Pesquise as matérias do JT:

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Após as cinzas as possíveis mudanças no 1º escalão da Prefeitura de Tucuruí


WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles
Conforme anunciado há alguns dias pela nossa equipe de jornalismo, e segundo informações de fontes ligadas diretamente ao prefeito Sancler Ferreira (PPS), já passada a metade do seu segundo mandato, deverá expandir ainda mais sua gestão “familitaria” e nomear mais alguns consanguíneos para os principais cargos de comando da PMT.

Com uma administração catastrófica, que dia-a-dia está se desmoronando em cinzas, e após um fiasco dos festejos em comemoração ao Carnaval, Sancler que já aniquilou tudo que realmente era da população de Tucuruí, a saber: acabou com o Hospital Municipal (antigo Sesp) e a Maternidade Municipal (que está há 5 anos dentro do HRT), faliu com todos os Postos de Saúde e derrubou os mais importantes como, o da Cohab, Terra Prometida e outros.

Consegui deixar o bairro do Getat ainda em situação de maior dificuldade na locomoção das famílias, mas recebeu R$ 3 milhões do Governo do Pará, no período eleitoral, para asfaltar todo o bairro, não esquecendo, que no ano de 2010, contratou a empresa BEST, pelo valor de R$ 32 milhões para asfaltar todo o bairro do Getat, e mais 50 km de ruas em Tucuruí, só não sabemos em qual Tucuruí.

Na Tucuruí de verdade, que está um caos total ou na da mídia, que está linda e impecável, falando em mídia, engessou os meios de comunicação de Tucuruí, gastando nos últimos 6 anos quase R$ 10 milhões para que a população não tenha acesso, e fale as mazelas e a verdade da total calamidade pública na cidade.

Alô ANATEL, isso e uma concessão, estamos de olho.

Enfim, conseguiu acabar com a maior e mais tradicional festa popular, o Carnaval das Escolas de Samba de Tucuruí, não repassando os valores de patrocínio, mas prometendo repassar R$ 20 mil para cada escola, para ficarem caladas e não procurarem os meios de comunicação para reclamarem pela não realização do Carnaval, e o que é pior, ainda deu um cano não pagando os valores prometidos aos presidentes.

E não esquecendo, recebeu R$ 11 milhões no período eleitoral, para a construção da Orla da Nova Matinha, contratando a empresa MGM, e lá seria construído o Sambódromo da cidade, ficamos, sem o sambódromo, com uma escavação a beira do canal da eclusa, o dinheiro sumiu, a empresa levou um cano e o Carnaval foi extinto, realmente só o Sancler sabe fazer muito bem.

E de quebra, reformou a peso de ouro, um prédio repassado para o Governo do Pará pela Eletronorte, para fazerem o IML, e agora há 5 meses não paga os salários dos dois médicos legistas e o que está ocorrendo, os corpos das vítimas que necessitam de necropsia, segue para Marabá.

Descontente, segundo Sancler, pela inoperância de seus auxiliares, não sabemos o porquê, haja vista, “manda quem pode, é obedece quem tem juízo”. Então quem e o incompetente e este "sujeitinho" que atende pela acunha de Sancler Ferreira.

Vamos as possíveis alterações nos cargos do primeiro escalão do “desgoverno” municipal de Tucuruí, que poderá ou não, ser anunciado a qualquer momento:

Obras, Urbanismo e Habitação – Sai Márcio Hiroshi - Entra a ex-secretária Mariely Beliche

Saúde – Sai Charles Tocantins – (Entra Dr. Lourival Filho não aceitou o convite) segunda opção Devaldo Rodrigues

Finanças – Sai Sheila Vaz – Entra Tancy Ferreira

Chefe de Gabinete - Sai Ronaldo Lessa Voloski - Entra Junior Souto

Companhia de Trânsito de Tucuruí – Sai Weber Bordana – Entra Charles Mousinho

Nossa Água – Sai Roberto Felipe - Entra Ronaldo Lessa Voloski

Esporte e Juventude - Sai Joaquim Pepino - Entra Rosalvo Fernandes

Administração – Sai Nilda Ferreira - Entra Francisco Feitosa

Desenvolvimento Rural  - Desenvolvimento Econômico Sai Jackson Albuquerque - Entra Nilvan Oliveira (que ganhou a licitação através de sua empresa para o setor de Comunicação da Eletronorte).

Comunicação – Sai Jean Guedes - Entra Marcelo Costa

Continuam nas respectivas Secretarias:

Educação - Sua irmã Helen Ferreira

Meio Ambiente - André Santana (por estar presidente do PPS)

Segurança e Assuntos Institucionais - Lázaro Araújo (Pré-candidato)

Saneamento e Serviços Urbanos - Anísio Pacheco

Desenvolvimento Econômico - Roberto Pacheco  Secretaria Extinta

Desenvolvimento Rural - Germano Holanda


4 comentários:

  1. Em outros lugares por muito pouco os prefeitos são cassados é em Tucuruí isso não acontece.

    ResponderExcluir
  2. Quero ver vc publicar isto aqui, lamento que os teus informantes estão te fazendo de tolo, de besta, de idiota pra não chamar de otário, os secretários estão rindo da tua cara, caíste numa pegadinha daquelas rsrsrsrsrs. se informe melhor, ta virando palhaçada esta política de Tucuruí.

    ResponderExcluir
  3. Como entra o bosta do Nilvan em Desenvolvimento Rural lá em cima e continua o Germano Holanda aqui em baixo? Bebeu Hugles?

    ResponderExcluir
  4. Se os que estão desde o começo não estão dando conta, imagine quem vai pegar o barco naufragando. Ficará a mesma coisa só vai trocar as cabeças.

    ResponderExcluir