Pesquise as matérias do JT:

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Tucuruí: “Cametazinho” tomba com 4 tiros as margens do Rio Tocantins

 Fernando do Socorro Corrêa Araújo, 19 anos, conhecido pela acunha de “Cametazinho” morto com 4 tiros 


WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

Na noite deste domingo (20), mais um assassinato foi registrado as margens do Rio Tocantins, na frente de uma casa de eventos, na praia do Mangal, em Tucuruí, sudeste do estado, a vítima foi Fernando do Socorro Corrêa Araújo, 19 anos, conhecido pela acunha de “Cametazinho”, por ser natural da cidade de Cametá.

“Cametazinho” já era conhecido da polícia, por ter puxado cadeia no Centro de Recuperação Regional de Tucuruí pelo crime de roubo, há dias a vítima tinha siando da cadeia, mas foi na noite deste domingo que ele encontro a morte, sendo executado cruelmente com 4 tiros.

Segundo informações apuradas pela Polícia Militar que esteve no local atendendo a chamada, através da equipe do Sargento PM Paulo, a vítima Fernando do Socorro Corrêa Araújo, estava se divertindo com outro amigo em uma casa de eventos localizada no bairro Beira Rio, na praia do Mangal, muitos populares observaram que um veículo estava há muito tempo rondando o local, ficando parado na porta da festa, até o momento em que “Cametazinho” decidiu sair com seu amigo, sendo surpreendido com diversos disparos de arma de fogo, acertando sua cabeça, peito braço e perna.

Fernando do Socorro Corrêa Araújo foi a óbito ainda no local, em função a perfuração de 4 projéteis de balas certeiros. O seu parceiro também foi baleado e levado ao Hospital Regional de Tucuruí, onde se encontra internado, mas segundo a equipe médica, não corre risco de morte.

O delegado Luís Eduardo Paisani, titular da 15ª Seccional de Polícia Civil de Tucuruí juntamente com o investigador José Santiago, deram início as investigações e a apuração dos fatos, diligências foram tomadas, para tentar elucidar o crime, os homens que estavam no carro, após realizarem os disparos que culminou com o assassinato fugiram do local sem deixar nenhuma pista.


A equipe do Centro de Perícias Cientifica “Renato Chaves” de Tucuruí, através do perito Márcio Moura com o apoio de Josué Cunha e Leandro Sacramento, estiveram no local para fazer o levantamento de local de crime. O corpo de “Cametazinho” foi removido para o IML onde passou por perícia, sendo liberado aos familiares para o funeral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário