Pesquise as matérias do JT:

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

PM localizou caminhonete com um corpo carbonizado que pode ter sido utilizada no frustrado assalto ao Banco do Brasil de Baião





WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

A cidade de Baião localizada na região do baixo Tocantins, no sudeste do Pará, foi aterrorizada durante a madrugada da quinta-feira (12), em função a ação criminosa de um grupo de assaltantes, conhecida como “vapor”, que conseguiram afugentar os Policiais Militares dentro do Quartel da PM, enquanto outra equipe realizava o arrombou do cofre da agência do Banco do Brasil.

O assalto foi sincronizado, enquanto os meliantes disparavam diversos tiros contra o quartel da PM, para evitar que os PM’s saíssem em defesa da população, outro grupo se deslocou para a agência do Banco do Brasil onde arrombaram o cofre, com a intenção de levar todo o dinheiro, que possivelmente estaria depositado no cofre, e seria destinado para o pagamento dos salários dos funcionários da Prefeitura de Baião.

Durante a refrega entre os PM’s e o grupo de assaltantes, que cercaram o quartel, um dos meliantes foi alvejado pela PM, mas durante a fuga foi resgatado pelos seus comparsas.

Nenhum dos militares lotado no quartel em Baião foi ferido, mas a população passou por uma pressão muito grande, e ficou temerosa, haja vista, o grande número de assaltantes, que durante a madrugada dispararam tiros por todas as ruas da cidade, para evitar que a PM ou populares realizassem retaliação aos assaltantes. O município de Baião ficou literalmente sitiado.

Por volta das 2 h da madrugada, os assaltantes conseguiram arrombar o cofre da agência do Banco do Brasil, e esperavam encontrar em seu interior aproximadamente R$ 2 milhões, que seria a previsão para o pagamento dos salários dos funcionários públicos da Prefeitura de Baião.

Frustração – Os assaltantes se depararam com o cofre do banco totalmente vazio, em função da agência ter passado por manutenção depois do último assalto, e ainda não estava confirmada a sua reabertura para a manhã da quinta-feira (12), para o pagamento dos funcionários municipais de Baião.

Após o assalto frustrado, pela ausência de dinheiro no cofre do banco, os assaltantes fugiram durante a madrugada sem paradeiro utilizando uma caminhonete.

O Grupamento Tático Operacional da PM de Tailândia localizou na manhã desta sexta-feira (13), em um ramal no município de Moju, a caminhonete com um corpo totalmente carbonizado, sendo impossível afirmar ser o mesmo veículo utilizado na fuga dos meliantes do assalto de Baião.

A PM trabalha com a hipótese, que o corpo que foi encontrado na caminhonete também carbonizado, e de um dos assaltantes que foi alvejado a tiros pela PM, em Baião, e que morreu durante a fuga, e que para evitar sua identificação, a quadrilha ateou fogo no carro com o corpo dentro.

Mas com a identificação do número do chassi que estava intacto, foi fácil chegar ao proprietário do veículo, pertencente a uma locadora do estado do Maranhão, e que segundo informações prestadas à PM pela proprietária, o veículo foi locado por um homem, e que há dias deveria ter sido devolvido.

Tudo está sendo investigado para elucidar a ação criminosa, e segundo a polícia, será questão de tempo a localização de todos os envolvidos no assalto frustrado ao Banco do Brasil de Baião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário