Pesquise as matérias do JT:

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Sinsmut – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Tucuruí - NOTA DE ESCLARECIMENTO

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Diante das informações inverídicas prestadas pela Prefeitura Municipal de Tucuruí, através de sua Assessoria de Imprensa e Comunicação e pagos através do erário público, com referência a data base dos servidores municipais, que estão sendo divulgadas no Programa radiofônico "Tucuruí Agora", e através de inserções nos intervalos diários das programações da emissora de televisão, a direção do Sinsmut vem através desta nota, esclarecer os fatos e repor a verdade.

- O Sinsmut protocolou junto a PMT sua pauta de reivindicações por escrito, com proposta que visa à valorização dos servidores, entre os principais pontos, estão à reposição inflacionária anual, isso é, até dezembro de 2013, que foi de 5,91% de acordo com o IPCA, observando que a data base dos servidores da PMT ocorreria apenas no mês de Maio, foi percebido que o índice mencionado, não correspondia à realidade da reposição, e o que é mais grave, esse modelo de reajuste estava sendo adotado desde o início do atual governo municipal, calculando as perdas  dos servidores apenas até o mês de dezembro do ano de análise, com isso trazendo perdas irreparáveis aos servidores, descoberta a armação pela atual diretoria do Sinsmut, identificou-se a desvalorização salarial dos servidores, já que de Janeiro até Abril do ano em curso, não se calculava as perdas, muito menos se levava em considerarão, os números, para a reposição das perdas salarias, no modelo imposto pelo prefeito Sancler Ferreira.

- Foi com esta intenção e trabalhando na defesa da classe que o Sinsmut ficou no aguardo do cálculo das perdas entre os meses de Abril de 2013 a Abril de 2014, sendo anunciado os números pelo IPCA apenas no início do mês de Maio, que foi calculado na alíquota de 6,28%, e na reunião do último dia 14 de Maio, foram apresentadas estas considerações, documentalmente a administração da Prefeitura mostrando que o percentual correto a ser levado a mesa de negociação para reposição das perdas seria do período de Abril de 2013 a Abril de 2014, acumulando nestes 12 meses o total de 6,28%.

Com o atual modelo imposto pela PMT, quem sairia no prejuízo, seriam os servidores, que teriam diretamente uma perda em suas reposições salarias na alíquota de 0,37%, pela revisão das perdas em apenas 8 meses de estudos do período de data-base de 2013.

- O Sinsmut adotou uma nova e inovadora política de valorização salarial dos servidores, que prima em não abrir mão dos direitos adquiridos, neste sentido, a direção do Sinsmut, decidiu após aprovação da Assembleia Geral, protocolar o reajuste real de 6,28% divulgado pelo IPCA, que foi o percentual acrescido acima da reposição inflacionária.

- Também esta em discussão na pauta de negociação à recuperação das perdas oriundas da implantação do IPASET, que foram entre 2% a 3% no ano de 2013.

- O Sinsmut também exige o aumento no valor do ticket de refeição em R$100,00 (cem reais), que a Prefeitura já anunciou a inviabilidade, por alegar falta de recursos para este reajuste.

Agora, matematicamente apenas com a implantação do IPASET, a PMT vem  deixando de recolher para o INSS, mensalmente mais de R$ 500 mil.

Com a redução do recolhimento dos encargos patronais que eram de 21,75%, para apenas 12%, então onde estão indo parar estes valores que deixaram de serem recolhidos aos cofres do INSS.

Após estas análises, a direção do Sinsmut, irmanada com os servidores, observou que a classe esta com muito crédito junto a Prefeitura de Tucuruí, para cobrar um reajuste real e decente, e aproveita para convoca a todos os funcionários públicos municipais, para juntos levantarem esta bandeira de valorização salarial.

Chega de perdas. Unidos somos mais fortes!!!

SINSMUT EM AÇÃO VALORIZANDO O SERVIDOR EM 1º LUGAR

Nenhum comentário:

Postar um comentário