Pesquise as matérias do JT:

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Gripe A: Estudantes da UFPA de Tucuruí pedem urgência na transferência do paciente e imunização dos alunos do Campus




 Estudantes Marcos Vinicius Sousa Lacerda, 21 anos

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

Os quase mil alunos dos cinco cursos do Campus da Universidade Federal do Pará (UFPA), em Tucuruí, sudeste do Pará, estão solidários ao estudante do 5º semestre do curso de Engenharia Mecânica, Marcos Vinicius Sousa Lacerda, 21 anos, que se encontra internado na UTI do Hospital Regional de Tucuruí (HRT), há três dias aguardando sua transferência para outro hospital público do estado em Belém ou Marabá, mas em função a falta de leito de UTI no sistema de regulação do estado, Marcos Vinicius contínua na UTI do HRT de Tucuruí, e segundo seu quadro clínico no momento da internação, o paciente está com infecção grave nos pulmões, que nesta quarta-feira, evolui para complicações renais, segundo o médico Daniel Pinheiro, o paciente está com suspeita de ter sido acometido com o vírus da Gripe A, sendo aguardado o resultado do exame nas próximas horas.

Campus da UFPA - Na manhã desta quarta-feira (7), a coordenação do Campus da UFPA de Tucuruí, após diversos contatos dos familiares dos alunos preocupados com a situação do estudante internado no HRT e a possibilidade de uma epidemia no campus, decidiram interditar a sala de aula número 52, onde Marcos Vinicius frequentava as aulas, transferindo a turma pra a sala 19, mas segundo os alunos até o momento nenhuma medida preventiva foi tomada pela coordenação do campus, com vista, a imunização dos estudantes e do ambiente de convívio na universidade, “não adianta isolar uma sala, nosso convívio com nosso amigo era em todos os ambientes, sendo necessária a suspensão das aulas até uma posição oficial da Secretaria de Saúde”, afirmou um estudante do Campus.

Segundo a coordenadora de Assistência Estudantil do Campus da UFPA de Tucuruí, a psicóloga Wivian de Figueiredo Góes Ferreira, “todas as medidas estão sendo tomadas no sentido de viabilizar junto aos órgãos de saúde uma atenção aos estudantes que por ventura tiveram contato com o universitário, para evitar uma epidemia no campus”.

A coordenação formada pelo diretor da Faculdade de Engenharia Mecânica Jessé Padilha e a coordenadora de Assistência Estudantil do Campus da UFPA de Tucuruí a psicóloga Wivian de Figueiredo Góes Ferreira, estiveram na Secretaria de Saúde Municipal de Tucuruí onde não tiveram nenhuma posição das medidas preventivas que poderiam ser tomadas junto à comunidade estudantil, e após reunião com a coordenadora epidemiológica do município Elizabeth Fontenele, tiveram a informação que, “enquanto não houver a confirmarão após o resultado do exame, nenhuma medida poderá ser tomada, haja vista, o caso do paciente Marcos Vinicius ser apenas uma suspeita de gripa A”.

Manifestação - Os estudantes universitários decidiram fazer uma manifestação na porta do Hospital Regional de Tucuruí por volta das 9 h da manhã desta quinta-feira (8), pata tentar cobrar do governo do Pará uma decisão urgente com referência à transferência imediata do paciente, para outro hospital do estado que possa garantir a manutenção da sua saúde e eliminar a possibilidade da suspeita da gripe A, haja vista, o paciente estar a três dias internado em Tucuruí e segundo denuncias o hospital não tem sequer medicamentos para o controle e a eliminação do avanço da doença, o conhecido Tamiflu, é fato, que a situação clínica do está inalterada, mas segundo informes médicos, novo pedido de Tratamento Fora de Domicilio (TFD), foi protocolado junto à regulação da Sespa, sendo informada a grave infecção pulmonar culminando a evolução com infecção renal.

Morte por Suspeita – Na manhã da terça-feira (6), enquanto o universitário Marcos Vinicius Sousa Lacerda dava entrada no Hospital Regional, a paciente Adriana Silva, 23 anos, do município de Jacundá, foi a óbito no hospital em função a problemas pulmonares, na certidão de óbito a causa da morte foi tuberculose, mas segundo os familiares a equipe medica não descartou durante sua internação, sua infecção pelo H1N1, inclusive, exames foram colhidos e encaminhados à Belém, mas antes do resultado a mulher morreu, sua filha de 10 dias de nascida em função ao grande contato com a mãe, ficou internada para exames, sendo liberada nesta quinta-feira (7).

Outro caso também está sobre suspeita, de um homem, de idade mediana que se encontra internado em um hospital particular da cidade, que também aguarda o resultado de exames, que foram encaminhados a Belém.

Final da imunização - A campanha nacional de vacinação contra a gripe, teve início no último dia 22 de abril e se encerra nesta sexta-feira (9).

A novidade deste ano foi à ampliação da faixa etária para crianças de seis meses a menores de cinco anos, integram este grupo pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional. As pessoas portadoras de doenças crônicas não-transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais também devem se vacinar.

Os estudantes universitários do Campos da UFPA de Tucuruí cobram das equipes de saúde, a imunização de todos os quase mil estudantes da faculdade, que tiveram contato diário com Marcus Vinicius, bem como seus familiares que de forma direta convivem com o universitário.



Um comentário:

  1. Marcio Gonçalves8 de maio de 2014 23:23

    Sou Pai de aluno da UFPA Tucuruí e acho que trata-se de um caso peculiar e que envolve um risco altíssimo já que os alunos ali lotados moram nos quatro cantos do estado do Pará e ou em outros estados, possibilitando (caso aja confirmação de h1n1) a dissiminação do mesmo de forma incontrolável! Neste caso as autoridades deveriam quebrar alguns protocólos com TFD e agir de forma enérgica para que este jovem tenha o tratamento devido e que lhe é de direito e evite-se uma epidemia com proporções impactantes! Alerta geral! #ação #emergencia! Márcio Gonçalves (Marabá)

    ResponderExcluir