Pesquise as matérias do JT:

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Tucuruí: Preso o trio suspeito de ter cometido o assassinato do estudante após micareta de Carnaval



Gabriel Santos Leal, Erick Sousa Ramos e Cláudio Magno de Macêdo, vulgo “Bolota

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

Dentro da programação do Carnaval de Tucuruí, uma triste fatalidade foi registrada na madrugada do domingo (15), quando três homens, tiraram barbaramente a vida do estudante Mauricio Pereira Rosa, 16 anos, fato ocorrido em via pública, na Rua Lauro Sodré próximo a Praça do Rotary, no centro comercial de Tucuruí, sudeste do estado.

Após intensiva investigação conjunta da Polícia Militar e Civil, que contou com o apoio precioso das informações da população, foi elucidado rapidamente o crime, e presos os suspeitos: Cláudio Magno de Macêdo, vulgo “Bolota”; Gabriel Santos Leal e Erick Sousa Ramos.

Segundo os depoimentos dos acusados na Seccional, a morte do estudante Mauricio Pereira Rosa, foi ocasionada em função a uma “brincadeira”, que o estudante Mauricio Rosa tirou com um de seus algozes, durante o percurso da micareta pelas ruas da cidade.

Após o término da folia de Carnaval, já nas escadarias da Santo Antônio, o trio de amigos se combinaram de ir em busca do estudante, e “resolverem o impasse”.

Foi quando em frente à Escola Assis Rios o trio conseguiu avistar Mauricio Rosa, que estava se encaminhando a pés para a Praça do Rotary, centro da cidade, foi quando o elemento Cláudio Magno de Macêdo, vulgo “Bolota”, ao se aproximar da vítima, puxou da cintura uma faca e desferiu um golpe certeiro nas costas do estudante.

Mesmo ferido, Mauricio Rosa ainda chegou a correr por alguns metros em busca de ajuda dos seus amigos, mas caiu ensanguentado na porta da Loja Matheus Importados, morrendo em seguida.

O trio de algozes fugiu do local do crime sem deixar vestígios, achando que ninguém os teria visto, mas após minuciosa investigação, foi questão de tempo à elucidação do ato criminoso, com a identificação, localização e prisão dos três elementos.

A autoridade policial da Seccional de Tucuruí autuou em flagrante delito Cláudio Magno de Macêdo, vulgo “Bolota” por ter desferido a facada fatal na vítima e por coautoria Gabriel Santos Leal e Erick Sousa Ramos, por planejarem e participaram da execução do estudante, aguardando apenas a decisão judicial para suas transferências ao Centro de Recuperação Regional de Tucuruí.


A Polícia Civil deverá solicitar após o período de feriados, as imagens das câmeras de circuito fechado da loja Matheus Importado e da Caixa Econômica Federal, para consolidar a participação do trio na execução do estudante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário