Pesquise as matérias do JT:

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Esclarecimento: PELO BEM E PELA TRANSPARÊNCIA DOS FATOS, RESOLVEMOS AGUARDAR ESCLARECIMENTOS, COM REFERÊNCIA À PARTICIPAÇÃO DE RAFAEL SOUZA NESTA TRAMA QUE CULMINOU COM O ASSASSINATO DE CÉLIO SANTOS, HAJA VISTA, A INFORMAÇÃO RECENTE PRESTADA POR ELE, QUE NÃO ESTAVA NO CARRO NO MOMENTO DA PERSEGUIÇÃO


Rafael Souza se declara inocente em depoimento a autoridade policial, e afirma não ter qualquer envolvimento com o latrocínio que culminou com o assassinato de Célio Santos. 




PELO BEM E PELA TRANSPARÊNCIA DOS FATOS, RESOLVEMOS AGUARDAR ESCLARECIMENTOS, COM REFERÊNCIA À PARTICIPAÇÃO DE RAFAEL NESTA TRAMA QUE CULMINOU COM O ASSASSINATO DE CÉLIO SANTOS, HAJA VISTA, A INFORMAÇÃO RECENTE PRESTADA POR ELE, QUE NÃO ESTAVA NO CARRO NO MOMENTO DA PERSEGUIÇÃO. 


Acompanhe seu desabafo!!!!

Como noticiamos com destaque a morte e logo após a detenção dos suspeitos do latrocínio ocorrido em Altamira na tarde do sábado (23), passamos a noticiar as declarações de um dos jovens que foi detido e após depoimento foi liberado por não ter envolvimento com a morte de Célio Santos.

Rafael Souza se declara inocente em depoimento a autoridade policial, afirmando a autoridade policial, que "estava na hora errada, na companhia da pessoa errada". 
Segundo Rafael, ele estava em sua residência, quando o seu amigo que estudava junto com ele, chegou e o convidou para dar um passeio na noite do domingo (24), ambos foram até o posto abastecer o veículo fruto do latrocínio, e logo após houve a identificação do veículo pela PM e começou a perseguição, que culminou com a detenção dos dois jovens para esclarecimentos, “durante esta perseguição, eu Rafael, nada sabia o que estava ocorrendo”.

Rafael Souza, afirmou que caiu nesta história de "laranja", pois, todos que o conhecem, sabem que ele e um adolescente de boa índole, inclusive evangélico.

"Sei que errei de estar em companhia de uma pessoa suspeita por um crime, mais estava, e estou inocente nisso, infelizmente assim como eu, ninguém acreditava que ele poderia estar envolvido com uma situação destas, jamais soube do ocorrido, antes de chegar à delegacia, nesta noite sai com ele, assim como saio com diversos outros amigos e conhecidos, sem maldade ou preocupação, haja vista, ter consciência que ele e uma pessoa de boa família da cidade".

É fato, que esta história, marcou negativamente minha vida, mas tenho a minha consciência tranquila, que nada devo as leis dos homens e principalmente as Leis de Deus, peço apenas que meus amigos, familiares e a sociedade tucuruiense, entenda minha situação e não me crucifiquem ou me condenem como ocorreu nas redes sociais, sem antes saberem a verdade.



O jovem Rafael emocionando pediu a proteção a Deus e a consideração de todos, afirmando que jamais faria algo que viesse contra as leis de Deus.

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Breu Branco: Prefeitura sitiada pelos professores em busca de qualidade de trabalho e salários










WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foro: Wellington Hugles

Desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (25), os professores através do Sintepp de Breu Branco, estão em manifestação na porta da sede administrativa da Prefeitura de Breu Branco, em busca d soluções urgentes do prefeito Adimilson Mezzomo, segundo os professores, não vem cumprindo com as determinações judicias de reajuste dos salários dos professores, além de não atender ao reajuste anual dos salários, além de não garantir uma qualidade digna para o atendimento aos alunos, nas escolas que estão sucateadas, sem condições de que os professores possam ministrar aulas aos alunos, em função ao sucateamento das escolas e a colocação de um transporte escolar com ônibus e caminhonetes velhas e caindo aos pedaços, para  atenderem aos alunos da zona urbana e rural, que parecem mais carros de transporte de animais.

Até o fechamento desta edição, nenhuma autoridade da municipalidade atendeu aos professores, e que segundo o Chefe de Gabinete Mario Reis, o prefeito Adimilson Mezzomo estava viajando, os manifestantes prometem ficarem em vigília na frente da prefeitura até que Adimilsom Mezzomo faça algo pelos professores e alunos de Breu Branco, por que segundo as lideranças do Sintepp, “dinheiro têm, só não se sabe onde vai parar”.


Latrocínio: Preso os dois adolescentes suspeitos de matar o funcionário da CCBM Célio Santos, em Altamira


Célio Santos assassinado em Altamira


 Os dois adolescentes apreendidos no KM 15 da rodovia Transcametá, com o carro de Célio Santos assassinado em Altamira




Autoridade Policial deverá liberar os menores, por falta de acolhimento em Tucuruí

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Divulgação

Na madrugada desta segunda-feira (25), após a atuação de uma força tarefa que investigava o latrocínio ocorrido na tarde do último sábado (23), que culminou com o assassinato do tucuruiense Célio Santos, que trabalhava na empresa CCBM, em Altamira, que teve o seu veículo Saveiro Cross, de cor Branca, de placas MPQ 5982 roubado.

Os dois menores suspeitos do crime foram presos no KM 15, que liga Cametá a Tucuruí, segundo as investigações, um dos menores foi visto por último na companha da vítima, sendo procurado e não encontrado em Altamira, seu celular estava desligado, logo após foi denunciado que o veículo com as mesmas descrições tinha passado pelo portão principal de saída da Vila Permanente as 23 h deste domingo, e após muita perseguição pela GU da PM comandada pelo Sargento Osvaldo, Cabo Ivaldicelio e Soldados Santana, Melo e Rebelo, conseguiram capturar os dois suspeitos com o veículo fruto do latrocínio ocorrido em Altamira, no KM 15 da Transcametá, sentido Cametá.

A equipe da GU apresentou os menores à autoridade policial de Tucuruí, durante a madrugada desta segunda-feira, que após serem ouvidos pela delegada plantonista, sem condições de mantê-los na sede da seccional, a delegada deve decidir pela liberação dos adolescentes suspeitos, para responderem pelo suposto crime em liberdade, por falta de um acolhimento em Tucuruí.

Os familiares, amigos e a população de modo geral, estão revoltadíssimos com a postura tomada pela delegada plantonista da Seccional de Tucuruí, e pedem que seja revista a decisão da autoridade policial, e que envie ao Ministério Público os menores para que sejam acolhidos em caráter de urgência, no Centro de Reabilitação de Menores, em Marabá, até que acusações imputadas aos menores sejam apuradas.

Já foram acionados, a Delegacia Geral da Polícia Civil, o comando Geral da PM e até o Secretário de Segurança do Estado, para que os adolescentes sejam acolhidos em Marabá, segundo a PM, ambos os adolescentes possuem muitas passagens pela polícia, e são contumazes na prática de conflitos com as leis, e neste momento precisam passar por uma correção, tendo os fatos ora imputados aos adolescentes, como suspeita de latrocínio, serem muito graves, e impossíveis do convívio em sociedade.

O clamor popular exige justiça, e que as autoridades se posicionem de forma coerente, haja vista, a perda de um ente querido da sociedade de Tucuruí, que infelizmente, em função a falta de um governo municipal em Tucuruí, capaz de garantir a geração de emprego aos seus munícipes, muitos vão à busca do sustento dos seus familiares em outras cidades e estados, assim foi o caso de Célio Santos, que saiu do convívio de seus familiares com suas próprias pernas, e retornou em um caixão.

Segundo as informações preliminares, um dos adolescentes acusados, e filho de um funcionário de uma empresa multinacional sediada em Breu Branco e o outro e irmão de um policial militar.

sábado, 23 de maio de 2015

Altamira: Tucuruiense e morto ao reagir a assalto



Célio Santos, 32 anos

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Arquivo Facebook
O funcionário do CCBM Célio Santos, 32 anos, foi morto no final da tarde, após ter sofrido um assalto em Altamira.

Célio era uma pessoa muito conhecida e de um grande circulo de amizade em Tucuruí, filho da terra, ele estava trabalhando em Altamira na construção da Hidrelétrica de Belo Monte, em função ao descaso e o desgoverno que atravessa a cidade de Tucuruí, que acabou com as expectativas de empregos na cidade, com isso, sem opção os filhos desta tão sofrida cidade, são obrigados a ir à busca de oportunidades em outras cidades para garantir a manutenção de seus familiares.

É infelizmente, no final da tarde deste sábado (23), Célio Santos foi assassinado ao reagir a um assalto, os meliantes ainda levaram o carro de Célio.


Pêsames a família enlutada, e os sinceros sentimentos a perda deste grande e querido amigo!!!!

Promoção de Verão da Academia Podium - Musculação e Box Recreativo apenas R$ 99,00 ao mês !!!!


A Academia Podium Fitness traz para você uma Super PROMOÇÃO DE VERÃO - Musculação e Boxe Recreativo por apenas R$ 99,00 - Corra e Faça sua inscrição - (promoção por tempo limitado)
Horários e Dias do Boxe Recreativo: De Segunda a Sexta, das: 06:30h ás 07:30h / 15:00h ás 16:00h / 16:00h ás 17:00h / 18:00h ás 19:00h / 19:00h ás 20:00h.

Musculação: de Segunda a Sextas das: 06:00h ás 22:00h.

“Thiaguinho” segunda vítima do baleamento ocorrido no “corre água”

“Thiaguinho” segunda vítima do baleamento ocorrido no “corre água” foi a óbito as 19 h deste sábado (23)

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Arquivo

Morreu o nacional Tharlyson Vieira, conhecido como "Thiaguinho", coincidentemente foi baleado na madrugada em que completou 23 anos de idade, sendo a segunda vítima do atentado ocorrido na madrugada deste sábado (23), na Rua Assis de Vasconcelos, conhecido “corre água”, o a primeira vítima Donizete da Silva, vulgo “Dondon” morreu ainda no local e a segunda vítima o nacional “Thiaguinho”, foi levado ao Hospital Regional de Tucuruí, morrendo por volta das 19 h, em função, as complicações ocasionadas pelos graves ferimentos sofridos à bala, que ocasionou entre outras, traumatismo craniano.

O corpo vai passar por necropsia no IML de Tucuruí, e logo após, liberado aos familiares para os funerais.

“Dondon” tomba a tiros no “corre água”


 Donizete Silva, vulgo “Dondon”, executado a tiros no "corre água"

A outra vítima “Thiaguinho” entre a vida e a morte no HRT

                                                         WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

O nacional Donizete Silva, vulgo “Dondon”, foi executado no inicio da madrugada deste sábado (23), na Rua Assis de Vasconcelos, conhecida popularmente como “corre água”, no bairro da Matinha, em Tucuruí, sudeste do estado, outro homem que estava em sua companhia, de prenome “Thiaguinho” também foi baleado, sua situação é crítica, haja vista, os tiros terem acertado sua cabeça, inclusive no local do crime, foi removido pela equipe do IML massa cefálica da vítima, que está internado no Hospital Regional de Tucuruí entre a vida e a morte.

Segundo informações da PM, “Dondon” era conhecidíssimo da polícia com muitas passagens pela Seccional, em função a um rosário de práticas delituosas, por isso, suspeita-se que houve acerto de contas, que culminou com a sua execução.

Na madrugada a GU da PM foi acionada, mas o silêncio impera em volta a morte de “Dondon”, a Polícia Civil de Tucuruí, já deu início às investigações para tentar elucidar o crime.

O corpo de Donizete da Silva “Dondon” foi removido para o IML de Tucuruí, onde passou por necropsia, sendo liberado aos familiares para os funerais.


“Thiaguinho” foi levado pelo SAMU 192 ao HRT, e passa por atendimento médico especializado, tudo está seno feito para a manutenção de sua vida.

Morte de estudante chocou a população Breu Branco




A estudante morta com um tiro de espingarda Janycleia Monteiro Lima, 14 anos 
Assassino vulgo "Edson", foragido da Polícia

Breu Branco: Menor e morta com tiro de espingarda calibre 20

WELLINGTON HUGLES
De Breu Branco
Foto: Wellington Hugles

A menor Janycleia Monteiro Lima, 14 anos, foi morta no final da tarde desta sexta-feira (22), em Breu Branco, sudeste paraense, o autor foi identificado como “Edson”, que se evadiu após cometer o crime.

Segundo informações prestadas pela equipe da PM, a estudante da escola Gonçalo Vieira, Janycleia Monteiro Lima, conhecida entre seus amigos como “Cleia”, estava morando de aluguel em um kit net, localizado na Rua Leonina Barroso, no bairro Liberdade em Breu Branco.

Findo o contrato de locação, com a entrega da chave do imóvel ao proprietário conhecido pela acunha de “Edson”, o mesmo foi realizar a vistoria ao kit net, e verificou que a bomba d'água estava queimada, procurando a estudante “Cleia”, exigindo que a menor pagasse pelo prejuízo da bomba d'água danificada.

Com os ânimos alterados durante a discussão, o proprietário do kit net “Edson”, já com má intenção, pois, estava de posse de uma arma espingarda calibre 20 polegadas, não exitando em apontar a estudante, que ainda tentou colocar a mão na direção da arma, disparado um tiro certeiro no peito da jovem, que morreu instantaneamente no local.

Após o crime, o nacional “Edson”, fugiu do local. A PM foi acionada e isolou a área até a chegada da autoridade da Polícia Civil, que acionou o IML de Tucuruí, para a remoção do cadáver, que passou por perícia, e logo após liberado para os funerais pelos familiares.


O delegado de Breu Branco Rommel Souza, já deu início às investigações, com a procura do suspeito de ter assassinado a sangue frio a estudante, para isso, qualquer informação que leve ao paradeiro do nacional conhecido pela acunha de “Edson” pode ser prestada através do fone 190. 

quinta-feira, 21 de maio de 2015

1ª Ação Comunitária de Hipertensão "a orientação faz toda diferença"


1ª Ação Comunitária de Hipertensão "a orientação faz toda diferença"

Os Alunos de Enfermagem da Turma 01-2014 da Gamaliel proporcionam um sábado de muita saúde.

Os alunos do Curso de Enfermagem da Faculdade Gamaliel, estarão realizando a sua 1ª Ação de Atendimento à Comunidade, que ocorrerá na Praça do Rotary, nesse sábado (23), com início as 8 h, tendo como público alvo mulheres acima de 35 anos.

O evento contará com a realização de Palestras de Orientação à Saúde, Verificação de Pressão Arterial, Teste de Glicemia, Rolagem Sanguínea e orientações sobre Doação de Sangue, todos gratuitos, com a orientação professora Katrine Consoli.

Os Alunos do Curso de Enfermagem convidam a população para participarem deste evento de vital importância para todos.

terça-feira, 19 de maio de 2015

Ministro Helder anunciou a implantação da Superintendência Regional do MPA em Marabá

 
                                                              WELLINGTON HUGLES
De Marabá
Foto: Divulgação

O ministro da Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho esteve, na última quinta-feira (15), em Marabá, no Pará.

Na visita, Helder e comitiva, se dirigiu as instalações da Colônia Z-30, onde realizou o anúncio de ações do Ministério da Pesca e Aquicultura, em parceria com a Prefeitura do município de Marabá.

Helder Barbalho assinou convênios para a construção do Mercado de Peixe e do Centro Integrado de Pesca Artesanal (CIPAR), além da implantação da Superintendência Regional de Pesca e Aquicultura, uma das grandes carências da região.



Helder anunciou investimentos da Pesca e Aquicultura para a região sul e sudeste do Estado, na oportunidade realizou visita às instalações da Companhia Nacional de Abastecimento - Conab, local onde vai ser instalado o novo escritório da Superintendência do MPA, que tem previsão de inauguração para o próximo dia 30 de junho. Na oportunidade o ministro assinou o Termo de Compromisso, com o objetivo de facilitar aos pescadores da região, que a partir da instalação da superintendência do MPA em Marabá, não vão mais necessitar se deslocar para Belém, atrás dos serviços do Ministério.

Em seu pronunciamento, Helder afirmou “com a instalação desta fábrica de gelo que o MPA vai instalar em Marabá, haverá uma redução nos gastos dos pescadores”. Além disso, “um sonho antigo dos moradores, vai ser concretizado com a construção do Mercado Municipal, que será fruto da parceria do MPA com a Prefeitura da cidade”.

Por fim, anunciou a construção do Centro Integrado de Pesca Artesanal – CIPAR, Helder esclareceu que “este centro terá como objetivo capacitar profissionalmente os pescadores da região”. 

Comitiva – Dentre as inúmeras autoridades presentes na comitiva do Ministro, destacou-se a presença da bancada dos deputados federais peemedebistas paraenses, que deu total suporte as ações levadas pelo Ministério da Pesca e Aquicultura a região paraense.

O anfitrião da festa popular foi o prefeito João Salame que juntamente com seu irmão o deputado federal Beto Salame recepcionou a todos os convidados.

Tucuruí – Dentro da programação do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), Helder Barbalho deverá desembarcar em Tucuruí no próximo dia 20 de junho, para uma série de visitas, onde será feiro o anúncio de parcerias com os municípios de Tucuruí, Breu Branco e Novo Repartimento para a implantação imediata de projetos que beneficiam diretamente na produção do pescado na região.

Programas que há décadas estavam em análise, mas com a chegada de um Ministro paraense, voltaram à tona, e serão desenvolvidos, beneficiando diretamente milhares de pescadores e suas famílias com a geração de empregos e a garantia de renda.


A comitiva de Tucuruí esteve presente, através da direção do PMDB local, sendo recepcionada pela deputada Federal Simone Morgado (PMDB), o empresário Artur Brito, que figura com uma grande aceitação popular como pré-candidato a prefeito de Tucuruí, nas eleições vindouras.

Artur Brito na oportunidade levou as carências e o pedido dos ribeirinhos e pescadores, no sentido de uma ação imediata do MPA, através do Ministro Helder, com a liberação dos projetos de pesca, que há anos aguardam a liberação de recursos e devida autorização.


Helder recebeu as demandas e determinou a sua assessoria, que viabilizasse os pleitos, através de estudos para a liberação dos programas e projetos, definindo a sua visita para o próximo dia 20 de junho na região do Lago de Tucuruí, para anunciar diversas ações e programas para atender as carências imediatas dos pescadores da região.

Breu Branco – O município de Breu Branco desde o ano de 2013 deu o seu pontapé inicial na conquista de ações, que venham a beneficiar os pescadores, com a criação de programas para a implantação de projetos de criação de peixe, estando totalmente habilitado a receber todos os benefícios do Ministério da Pesca e Aquicultura.


É fato, que desde o início do governo do prefeito Adimilson Mezzomo, ele vem desempenhando um trabalho direcionado para a geração de emprego e o aumento de renda, com a criação de ações de beneficiamento e a criação de pescado, existindo inclusive, um projeto piloto de criação de peixe, que desponta pela sua magnitude e eficácia.

Inadimplência: Tucuruí na “lista negra” do MEC, impedida de receber recursos federais


Prefeito Sancler Ferreira: inadimplência causa impedimentos 
de recebimentos de verbas federais

Tucuruí e mais 84 municípios não prestaram contas de verbas do MEC

Apenas 40,97% das prefeituras do Estado do Pará informaram ao governo federal o destino dado ao dinheiro repassado para investimentos na educação, em 2014.

O prazo final estipulado pelo Ministério da Educação terminou em 30 de abril. De acordo com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), 59 administrações municipais paraenses, com população total de 3.454.463 pessoas, prestaram contas até as 16h20 do último dia 3 de maio.

Segundo a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), os que não cumpriram o prazo estão registrados como inadimplentes no Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias e ficarão impedidos de celebrar convênios e termos de cooperação com o governo federal.

Estão nessa condição Tucuruí, no sudeste do Pará e outros 85 municípios.

Pela Constituição, os entes federativos devem investir no mínimo 25% do que arrecadam em educação. Se o Estado ou município não investir esse mínimo em manutenção e desenvolvimento do ensino, o FNDE envia, automaticamente, um comunicado aos tribunais de contas Estaduais e ao Ministério Público informando do não cumprimento da norma.

A situação de Tucuruí e alarmante, onde o prefeito Sancler Ferreira não prestou contas dos valores recebidos, e com isso, o município esta sacrificado pela inoperância administrativa, ficando impedido de receber os recursos federais, ficando suspensos todos os convênios e obras em andamento com recursos do Governo Federal.


Além de Tucuruí estão na mesma situação os munícios de: Abaetetuba, Abel Figueiredo, Água Azul do Norte, Almeirim, Anajás, Ananindeua, Baião, Bannach, Benevides, Brasil Novo, Breu Branco, Cachoeira do Arari, Cametá, Capanema, Capitão Poço, Castanhal, Colares, Conceição do Araguaia, Curionópolis, Faro, Floresta do Araguaia, Garrafão do Norte, Igarapé-Açu, Itaituba, Itupiranga, Juruti, Marapanim, Nova Ipixiuna, Óbidos, Oriximiná, Ourém, Ourilândia do Norte, Pacajá, Parauapebas, Paragominas, Peixe-Boi, Piçarra, Placas, Portel, Prainha, Rurópolis, Santa Izabel do Pará, Santa Luzia do Pará, Santa Maria das Barreiras, Santana do Araguaia, Santarém, São Félix do Xingu, São Francisco do Pará, São Geraldo do Araguaia, São Miguel do Guamá, Sapucaia, Senador José Porfírio, Soure, Terra Santa, Trairão, Ulianópolis, Uruará e Xinguara já cadastraram as informações no Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope).

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Sancler Ferreira novamente e notícia no estado nas paginas do Jornal O Liberal "Sancler tem seus bens bloqueados por decisão da Justiça Federal"


Relembre o caso:
http://jornaldetucurui.blogspot.com.br/2015/03/justica-federal-acata-denuncia-do-mpf-e.html

http://jornaldetucurui.blogspot.com.br/2015/03/improbidade-administrativa-mpf-pede-o.html


Breu Branco: Justiça determina prisão do vereador Hildebrando Azevedo por crime de improbidade administrativa



 Vereador Hildebrando Azevedo
Vereador Hildebrando Azevedo preso por decisão judicial por crime de improbidade administrativa

WELLINGTON HUGLES
De Breu Branco
Foto: Wellington Hugles

Na manhã desta segunda-feira (18), o ex-presidente da Câmara de Vereadores de Breu Branco, o vereador Hildebrando de Souza Azevedo (PP), foi preso e levado a Seccional de Tucuruí, por decisão judicial.

O vereador foi preso dentro da Câmara de Vereadores, logo após o encerramento da sessão ordinária desta segunda-feira (18), quando o oficial de justiça, acompanhado de força policial, apesentou a contra-fé da decisão judicial, sendo imediatamente encaminhado para o cárcere da Seccional de Tucuruí.

A decisão foi exaurida pelo juiz titular da Comarca de Breu Branco, o magistrado José Jonas Lacerda de Sousa, após ter analisado o Processo nº 0006458-26.2015.8.14.0104, através da denúncia formulada pelo Ministério Público Estadual, em face do vereador Hildebrando de Souza Azevedo, ter, supostamente, incidido nas condutas delitivas amoldadas no Art. 312, caput, c/c art. 71, caput, ambos do CPB.

Dentro da denúncia do Ministério Público, Hildebrando de Souza Azevedo, atualmente desempenhando o mandato de vereador em Breu Branco, teria se apropriado/desviado dinheiro público, com a intenção de satisfazer suas necessidades pessoais, em detrimento ao interesse público primário usando o cargo que exercia.

Segundo apurado pelo Ministério Público, os comportamentos delituosos, teriam sido efetivados desde há época em que o vereador Hildebrando de Souza Azevedo, ocupava a pasta de Secretário Municipal de Assistência Social da Prefeitura de Breu Branco, ainda na gestão do ex-prefeito Eghon Kolling (Alemão), cometendo atos de improbidade administrativa.  

Na época de Secretário Municipal, Hildebrando de Souza Azevedo efetuou diversos pagamentos à sua esposa, Poliana Silva Azevedo, bem como a um amigo pessoal, Carlos Alberto de Sousa, com dotações do Fundo Municipal de Assistência Social sem a devida contraprestação e mediante contratação direta, contrariando os procedimentos legais, como o licitatório. Mais a frente, adquiriu inúmeros bens com recursos do Fundo Municipal, os quais deveriam estar no patrimônio daquela Secretaria e fazendo parte do patrimônio público.
 
Durante sua gestão na Secretaria Municipal, o Hildebrando desviou do erário público, aproximadamente R$ 1,2 milhão, dentro das irregularidades encontradas na prestação de contas dos Convênios nº 1.749/2006 e nº 1.505/2006, celebrados com a Fundação Nacional de Saúde, cujos objetos consubstanciaram a construção de Sistema de Abastecimento de Água no Bairro Felicidade, no montante de R$ 234.564,29 (duzentos e trinta e quatro mil e quinhentos e sessenta e quatro reais e vinte e nove centavos); assim como a implementação de melhorias sanitárias domiciliares nos Bairros Santa Catarina e Novo Horizonte, na cifra de R$ 949.523,87 (novecentos e quarenta e nove mil e quinhentos e vinte e três reais e oitenta e sete centavos), respectivamente.

Atualmente no cargo de vereador Hildebrando Azevedo, teria cometido as seguintes ilicitudes: Omissão na prestação de contas, conforme exige a Lei Orgânica Municipal e Regimento Interno da Câmara de Vereadores; Efetuação de pagamentos mensais de diárias desguarnecidas da devida demonstração das viagens, bem como celebração de contratações em afronta ao devido processo legal pertinente; Realização de pagamento de serviços não ocorridos ou sem a devida comprovação, além de superfaturamento e excessiva quantidade de produtos adquiridos para a manutenção da Câmara Municipal; Pagamentos vertidos a servidores e prestadores de serviços inexistentes, “fantasmas”.

O MP denunciou, que dentre os atos praticados pelo acusado, ressalta-se o documento referente ao arrolamento de bens adquiridos pelo acusado, oriundo do Departamento de Patrimônio da Prefeitura Municipal, no período compreendido entre 01/01/2009 e 31/12/2012 (ou seja, época na qual o acusado era Secretario Municipal), os quais não foram encontrados durante levantamento físico efetivado pela Municipalidade no período de 04/02/2013 a 08/02/2013, tampouco foram encontrados no acervo patrimonial.

Surgem ainda que o vereador estava “mancomunado” com empresários locais, que, em vez de serem expedidas várias notas fiscais referentes às aquisições realizadas, sendo que, aos bens eram conferidas destinações ilícitas, ou os empresários emitiam as notas sem sequer retirar as mercadorias do estabelecimento (esquema que, por óbvio, favoreceria ambas as partes). Além disso, discorre que, eventualmente ostentada a participação de mais agentes nos fatos delituosos denunciados.

Ficou comprovado que, “coincidentemente”, no ano de 2012, período no qual Hildebrando registrou sua candidatura a vereador, a Secretaria de Assistência Social emitiu uma enxurrada de ordens de pagamentos, firmada pelo acusado, para “aquisição” de produtos, circunstância que mostram a viabilidade latente de desvio e/ou apropriação de dinheiro público para financiamento de sua campanha eleitoral.

Na ação, o MP pleiteia que sejam oficiados aos cartórios de imóveis de Novo Repartimento/PA, Tucuruí/PA, Belém/PA e Marabá/PA; ao DETRAN/PA; à ADEPARÁ; ao Sindicato/Associação ou entidade similar dos Representantes de Incorporadoras, Construtoras e/ou Imobiliárias deste Estado, de São Paulo e do Distrito Federal, no intuito de aquilatar se o increpado possui imóveis, veículos, semoventes ou compras e/ou promessas de compra de imóveis registrados nos referidos órgãos, respectivamente, remetendo-se cópias deles, caso existam, ao Poder Judiciário desta Comarca.

O MP pediu ainda ao magistrado, a quebra do sigilo fiscal e bancário do vereador. Para que Receita Federal traga aos autos informações detalhada acerca das declarações de Imposto de Renda do acusado no último quinquênio. Ao passo que esta, no intento de que o Banco do Brasil forneça elementos sobre movimentações financeiras transacionadas feitas por Hildebrando (inclusive com cartões de crédito), também no derradeiro quinquênio, remetendo-se cópias dos dados coletados ao Poder Judiciário desta Comarca.     

Requereu ainda a expedição de ofício à Polícia Federal com o objetivo de obter informações referentes a possíveis viagens realizadas pelo acusado ao exterior, destino e quantitativo, nos últimos 05 (cinco) anos; à Prefeitura Municipal de Breu Branco, no desiderato de exibir nos autos as Portarias de designação do acusado para o desempenho de funções junto ao Poder Executivo local, desde o ano de 2009, bem como a esta e à Câmara Municipal de Vereadores para fornecer as Portarias atinentes a nomeações ou designações de servidores por parte do acusado, sobretudo relacionadas à Poliana Silva Azevedo e o Carlos Roberto de Souza; e às empresas identificadas nos documentos apresentados na ação, a fim de que disponibilizem documentação pertinente à baixa no estoque dos produtos consignados nas ordens de pagamento e/ou notas fiscais expedidas aos órgãos do poder público.

O MP pede a decretação da proibição do acusado de deixar o país no decorrer do presente feito, ordenando a suspensão de seu passaporte; a indisponibilidade de bens e bloqueio das contas bancárias do increpado, valendo-se do sistema Bacenjud; e o ergástulo cautelar do acusado, como medida de ultima ratio aplicável ao caso, assegurando a estabilidade da ordem pública, a conveniência da instrução criminal e garantindo a futura aplicação da lei penal.  

Na decisão, o magistrado José Jonas Lacerda de Sousa, juiz titular da Comarca de Breu Branco, analisou a denúncia ofertada pelo Ministério Público, ficando evidentes, as lamentáveis ações delituosas, e de extrema gravidade, não só no que se refere à malversação do dinheiro público, ora investigada, mas também a possível formação de uma verdadeira associação “quadrilha” criminosa, constituída em prejuízo ao erário e, por corolário, malefício a todos os munícipes.

Dentro da análise do magistrado, quanto à consistência dos elementos informativos que consubstanciam a justa causa para o exercício da ação penal, ao julgador não restou evidenciados indícios razoáveis de autoria e prova da materialidade do crime imputado na denúncia, sob os auspícios do primado in dúbio pro societate, e que ação em epigrafe, está lastreada em robusta prova documental, alguns de índole oficial, bem como se infere por satisfeitos os requisitos legais insculpidos no Art. 41, do CPP, não constituindo qualquer das casuísticas lapidadas no art. 395, do CPP.

Com isso, nada restou ao magistrado José Jonas Lacerda de Sousa, receber a denúncia oferecida pelo Mistério Público, contra Hildebrando de Souza Azevedo, estando o acusado teoricamente incurso nas penas do Art. 312, caput, c/c Art. 71, caput, ambos do CPB. E dentro da decisão exaurida pelo Juiz, determinou a citação de Hildebrando de Souza Azevedo, para apresentar resposta por escrito, no prazo de 10 (dez) dias, conforme o Art. 396, do CPP.

Prisão Preventiva - O magistrado decidiu pela prisão preventiva de Hildebrando de Souza Azevedo, com fundamento na garantia da ordem pública, na conveniência da instrução criminal e para assegurar a futura aplicação da lei penal, de acordo com o que determinam os Arts. 311, 312 e 313, do CPP, datado e passado em Breu Branco, no dia 15 de maio de 2015. José Jonas Lacerda de Sousa, Juiz de Direito Titular.



Breu Branco: Vereador Hildebrando preso por decisão judicial

Vereador Hildebrando Azevedo (PP), preso por decisão judicial

WELLINGTON HUGLES
De Breu Branco
Foto: Arquivo

Na manhã desta segunda-feira (18), o ex-presidente da Câmara de Vereadores de Breu Branco, o vereador Hildebrando de Souza Azevedo (PP), foi preso e levado a Seccional de Tucuruí, por decisão judicial.

Segundo informações preliminares, o vereador estava na Câmara de Vereadores, quando o oficial de justiça, acompanhado de força policial, apesentou a contra-fé da decisão judicial, sendo imediatamente encaminhado para o cárcere da Seccional de Tucuruí.

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Video Exclusivo: O psicopata, necrófilo e canibal de Breu Branco confessa o assassinato de duas mulheres em Breu Branco


Na noite deste sábado (9), o assassino psicopata, necrófilo e canibal Rafael da Silva Ribeiro, confessou ao Delegado de Polícia de Breu Branco Rommel Souza, ter sido ele o autor do crime, que culminou com a morte de Maria Zélia Ribeiro dos Santos, 46 anos, natural do estado do Piauí e de Joana Cristina da Silva Soares, 48 anos, natural de São Domingos do Capim/PA, ambas estavam desaparecidas, o nacional "Rafael" assumiu, a autoria dos crimes, e contou que as esquartejou e as desossou, para que pudesse dar fim do corpo sem levantar suspeitas, inclusive, as partes da carne que estavam na geladeira, “Rafael” afirmou que esta consumindo como alimento.

Duplo assassinato – O nacional Rafael da Silva Ribeiro também confessou ter matado e esquartejado sua companheira, proprietária da casa onde morava no bairro do Batata, no município de Breu Branco, sudeste paraense, Joana Cristina da Silva Soares, 48 anos, natural de São Domingos do Capim/PA, e que também a enterrou em diversos pontos do quintal da residência.

Descoberta de mais um cadáver - No início da manhã deste domingo (10), dia das Mães, os peritos criminais, juntamente com a equipe de remoção do IML de Tucuruí, retornaram ao município de Breu Branco, e realizam nova perícia de local de crime, culminando com a remoção dos restos mortais da companheira de Rafael da Silva Ribeiro, Joana Cristina da Silva Soares, natural de São Domingos do Capim/PA.


Segundo relatos dos delegados de Breu Branco Rommel Souza e do delegado de Tucuruí Eduardo Paisani, que estão à frente das investigações o nacional Rafael da Silva Ribeiro e contumaz nesta prática criminosa, e com absoluta certeza, no decorrer das investigações, será descoberto um número ainda maior de vítimas mortas de forma bizarra pelo elemento de altíssima periculosidade. 

domingo, 10 de maio de 2015

Mistério: Bebê morre com suspeita de abuso de vulnerável

Unidade de Pronto Atendimento (UPA), localizada no bairro da Santa Mônica, em Tucuruí, onde o bebê foi socorrido

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

Por volta das 13 h deste domingo (10), um homem ainda não identificado adentrou a emergência da Unidade de Pronto Atendimento de Tucuruí (UPA), localizada no bairro da Santa Mônica, em Tucuruí, sudeste do estado, com um bebê do sexo masculino, de apenas 1 ano e 6 meses de nascido, no colo, acusando que houve negligência médica, e aplicação de medicamentos indevidos na criança, no dia anterior ao seu atendimento.

A equipe de enfermeiros e médicos rapidamente atendeu ao bebê, sendo observado que a criança já estava em óbito, o desespero foi generalizado, e ao retirarem as roupas da criança, foi observado superficialmente que havia vestígios de possível abuso sexual.

Logo após os pais da criança José Luís Furtado Baia e Elisama dos Santos Rodrigues, moradores da Rua Filadélfia, no bairro Beira Rio, em Tucuruí, chegaram a UPA, onde o desespero tomou conta dos pais, graças à ação rápida, a equipe médica acionou a Polícia Militar, que se deslocou ao local, e em função a morte do bebê, levou tanto os familiais, como o vizinho que prestou socorro a criança a presença da autoridade policial na Seccional de Tucuruí, onde foram tomados os primeiros depoimentos para a elucidação da morte do bebê.

O delegado da seccional de Tucuruí, Eduardo Paisani, solicitou a remoção do corpo do bebê para IML de Tucuruí, onde passará por exames especializados, para identificar se houve abuso do vulnerável, e a partir do resultado, tomará as providências legais.

Segundo informações, no sábado (9), a criança foi levada a UPA com um quadro de saúde bastante debilitado, sendo atendida e medicada, e logo depois liberada.

Às escuras: Tucuruí e região ficou por mais de 2 horas sem energia, em função a problemas operacionais no Sistema de Transmissão da Eletronorte


WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Arquivo ELN
A população da região sudeste do estado, ficou por mais de 2 horas sem o fornecimento de energia elétrica, devido a problemas causados por descargas de raios, em função as fortes chuvas que assolam a região.

Segundo a equipe de técnicos da Eletrobras Eletronorte, por volta das 17:40 h deste domingo (10), houve problemas no Sistema de Transmissão de Energia da Eletronorte, localizado dentro do parque da Usina de Tucuruí, logo a baixo do vertedouro da UHE de Tucuruí, ocasionando a suspensão do fornecimento de energia elétrica para os municípios que são interligados pela mesma rede:  Tucuruí, Breu Branco, Goianésia do Pará, Novo Repartimento, Mocajuba, Baião, Cametá, além de outras localidades da região sudeste do estado.

A suspensão do fornecimento de energia elétrica pelo sistema de transmissão da Eletrobras Eletronorte perdurou por pouco mais de 2 horas, retornando as 20 h, logo após houve novamente a falta de energia, que foi corrigida imediatamente.

Os técnicos tranquilizaram os usuários, que tudo voltou à normalidade, após os serviços imediatos de reparos pela equipe de plantão da estatal.


Os problemas no sistema de transmissão, não afetou o sistema de geração de energia da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, que está funcionando normalmente com a geração de energia para todo o estado do Pará, e através do sistema integrado, está levando energia para boa parte dos estados do Brasil.

O psicopata, necrófilo e canibal de Breu Branco confessa o assassinato de duas mulheres em Breu Branco

Imagens da primeira vítima do psicopata, necrófilo e canibal de Breu Branco, o réu confesso Rafael da Silva Ribeiro, que assassinou duas mulheres em Breu Branco







Maria Zélia Ribeiro dos Santos, 46 anos, natural do estado do Piauí, foi uma das vítimas de Rafael da Silva Ribeiro 




Imagens da primeira vítima Joana Cristina da Silva Soares, 48 anos, natural de São Domingos do Capim/PA, morta pelo psicopata, necrófilo e canibal de Breu Branco Rafael da Silva Ribeiro, réu confesso de ter assassinado as duas mulheres em Breu Branco

Crime bizarro: Homem mata e esquarteja duas mulheres em Breu Branco

WELLINGTON HUGLES
De Breu Branco
Foto: Wellington Hugles

Na noite deste sábado (9), o assassino psicopata, necrófilo e canibal Rafael da Silva Ribeiro, confessou ao Delegado de Polícia de Breu Branco Rommel Souza, ter sido ele o autor do crime, que culminou com a morte de Maria Zélia Ribeiro dos Santos, 46 anos, natural do estado do Piauí e de Joana Cristina da Silva Soares, 48 anos, natural de São Domingos do Capim/PA, ambas estavam desaparecidas, o nacional "Rafael" assumiu, a autoria dos crimes, e contou que as esquartejou e as desossou, para que pudesse dar fim do corpo sem levantar suspeitas, inclusive, as partes da carne que estavam na geladeira, “Rafael” afirmou que esta consumindo como alimento.

Duplo assassinato – O nacional Rafael da Silva Ribeiro também confessou ter matado e esquartejado sua companheira, proprietária da casa onde morava no bairro do Batata, no município de Breu Branco, sudeste paraense, Joana Cristina da Silva Soares, 48 anos, natural de São Domingos do Capim/PA, e que também a enterrou em diversos pontos do quintal da residência.

Descoberta de mais um cadáver - No início da manhã deste domingo (10), dia das Mães, os peritos criminais, juntamente com a equipe de remoção do IML de Tucuruí, retornaram ao município de Breu Branco, e realizam nova perícia de local de crime, culminando com a remoção dos restos mortais da companheira de Rafael da Silva Ribeiro, Joana Cristina da Silva Soares, natural de São Domingos do Capim/PA.


Segundo relatos dos delegados de Breu Branco Rommel Souza e do delegado de Tucuruí Eduardo Paisani, que estão à frente das investigações o nacional Rafael da Silva Ribeiro e contumaz nesta prática criminosa, e com absoluta certeza, no decorrer das investigações, será descoberto um número ainda maior de vítimas mortas de forma bizarra pelo elemento de altíssima periculosidade.