigados a pegar toda a chuva no retorno aos seus bairros de origens.

A equipe de reportagem tentou ouvir a posição da equipe de Secretaria de Assistência e Ação Social, mas infelizmente seus assessores negaram-se a dar esclarecimentos, informando apenas, “que nada tinham a falar, por se tratar de um programa do governo do estado, através da COHAB”.

Uma das pessoas que trabalhava contratada no processo de cadastramento das famílias nos bairros da cidade, e que não comunga com a forma ditatorial e antidemocrática que esta sendo processada a liberação do Cheque Moradia, denunciou à equipe de reportagem a existência de relações de “peixadas” para serem beneficiados prioritariamente pelo programa, entregando duas das inúmeras relações de cadastros realizados pela equipe político eleitoral do prefeito, onde fica comprovada, a forma criminosa, que esta sendo usado este programa do governo em benefício eleitoral, inclusive, em uma das listas, existe a relação de famílias de prioridade do prefeito.


Veja a relação que foi denunciada através do esquema montado pela Prefeitura de Tucuruí com o Cheque Moradia:







IBOPE: Helder vence eleição no Pará com 52%



http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2014/10/ibope-divulga-pesquisa-de-intencao-de-voto-para-governador-do-para.html


Pesquisa Iveiga aponta vitória de Helder com 53,7% no próximo domingo 26 de Outubro!!!!!


sábado, 18 de outubro de 2014

Moon Night Celebration: A festa do ano, inesquecível e imperdível, e hoje (18) a partir das 19 h, no Trapiche Bar e Chalés, travessia de voadeira até o sol raiar!!!!!!

video



Não fique de fora do maior encontro de Dj’s da região, com os sons eletrizantes, decoração temática com telão e piscina, wifi livre, além de total segurança.

O Moon Nihght Celebrationa será neste sábado (18), a partir das 19 h, no Trapiche Bar e Chalés, localizado as margens do Rio Tocantins no Breu Branco, lanchas estarão realizando o transporte pelo valor de R$ 6,00 (ida e volta), saindo do flutuante no Cais de Tucuruí, até o sol raiar.

Venham curtir momentos inesquecíveis, com iluminação de ponta e as músicas que marcaram sua vida, em um local ecológico as margens do rio Tocantins, venha e traga seus convidados a festa só terminará após a saída do último convidado!!!!


Últimos lotes de ingressos a venda!!!

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Polícia coloca na cadeia homem que estuprou e matou mulher em Jacundá

"Thiaguinho" confessou a autoria do estupro seguido de morte da mulher em Jacundá


WELLINGTON HUGLES
De Jacundá
Foto: Wellington Hugles

No final da manhã desta sexta-feira (17), os militares da 18ª Companhia de Polícia Militar do Pará, com sede na cidade de Jacundá, sudeste do estado, conseguiram capturar o nacional de prenome “Tiaguinho”, 21 anos, que trabalha como “chapa”, no carregamento de caminhões carvoeiros na região, e que durante a madrugada desta sexta-feira, após sair de uma festa que ocorria na localidade do Pitinga, distante cerca de 20 km do centro de Jacundá, na oportunidade deu carona em sua motocicleta a vítima Leudimar Pereira da Silva, 29 anos, natural da cidade de Florianópolis, estado de Goiás, que recentemente estava residindo em Jacundá.

Segundo informações das pessoas que estavam na festa, Leudimar Silva, também estava se divertindo na festa na estrada do Pitinga, e antes do final do evento, o assassino “Tiaguinho”, teria oferecido carona para a vítima até sua residência em sua motocicleta, sendo aceita por Leudimar, mas que nunca poderia ter imaginado que seria a última viagem de sua vida, desde que o casal saiu da festa na motocicleta não se teve mais informações da vítima.

Por volta das 8 h da manhã, os moradores da estrada do Pitinga, acionaram a PM e comunicaram que teriam encontrado o corpo de uma mulher despida, e com o crânio estourado as margens daquela estrada.

Após uma rápida investigação, foi identificado sendo o corpo da mulher Leudimar Pereira da Silva, e que “Tiaguinho” teria sido a última pessoa vista com a vítima, sendo feito o cerco para sua captura.

Por volta das 15 h, o comandante do 18ª Companhia da PM de Jacundá, Capitão Rogério, com o apoio de diversas guarnições através dos Cabos: Valdemir e A. Neto, juntamente com os Soldados: Freitas, Duarte, Netão, Orlando e Lourenço, se dirigiram a localidade Vicinal Moura Madeira, distante 40 Km de Jacundá e adentrando 15 km em um ramal, e ao chegarem ao local identificaram o nacional “Tiaguinho”, que após sua prisão confessou o crime.

Segundo os militares, “Tiaguinho” ainda estava com o sangue da vítima no corpo, o assassino confesso, disse que estava completamente drogado, e que nada se lembra do que fez, mas recorda que “convidou a vítima para sair com ele, e após ter mantido por várias horas atos sexuais, não sabe mais o que fez”.

Leudimar Pereira da Silva, 29 anos, foi estuprada de várias formas, e após o uso do seu corpo tarada e criminosa, foi assassinada com um pontilhão de madeira, com uma certeira paulada em sua cabeça, que lhe rachou o crânio, levando a morte instantânea.
Os PMs levaram o estuprador e assassino confesso “Tiaguinho” para a Delegacia de Jacundá, e sendo apresentado ao delegado Sérgio Máximo, que autuou “Tiaguinho” pelos crimes de estupro, seguindo de morte, tombado o flagrante delito, sendo pedida sua prisão e transferência para o sistema penal do estado.

Populares se concentraram na porta da delegacia no final da tarde, e por varias vezes tentou-se invadir a especializada, para fazerem justiça pelas próprias mãos, à tensão foi grande, e em vários momentos houve a possibilidade da destruição da delegacia e a tentativa de atearem fogo no prédio, mas foram contidos como a chegada do reforço da guarnição de PMs, que garantiram a manutenção do prédio público e a integridade física do assassino.


Até o fechamento desta edição, o estuprado e assassino “Tiaguinho”, ainda não tinha sido transferido para uma das Casas de Detenção, em Tucuruí ou Marabá.