Pesquise as matérias do JT:

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Tucuruí: Corpo de comerciante e encontrado cravado de facadas em terreno baldio no bairro Bela Vista

A vítima Orlando dos Santos Souza, 56 anos, natural da cidade de Apiai - São Paulo






WELLINGTON HUGLES 
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

Por volta das 13 h desta segunda-feira (16), populares acionaram a Polícia Militar para informar que avistaram um corpo jogado dentro de um terreno baldio, onde funcionava uma fábrica de blocos de concreto, localizada na Avenida Viridiano Cardoso, ao lado da sede do Conselho Municipal de Assistência Social de Tucuruí, no bairro Bela Vista, em Tucuruí, sudeste do Pará.

Rapidamente centenas de populares lotaram os arredores do terreno em busca de informações a respeito da identificação da vítima, a PM isolou a área.

Os peritos do Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves” estiveram fazendo o levantamento de local de crime e equipe do IML de Tucuruí procedeu à remoção do cadáver, que será levado para o município de Marabá, distante 280 km de Tucuruí, para que seja feita a necropsia do corpo, em função a falta de médicos legistas no IML de Tucuruí, que decidiram cruzar os braços, por estar a cinco meses sem receber seus salários, por culpa da Prefeitura de Tucuruí, através do prefeito Sancler Ferreira, que assumiu o compromisso assinado no convênio de cooperação, entre estado e município, de arcar com os pagamentos dos médicos legistas que prestam serviços ao IML de Tucuruí.

O corpo encontrado foi identificado como sendo de Orlando dos Santos Souza, 56 anos, natural da cidade de Apiai - São Paulo, segundo informações prestadas pela PM, os seus documentos da vítima estavam foram espalhados no local. Os peritos observaram diversas perfurações de arma branca (faca) no peito da vítima.

Alguns conhecidos do comerciante informaram a reportagem, que Orlando Santos, era uma pessoa de boa índole e trabalhadora, possuía um carro modelo Pampa, o qual fazia o transporte de ferragens e comercializava nos ferros velhos da cidade.
Informaram ainda, que o homem não possuía nenhum problema de saúde, apenas consumia muita bebida alcoólica. Seu corpo foi encontrado debaixo de um galpão aberto, em um local que funcionava uma fábrica de blocos de concreto, mas que há muito tempo estava abandonado.

Os vizinhos observaram o acúmulo de urubus próximo ao local, além do mau cheiro, que estava exalando do local, foi quando, ao subirem no muro, observaram um corpo jogado em cima de umas ferragens.

Segundo um amigo, Orlando Santos teria chegado do trabalho e estacionado o carro em cima da calçada de uma marmoraria próximo ao local onde seu corpo foi encontrado na manhã do domingo. 

Na tarde do domingo (15), por volta das 17 h, observou-se um rapaz moreno, de aproximadamente 22 a 25 anos, que trajava uma bermuda vermelha e preta, com uma mochila nas costas, saindo de dentro do terreno baldio, mas naquele momento ninguém maldou a cena, achando que ele estaria vertendo água no local abandonado, mal sabiam que aquele elemento era o algoz que tirou a golpes de faca a vida do comerciante Orlando Santos Souza.

Um inquérito policial foi tombado na Seccional de Tucuruí, para apurar o autor e os motivos que levaram ao assassinato do comerciante.  

Um comentário:

  1. ó senhor essse velho era um traabalhador apesar de beber demais.
    mas DEUS vai colocar em boas mãos o culpado dessa tragédia
    EM NOME DE JESUS

    ResponderExcluir