Pesquise as matérias do JT:

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Idoso morre após ser atropelado por viatura da PM





 


WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

A semana começou com mais uma morte de trânsito em Tucuruí, sudeste paraense, Antônio Francisco Leandro, 64 anos, transitava tranquilamente pela Rua Lauro Sodré indo para sua residência na mesma via, na confluência do início da Rodovia Transcametá (BR 422), ao se aproximar a entrada do bairro Colorado, o idoso foi surpreendido pelo impacto causado pela viatura da Polícia Militar, que seguia para o centro da cidade, a “porrada” foi tão grande que Antônio Leandro, conhecido popularmente por “Pinguim”, foi a óbito no local.

O cruzamento está sendo marcado por diversos acidentes diários, devido ao grande trafego de veículos que entram e saem da cidade pela Transcametá, infelizmente o idoso Leandro foi mais uma vítima fatal, inclusive Leandro, tem um filho que atua como Cabo da Polícia Militar em Tucuruí.

A população ficou revoltada com a morte de “Pinguim” e tentaram atear fogo na viatura da PM, mas em função a grande movimentação no local e a presença de reforços da PM, o carro teve apenas os para-brisas quebrados.

O atropelamento ocorreu por volta das 12:40 h, o SAMU ainda foi acionado, mas em função aos graves ferimentos o idoso não suportou e faleceu no local, a equipe do IML foi acionada para a remoção do cadáver, que após necropsia foi liberado para os familiares providenciarem os funerais, está previsto para a tarde desta terça-feira (21) o sepultamento do féretro no Cemitério Público de Tucuruí.

Os moradores do trecho aonde vêm ocorrendo estas fatalidades, denunciam a falta de atenção e de cumprimento das normas de trânsito pela CTTUC, que por dezenas de vezes foi acionada para coibir o estacionamento de inúmeras carretas em ambas as mãos da avenida de forma irregular, com isso, obrigando aos pedestres a trafegarem pelo meio da rua, em função dos acostamentos estarem tomados de vendas e o meio fio com as inúmeras carretas. “E impossível visualizarmos os veículos que estão passando na via, em função ao grande número de carretas que ficam estacionadas durante todo o dia, aguardando cargas”, esclareceu Maria Noêmia Santos, 37 anos, moradora do local.

O comando da Polícia Militar de Tucuruí, informou que os militares foram apresentados na Seccional de Tucuruí, e afirmou que todas as medidas serão tomadas para identificar a causa do atropelamento que levou a morte do idoso, e após a análise das gravações das câmeras de vigilância das lojas localizadas próximas ao acidente, serão tomadas as medidas cabíveis dentro do que rege a lei.

Um comentário:

  1. o policialzinho?
    o q houve com ele?
    ah! ja sei, passando as ferias em acapulco, pois preso iriamos nos se fosse ao contrario.
    a justiça tem q ser feita.

    ResponderExcluir