Pesquise as matérias do JT:

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Comerciante é executado a tiros na quinta-feira santa em Tucuruí

O comerciante Rômulo Sardinha Gomes, 43 anos, executado a tiros em Tucuruí




WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Arquivo pessoal/Wellington Hugles

Ao final da noite da quinta-feira santa, mais um crime com rigor de execução foi registrado em uma das vias públicas do bairro Colorado, em Tucuruí, sudeste paraense, o comerciante Rômulo Sardinha Gomes, 43 anos, natural do estado do Mato Grosso, conhecido carinhosamente na cidade como “Rômulo Cabeça Branca” onde morava há muitos anos, morador do bairro Paravoá, foi surpreendido por dois elementos em uma motocicleta quando trafegava na Rua Magalhães Barata, principal via de acesso do bairro Colorado, sendo alvejado com vários tiros pelos seus algozes culminando com sua morte ainda no local.

Por volta das 23:30 h desta quinta-feira (17), o comerciante Rômulo Sardinha Gomes, após ter saindo de um local onde estava jantando com alguns amigos, ao dirigir-se pela Avenida Magalhães Barata no bairro Colorado, foi surpreendido por uma emboscada de dois elementos em uma motocicleta, que o aguardavam para sua execução.

Segundo as informações prestadas pelo amigo que o acompanhava como passageiro dentro do veículo Saveiro, de cor branca, “ao saírem do restaurante, foram, surpreendidos após dobrarem a esquina pela motocicleta com dois homens armados de revólver, que mesmo com o veículo em movimento passaram a disparar sete tiros contra Rômulo”, segundo a testemunha ele abaixou-se dentro do carro até o impacto com o muro de uma residência.

Após a execução sumaria de Rômulo Sardinha Gomes, os elementos na moto fugiram do local sem deixar nenhuma pista de suas identificações, a Polícia Militar foi acionada e isolou o local até a chegada dos investigadores da Polícia Civil, que iniciaram a tomada de depoimentos para as devidas investigações para apurarem os motivos que levaram a morte do comerciante.

A equipe de remoção do IML de Tucuruí esteve no local juntamente com os peritos que realizaram a pericia do local do crime, sendo encontradas cápsulas deflagradas de Pistola ponto 40 no chão, o corpo da vítima recebeu sete perfurações, que o levou a óbito instantaneamente, o cadáver foi removido e passou por necropsia na manhã desta sexta-feira (18), sendo liberado o corpo aos familiares para os funerais. 

O féretro está sendo velado na Congregação Presbiteriana Filadélfia na Avenida 31 de Março, e seu sepultamento será realizado na manhã deste sábado (19), no cemitério público de Tucuruí Jardim da Saudade. 

Muitos amigos e familiares estiveram no local do crime, pedindo justiça, Rômulo Sardinha Gomes era uma pessoa muito conhecida na cidade, Rômulo deixou esposa e filhos, que juntamente com seus irmãos e familiares estão chorando e sofrendo pela perda prematura de seu ente querido.

O veículo da vítima também será periciado e inquérito policial será tombado para tentar elucidar mais este assassinato em Tucuruí.


Passado uma semana do último assassinato ocorrido também em uma via pública no centro da cidade, o comerciante Rômulo Sardinha Gomes, foi mais uma vítima nas mãos dos seus executores, que estão à solta na cidade, e nada esta sendo feito pela segurança pública, para coibir e colocar atrás das grades estes elementos que vem praticando estas mortes com rigores de execução, ficando os algozes tranquilos, por entenderem que a impunidade e certa.

4 comentários:

  1. Poderia revisar melhor o texto, os erros de português são gritantes!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gritantes são tua falta de caratér...idiota

      Excluir
  2. Uma vida vai enbora ea dona adriana /se preocupa com piquenos erros de portugues

    ResponderExcluir