Pesquise as matérias do JT:

domingo, 29 de maio de 2011

Galo de Tucuruí arranca a juba do Leão e o manda de volta para o Baenão com 2 gols na bagagem


Galo de Tucuruí sai da boca do Leão e após marcar 2 gols contra o felino baixa sua juba e o manda de volta para o Baenão

Nos minutos iniciais do jogo o clube do Remo recebeu uma falta perigosa a seu favor, mais o zagueiro Rafael Morisco escorregou na hora da cobrança e Adenisio chuta de longe e a bola passa raspando a trave direita do goleiro Dida do Independente perdendo a oportunidade de abrir o placar.

O Remo passou todo o tempo no ataque mais numa bobeira da zaga do leão, Lima cruza para a finalização de cabeça de Evandro Pará aos 14 minutos do 1º tempo abrindo o placar 1 X 0 para o Independente de Tucuruí.

Aos 33 minutos Mael passa para Moisés que chuta no cantinho e Dida se estica todo para fazer uma excelente defesa.

Aos 42 minutos Marçal recebe dentro da área em posição legal e com o goleiro Lopes do Remo caído fez o segundo gol do Independente.

No final do 1º tempo aos 45 minutos, Rafael Granja chuta cruzado e quase abri o placar para a equipe do Remo.

No início do 2º tempo o Remo parte com tudo para cima do Independente, o Leão precisava de 2 gols para chegar a final com a equipe já classificada do Cametá, e aos 4 minutos Jaílton Paraíba cai na área pedindo pênalti e o juiz Clauber José Miranda manda seguir. Aos 8 minutos Gian do Independente tenta um gol olímpico e Lopes fez uma defesa extraordinária.

Passado 10 minutos do 2º tempo o Independente estava administrado o resultado e o Leão apático não consegue criar chances claras de gol. Novamente aos 16 minutos mais uma tentativa de gol olímpico de Gian sendo frustrada pela defesa de Lopes.

Aos 19 minutos da etapa final após uma falta duríssima o árbitro Clauber Miranda aplica cartão vermelho para o lateral Elsinho do Remo, diminuindo ainda mais as chances do Leão de uma virada.

Aos 22 minutos um torcedor revoltado com a apresentação do Remo invadiu o campo, tomando a função de Givanildo Oliveira dando uma chamada geral nos jogadores do Remo e jogou sua camisa do clube na lama próximo ao goleiro Lopes em repudio a péssima apresentação da equipe, o goleiro Lopes retirou a camisa da lama e logo após a polícia militar conduziu o torcedor para fora do campo.

Dando continuidade ao jogo passado 27 minutos do tempo regulamentar, a equipe do Independente continuava tocando a bola e a torcida que invadiu o Navegantão gritavam em uma só voz "Olé".

Aos 30 minutos Joãozinho cai na área pedindo pênalti e o juiz Clauber Miranda manda seguir o lance.

Aos 35 minutos os jogadores do Independente continuam tocando a bola tranquilamente em campo e a torcida grita freneticamente o nome do técnico Sinomar Naves que caiu nas graças dos torcedores do Galo Elétrico, pela excelente direção de sua equipe em campo, coroando sua trajetória rumo a final do campeonato.

Acuado pelo Independente, o Leão 'na roda' fica apenas olhando a troca de passes dos jogadores do Independente segurando o resultado, Já aos 42 minutos da etapa final os torcedores do clube do Remo começam a se manifestar insatisfeitos pela apresentação da equipe e são reprimidos pela PM, começando uma briga entre os torcedores do Remo e a polícia na arquibancada.

Aos 46 minutos o juiz Clauber Miranda vermelha o atacante Finazzi, mandando-o direto para o chuveiro.

Aos 49 minutos o árbitro central da partida apita o final do jogo garantindo a segunda vaga para a final do 2ª Turno do Campeonato Paraense “Taça Estado do Pará” para a equipe do Independente que agora de fato e de direito pertence aos 180 sócios financiadores da aquisição do clube para a cidade de Tucuruí.

A final do campeonato será disputa em dois jogos o primeiro no dia 05 de junho as 16:00 h no estádio do Bacurau em Cametá. Entre Cametá e Independente e o jogo de volta será no dia 12 de junho as 16:00 h no estádio Antônio Dias “Navegantão”.

As várias fases do maestro Sinomar Naves:

Pensativo: neste momento buscando as melhores idéias para poder orientar seus jogadores


Orgulhoso: admirando os resultados positivos de sua equipe de trabalho do Independente

Feliz: soltando o grito de gol comemorando a coroação de seus esforços e de seus jogadores dando alegrias para os torcedores do Galo de Tucuruí

Arrecadação no 1º Quadrimestre de 2011 da Prefeitura de Tucuruí ultrapassa R$ 60 milhões

Com um orçamento previsto para o ano de 2011 de R$ 212.258.040,00, durante os quatro primeiros meses já entrou nos cofres do erário público R$ 65.228.711,41, recursos estes, o qual a Prefeitura investindo realizado nestes meses de 2011 obras e serviços para o bem estar dos munícipes de Tucuruí.

Mesmo com toda a recessão financeira que passa o munícipio, hoje a PMT é a maior geradora de recursos no comércio da cidade. Com uma média oscilante de R$ 15 milhões ao mês de arrecadação pela PMT, o comercio local não esta verificando a fomentação financeira nas transações comerciais no município preocupando todos os comerciantes que diariamente estão fechando suas portas devido a falta da circulação de recursos que assola a cidade.

DEMONSTRATIVO DOS MESES DE ARRECADAÇÕES DA PMT:





Meio bilhão de reais gastos em 2 anos de administração do prefeito Sancler Ferreira

Prefeitura de Tucuruí maior arrecadadora dos municípios do entorno do Lago da UHE Tucuruí

Os dois primeiros anos de governo do prefeito Sancler Ferreira, a prefeitura municipal arrecadou em torno de meio bilhão de reais.

No ano de 2009, o prefeito Sancler Ferreira administrou o município com o orçamento aprovado em 2008, pela antiga legislatura da Câmara de Tucuruí, que atendeu a todas as alterações realizadas pelo então prefeito eleito Sancler Ferreira.

Na mensagem enviada a CMT pelo ex-prefeito Cláudio Furman, estipulou o valor previsto para arrecadação e investimentos em 2009 da Prefeitura de Tucuruí em R$ 165.373.997,00.

Ao final do ano de 2009 a administração Sancler Ferreira esteve de parabéns graças ao superávit de arrecadação de R$ 32.848.092,70 totalizando em 2009, R$ 186.801.557,00 uma média de arrecadação mensal de mais de R$ 15 milhões que em 2009 foram investidos em obras e serviços na cidade.


Ao final do ano de 2009 o prefeito Sancler Ferreira, encaminhou ao legislativo municipal a previsão de orçamento para o ano de 2010, preparado por sua equipe de governo com todas as diretrizes para a realização de obras e serviços em prol da população.

O valor do orçamento para 2010 totalizou R$ 188.825.731,25 recursos estes que foram gastos durante o ano, garantindo pelo segundo ano consecutivo o aumento na arrecadação com um superávit de R$ 36.351.772,23, perfazendo o montante de R$ 211.609.331,25 com uma média de investimentos mês de R$ 17 milhões em 2010 que foram investidos em obras e serviços em prol do desenvolvimento da cidade de Tucuruí.

Dois anos se passaram e a administração municipal investiu em recursos financeiros R$ 498.410.868,00 (Quatrocentos e noventa e oito milhões, quatrocentos e dez mil, oitocentos e sessenta e oito reais) em prol da população, e dai vemos o novo tempo com obras em toda a cidade.

Meio bilhão de reais para um município com cerca de 110 mil habitantes na área urbana, é um montante de recursos para termos uma cidade de um excelente padrão de vida na área da saúde, educação, habitação, limpeza pública, obras e muitos, mais muitos serviços. (Wellington Hugles)

sábado, 28 de maio de 2011

Prefeitura de Tucuruí não cumpre a Lei, e disponibiliza Portal da Transparência Pública sem funcionamento

Site da PMT da Transparência das Contas Públicas que deveria entrar em execução no dia 27 de maio foi disponibilizado o acesso mais sem funcionamento estando em construção http://www.pmt.pa.gov.br/transparencia/transparencia.html

Dentro do que prevê a LEI COMPLEMENTAR Nº 131, DE 27 DE MAIO DE 2009, o município de Tucuruí obrigatoriamente deverá colocar em execução deste o último dia 27 de maio a publicação em tempo real, de informações pormenorizadas sobre a execução orçamentária e financeira do Município de todos os gastos públicos através de dispositivos para o amplo conhecimento da população.

Neste sentido, e, em cumprimento a Lei o último dia 27 de maio data obrigatória para a entrada em execução das referidas publicações através de sites para o amplo conhecimento em tempo real.

Curiosamente fomos verificar o site oficial da Prefeitura Municipal de Tucuruí, e, fomos surpreendidos com a agilidade da administração municipal de disponibilizar um link para que os munícipes pudessem ter acesso e, dentro do que rege a lei tomar conhecimento das contas públicas http://www.pmt.pa.gov.br/transparencia/transparencia.html. Ocorre que para a frustação dos internautas que realizaram o acesso, a pagina do site encontra-se em construção, dando prova cabal da inoperância e da falta de cumprimento dos dispositivos constitucionais pela administração municipal e acima de tudo o pouco caso com a população que deseja acompanhar como esta sendo gastos os recursos do município.

Câmara de Tucuruí – Da mesma forma realizamos levantamento se já estaria em pleno funcionamento à publicação das contas do legislativo municipal, sendo informado que o site da Transparência Pública da CMT estava também em construção e que a partir de segunda-feira (30), a direção da Câmara estará tomando as medidas necessárias para que sejam publicadas em tempo real as referidas diretrizes que ordena a lei em site especializado da cidade.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Vereador Jones William denuncia na tribuna da Câmara desvio de brita doada pela Eletrobrás-Eletronorte a Prefeitura de Tucuruí para obras de empresas

Na sessão do último dia 23 de maio, o vereador 2º secretario da Câmara Municipal de Tucuruí, Jones William (PT), usou a tribuna para denunciar o desvio de centenas de metros cúbicos de brita que estão sendo doadas pela Superintendência de Produção Hidráulica da Eletrobrás - Eletronorte, na denuncia o vereador acusa a administração municipal de fornecer as empresas contratadas pela PMT o material dando como exemplo na construção da UPA ao lado do Hospital Municipal e diversas outras em todos os bairros, nas obras de drenagem e calçadas.

Neste sentido esperamos urgentes explicações tanto da PMT como da Superintendência da Eletrobrás Eletronorte em Tucuruí ou Brasília sobre o assunto. O vereador Jones William esclarecer que se for para apurar este assunto. “Temos a certeza de realizarmos o corte na carne para podermos esclarecer os desmandos referentes a este fornecimento de material a Prefeitura”, disparou o edil.

Prédio da Unidade de Pronto Atendimento ao lado do Hospital Municipal (Antigo SESP)

Brita utilizada em diversas obras de empresas prestadoras de serviços a PMT através de doação da Eletrobrás - Eletronorte a prefeitura de Tucuruí

Exercito Brasileiro fará hoje (26) treinamento de Operação Militar na Vila Península

Fotos de militares que quase que diariamente estão nas ruas da Vila Península realizando disparos a caça de pássaros

Comunicado entregue nas residências no final da tarde da quarta-feira (25)

Exército Brasileiro realizará treinamento de Operação Militar na Vila Península, e o comunicado aos moradores chegou no final da tarde do dia 25 (quarta-feira), inclusive a Associação dos Moradores da Vila Permanente - ASMOVI, sequer foi comunicada, e a população do bairro não foi sondada da realização de tal Operação do Exército, isso é importante para os nossos militares, mais é importante que os moradores que residem no bairro e que pagam um absurdo pelos serviços "condomíniais" prestados pela estatal Eletrobrás - Eletronorte, ainda sejam objetos destas manobras com ação de disparos de tiros. Ora quase que diariamente estamos sendo objeto destas operações por alguns militares que rondam nossas ruas fazendo disparos com rifles em pássaros, agora resolveram unilateralmente sem o consentimento da população moradora da Península, realizar esta operação.
Deste jeito, onde iremos parar, se o braço forte, não esta sendo amigo no momento do dialogo para realizar suas atividades em nossos locais de convivência.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Entenda o PLC122/2006/ lei anti-homofobia

Nos últimos 10 anos tramita no Congresso Nacional um Projeto de Lei (PLC122/2006) que tem como objeto a necessidade de criminalização da homofobia no Brasil. Tal projeto de lei foi proposto pela Deputada Iara Bernardi em 2001, e em 2006 o projeto recebeu nova numeração, além de sofrer inúmeras mudanças ao longo dos últimos 10anos. No final do ano de 2010 o projeto foi arquivado, em razão de não ter sido votado até o fim da legislatura (procedimento padrão). No início de 2011 a Senadora Marta Suplicy desarquivou o projeto de lei e é atualmente a relatora do mesmo.

O Projeto de Lei em questão é denominado como Projeto Anti-Homofobia, entretanto não versa apenas sobre este tipo de discriminação. O projeto pretende ampliar a abrangência da Lei nº 7.716, de 1989 que define os crimes resultantes de preconceitos de raça ou de cor (apelidada de Lei do Racismo), acrescentando-lhe à ementa e ao art. 1º da lei as motivações ‘gênero, sexo, orientação sexual e identidade de gênero’, além de acrescentar essas mesmas motivações aos demais artigos da referida lei.[1] O PLC122 dá nova redação ao § 3º art.140 do Código Penal que versa sobre a Injuria Racial (mas que engloba também injurias fundadas em elementos referentes a raça, cor, etnia, religião, origem ou a condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência). E ainda dá nova redação ao art. 5º da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) que versa sobre a discriminação sexual no trabalho.

A Lei nº 7.716 de 1989 disciplina questões atinentes a formas de discriminação, crimes resultantes de preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. Ou seja, racismo, xenofobia e a intolerância religiosa são criminalizados por esta lei. E caso o PLC122 fosse aprovado seria incluído no texto da lei os crimes baseados em homofobia e sexismo.

Inicialmente cumpre estabelecer que partimos do pressuposto que discriminação seja:

“qualquer distinção, exclusão, restrição ou preferência que tenha o propósito ou o efeito de anular prejudicar o reconhecimento, gozo ou exercício em pé de igualdade de direitos humanos e liberdades fundamentais nos campos econômico, social, cultural ou em qualquer campo da vida pública’. ‘Distinção’, ‘exclusão’, ‘restrição’ ou ‘preferência’ são termos que almejam alcançar todas as formas de prejudicar indivíduos ou grupos por meio de distinções ilegítimas no gozo e exercícios de direitos.”[2]

A referida lei nos seus 22 artigos trata de DISCRIMINAÇÃO fundada em discursos de ódio, como exemplos:

“No que respeita à discriminação no âmbito do trabalho, o projeto acrescenta dispositivo que tipifica como conduta criminosa a de motivação preconceituosa que resulte em “praticar, o empregador ou seu preposto, atos de dispensa direta ou indireta”.

Também é acrescentado como crime “recusar ou impedir acesso a estabelecimento comercial, negando-se a servir, atender ou receber cliente ou comprador”, para “impedir, recusar ou proibir o ingresso ou a permanência em qualquer ambiente ou estabelecimento, público ou privado, aberto ao público”.

No âmbito educacional, a proposição amplia a tipificação definindo como crime “recusar, negar, impedir, preterir, prejudicar, retardar ou excluir, em qualquer sistema de seleção educacional, recrutamento ou promoção funcional ou profissional”.

Também, o projeto trata das relações de locação e compra de imóveis, acrescentando, à lei, o crime de “sobretaxar, recusar, preterir ou impedir a locação, a compra, a aquisição, o arrendamento ou o empréstimo de bens móveis ou imóveis de qualquer finalidade”.

Por fim, entre outras modificações feitas na Lei no 7.716, de 1989, são acrescentados dois artigos que definem como crime “Impedir ou restringir a expressão e a manifestação de afetividade em locais públicos ou privados abertos ao público”, em virtude de discriminação; e “Proibir a livre expressão e manifestação de afetividade do cidadão homossexual, bissexual ou transgênero, sendo estas expressões e manifestações permitidas aos demais cidadãos ou cidadãs”.” (Trechos do relatório da Senadora Marta Suplicy)

A Senadora Marta Suplicy em seu relatório apenas modificou um art. do projeto de Lei 122/2006, no intuito de acalmar os ânimos dos críticos ao projeto que alegam que teriam sua liberdade religiosa mitigada com a aprovação do PLC122/2006:

“Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero, sexo, orientação sexual e identidade de gênero.

……………………………………………………………………………………

§ 5o O disposto no caput deste artigo não se aplica à manifestação pacífica de pensamento decorrente de atos de fé, fundada na liberdade de consciência e de crença de que trata o inciso VI do art. 5o da Constituição Federal.” (O parágrafo 5o é a emenda feita pela Senadora)

—————————————-

Alguns criticam a Senadora por sua postura, que estaria cedendo as pressões dos grupos evangélicos. Eu discordo veementemente, a Senadora nada mais faz que explicitar o art. 5º da Constituição Federal, hermenêutica que seria naturalmente realizada por qualquer Juiz no Estado Brasileiro.

Hoje pela manhã o relatório da Senadora seria apresentado a Comissão de Direitos Humanos, entretanto, pelas conversas nos corredores alguns Senadores estariam inclinados a não votar o projeto e pedir mais audiências públicas (Inúmeras já foram realizadas nos últimos 10 anos) e alguns Senadores poderiam pedir vistas com o único intuito de protelar ainda mais a votação. Neste sentido, a relatora decidiu retirar a votação do PLC122/2006 da pauta do dia, para que houvessem outras discussões entre os Senadores antes da votação. A Senadora pediu a palavra e lembrou aos Senadores ali presentes sobre a decisão do STF sobre a União Homoafetiva, além das conquistas do Executivo no que concerne aos direitos LGBTs. Lembrou que o PLC122/2006 discorre sobre DISCRIMINAÇÕES sofridas por homossexuais, e não era uma tentativa como alguns dizem de subverter a moral. Marta lembrou que a sociedade já mudou muito e está em constante processo de mudança e que exige que seus cidadãos sejam tratados com igual respeito e consideração, sejam heteros ou LGBTs. A sociedade já mudou, o Executivo e Judiciário estão fazendo sua parte e só o Legislativo queda inerte e covarde.

A Senadora informou que fez a referida mudança no art. 20 no intuito de atender aos pedidos dos Senadores que falavam de limitação aos direitos de liberdade de expressão e culto, e perguntou qual a desculpa eles vão arranjar agora para impedirem a aprovação do PLC122/2006.

O PLC122/2006 foi cretinamente apelidado de mordaça gay, e uma simples leitura do texto do projeto demonstra que não é sobre PRECONCEITO que o mesmo versa, versa sim sobre DISCRIMINAÇÃO: “Qualquer distinção, exclusão, restrição ou preferência que tenha o propósito ou o efeito de anular prejudicar o reconhecimento, gozo ou exercício em pé de igualdade de direitos humanos e liberdades fundamentais nos campos econômico, social, cultural ou em qualquer campo da vida pública’”.

Nenhuma lei é capaz de proibir alguém de ter preconceito em relação a alguma pessoa ou situação, a lei age e deve agir no externalização desse preconceito que INVIABILIZA a aquisição por parte de terceiros!

Um cristão pode discordar da minha orientação sexual, é um direito dele, de liberdade religiosa, mas esse mesmo cristão não tem o direito de me menosprezar, de atingir a minha dignidade me achincalhando em rede nacional como o Pastor Silas Malafaia faz. Ele pode me chamar de pecadora? Pode (Pecadora? Sim, e com muito orgulho), porque a religião que ele professa assim o diz. Mas ele não tem o direito de me chamar de aberração(?), de inferior(em relação a quê?), de anormal, doente (a medicina já reviu seus conceitos) de continuar perpetuando o ódio em rede nacional. Pois é isso o que aquele senhor faz. E é por isso que esta lei deve ser aprovada, apesar de qualquer crítica a respeito de sua técnica que ela mereça.

Esta lei terá efeito pedagógico em senhores como Malafaia e Bolsonaro que pensarão mil vezes antes de perpetuar o ódio contra LGBTs. Somos cidadãos deste país e merecemos igual consideração e respeito. É o ódio do carrasco que deve ser punido e atacado e não o direito de milhares de pessoas que infelizmente ainda vivem a margem da sociedade em função deste discurso de ódio milenar, que é a homofobia, e que permeia nossa sociedade.

Bloco Papaléguas começa a contagem regressiva para o Carnaré 2011

sábado, 21 de maio de 2011

Será que Belo Monte será uma nova Tucuruí com futuros despejos?


Noticia publicada no jornal Diário do Pará dão conta da construção de 500 casas para os operários da construção da Usina de Belo Monte, será a mesma história que ocorreu em Tucuruí, há 30 anos passado o Governo Federal construiu a Vila Permanente para atender os operários da construção das obras e passado 30 anos de pagamentos de alugueis das casas ate os dias atuais a Eletrobrás-Eletronorte ainda esta locando as casas e pontos comerciais como se fosse uma imobiliária. Inclusive expulsando os trabalhadores que realizaram a construção das obras através de despejos.
Um prestador de serviço funcionário da estatal. observou sua trajetória ao longo de 30 anos trabalhando na obra e verificou que já pagou para a empresa "SÓ DE TAXAS DE MANUTENÇÃO", cerca de R$ 380.000,00, em uma casa que no mercado da época e no valor atual não vale R$ 30.000,00.
E agora as mesmas coisas estão sendo feitas em Belo Monte com o início da construção destas 500 casas que nunca serão efetivamente para a população que realmente serão os sacrificados com a construção das obras daquela usina.
FIQUEM ALERTAS COM O QUE ESTAMOS PASSANDO EM TUCURUÍ, POIS ERRAR É HUMANO PERSISTIR NO ERRO É ESTARMOS DANDO ATESTADO DE BURRICE!!!!!!

ASMOVIPE realiza hoje 21 de Maio Assembléia Geral de Moradores

A Associação dos Moradores da Vila Permanente - ASMOVIPE, realiza neste Sábado (21), Assembléia Geral dos Moradores para decidir temas ligados a Habitação, Despejos ocorridos, Metas Sociais e Reuniões com a diretoria da Eletrobrás - Eletronorte. A reunião será realizada na Rua Ilha Solteira, 03, com início previsto para as 19:00 h.
Na oportunidade serão realizadas as filiações de novos sócios da ASMOVIPE.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Corpos das vitimas do acidente de avião em Breu Branco encaminhados para o IML de Marabá

O pecuarista Davi Resende pai do piloto vitimado na queda do avião Eliamar Resende

Fotos do resgate e da chegada dos corpos no IML de Marabá






Encontrados os corpos dos tripulantes do Avião Cessna que caiu em Breu Branco

Os três corpos na lancha de resgate do Corpo de Bombeiros









Nesta quarta-feira (18), foram encontrados os corpos dos três tripulantes do avião Cessna C-210 matrícula PR-HSM, que decolou da fazenda do maior pecuarista do Norte do Brasil Davi Resende de Senador José Porfirio com destino a Ulianópolis no percurso o piloto teve de realizar um pouso forçado no último sábado (14), devido as fortes chuvas que assolam a região, a aeronave pilotada pelo empresário Eliomar Resende, caiu na localidade de Jararaca no município de Breu Branco, durante a queda o avião despedaçou-se nas árvores da mata fechada finalizando sua rota dentro das águas profundas do rio Moju, não dando nenhuma chance para que os tripulantes pudessem salvar-se do acidente levando a óbito o piloto Eliomar Resende e os tripulantes Elinaldo Gomes da Silva e Francisco Iratan Araújo Silva, sendo os corpos encontrados na cabine da aeronave no fundo do rio e encaminhados para autópsia no IML em Marabá.

A equipe de resgate foi bastante atuante e consegui localizar os corpos graças a chegada nesta quarta-feira de um sonar da Marinha do Brasil, que localizou rapidamente os destroços da cabine da aeronave a quase 60 metros de profundidade no Rio Moju. (Wellington Hugles)

Fotos da operação de resgate dos 3 corpos da queda do avião Cessna C-210 no município de Breu Branco



quarta-feira, 18 de maio de 2011

Governo do Pará: resultado da licitação para contratação de Agência de Publicidade


Veja as notas avaliativas que as agências de publicidade que participaram da licitação do governo receberam. As propostas foram feitas e você passa a conhecer a ordem de classificação das agências que farão a publicidade institucional do governo do estado. Acompanhe a avaliação: http://www.secom.pa.gov.br/licitacao/?page_id=2

terça-feira, 17 de maio de 2011

Dia 27 de Maio prazo final para a adequação e entrada em vigor da Lei de Transparência na Prefeitura de Tucuruí, Autarquias e Câmara de Tucuruí

Primeiras imagens dos destroços do avião que caiu nas matas de Breu Branco



Fotos da Fuselagem do Avião que caiu em Breu Branco

Fotos: Wellington Hugles

Uma parte da fuselagem do avião ficou nos galhos das árvores no local da queda

Rio Mojuzinho esta sendo inspecionado pelos mergulhadores em busca do avião

O agricultor Antonio que viu o momento exato da queda da aeronave nas matas proximo ao Rio Mojuzinho

Partes da fuselagem do avião retorcidas encontradas nas matas da região do acidente

Equipe de mergulhadores percorrendo o rio em busca de sobreviventes

O fazendeiro Davi Resende, pai e Lindomar Resende, irmão de Eliomar acompanham de perto a equipe de resgate

Muitas dificuldades encontradas pelos mergulhadores devido a grande extensão da área do acidente

As equipes de mergulho trabalham ininterruptamente para encontrar o restante da aeronave no Rio Mojuzinho

Devido a mata muito densa e a grande área de extensão do acidente a uma grande probabilidade da existência de sobrevivente acidentado

Vila Boa Esperança em Breu Branco

O localidade e difícil acesso para a equipe de resgate

Parte da asa da aeronave foi encontrada entre as árvores na mata

Diversos destroços do avião monomotor que saiu de Senador José Porfirio pra Ulianópolis na manhã do sábado (14) foram encontrados nas matas da localidade de Boa Esperança em Jararaca município de Breu Branco, parte da asa e da cauda, assim como outra parte ainda não identificada que se encontra em cima de uma árvore, o restante da aeronave poderá estar dentro das aguas do rio Moju, mais as buscas continuam intensificadas dentro da mata e no rio com diversas equipes de mergulhadores.

Ainda esta sendo aguardado o helicóptero da FAB que viria de Manaus para auxiliar nas buscas. O agricultor Sr. Antônio morador da localidade contou que o avião sobrevoava a localidade em baixa altitude durante forte chuva com muitos trovões, fazendo círculos tanto um local para pouso, e num exato momento houve uma exploração com fogo na parte frontal do avião, sendo que desceu girando para dentro da mata, após a queda ele com seu netos foram de canoa pelas margens do rio e acharam malas, bolsas e um acento da aeronave na água, nos pertences achou um celular com os números dos parentes e ligou informando o acidente. Durante sua procura não observou nenhuma pessoa no local dos objetos.

Passado quase 72 horas do acidente a equipe de salvamento não perde a esperança de encontrar tripulantes com vida, pois a mata esta dificultando as buscas e a extensão do local do acidente e muita extensa.

Umas equipes de mergulhadores do Corpo de Bombeiros estão fazendo uma varredura no fundo do Rio Mojuzinho em busca do restante da aeronave que provavelmente poderá estar os corpos dos passageiros.

As identidades dos 3 tripulantes, o piloto do monomotor era o empresário Liomar Resende Soares, o mecânico Elinaldo Gomes da Silva e o eletricista Francisco Iratan Araújo Silva, que estavam realizando manutenção em um trator na fazenda de Liomar em José Porfirio.

O pecuarista Davi Resende, acompanha as buscas com esperança de encontrar os tripulantes com vida. (Wellington Hugles)

O empresário Liomar Resende pilotava o avião que caiu em Breu Branco