Pesquise as matérias do JT:

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Elucidada morte da menor de 13 anos em Novo Repartimento

A menor de 13 anos teve sua vida prematuramente ceifada pela 'quadrilhada da morte'

Francisco Lucas Carvalheto autor das 23 facadas que tirou a vida da menor de 13 anos em Novo Repartimento
O menor de 16 anos D.S.S. que segurou a adolesceste para ser esfaqueada juntamente com o atual namorado de 14 anos C.E.L. que facilitou a ação dos assassinos abrindo a porta da casa da menor para ser morta
O ex-namorado de 15 anos de iniciais R.C.O. mentor intelectual da morte da menor 


Ação integrada das Policias Civil e Militar colocou atrás das grades o autor do assassinato com 23 facadas da adolescente de 13 anos e a apreensão dos três menores cúmplices da armação criminosa
WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Fotos: Wellington Hugles


Um crime hediondo e com rigores de crueldade, marcou fatalmente a história da cidade de Novo Repartimento, sudeste paraense, distante a 480 km de Belém, durante a madrugada da última segunda-feira 13, uma quadrilha formada por Francisco Lucas Carvalheto de 18 anos juntamente com dois menores de idade, dentre eles o ex-namorado que arquitetou a ‘armação’, para tirarem prematuramente a vida da menor de 13 anos com 23 facadas, deixando marcada para sempre a memória de seus familiares com a crueldade que a menor foi executada.
A semana foi marcada com um crime que a priori, tinha indícios de ficar não solucionável, mas, graças à ação imediata dos órgãos de segurança do estado em Novo Repartimento, e a unidade da Polícia Militar através do comando do Capitão Juniel auxiliado pelo Sargento Cabral e tosa a guarnição da PM, que incansavelmente realizaram diligências em toda a cidade, juntamente com a equipe da Polícia Civil comandada pelo Delegado Valério Oliveira da Costa Alvarenga, auxiliado pelo escrivão Valdir e o investigador Menezes, elucidaram em tempo recorde todo o ‘esquema’ arquitetado para dar fim à vida da menor.
No princípio das investigações as informações chegaram truncadas, mas, com a detenção e o pedido de prisão preventiva de Francisco Lucas Carvalheto, único maior de idade que estava no local do crime, a mentira começou a ter desencontros.
Na versão de Francisco Lucas, o autor das 23 facadas foi o ex-namorado de 15 anos de iniciais R.C.O., que planejou com Francisco e outro comparsa de 16 anos de inicias D.S.S., em uma praça pública da cidade a morte da menor, inclusive D.S.S., ofereceu uma faca enferrujada que tinha indo buscar em sua casa, por volta das 2 h da madrugada do dia 13. Ao chegarem à casa da vítima, o trio de amigos bateu na porta da residência localizada no bairro Aparecida, sendo recepcionado pelo atual namorado de 14 anos de inicias C.E.L. de 14 anos, foi neste momento que a casa foi invadida pelos elementos, o ex-namorado tomado por ciúmes, com uma faca na mão passou a desferir as 23 facadas na menor, caracterizando o assassinato como crime passional, segundo Francisco Lucas, ele ficou fora da casa com o atual namorado, realizando o homicídio os dois menores, sendo a vítima covardemente trucidada e morta à base de facadas, sem que nenhum deles prestasse alguma assistência para evitar sua morte.
No depoimento do atual namorado C.E.L., de 14 anos, afirmou ter apenas aberta a porta, e recepcionado os meliantes, ficando fora da casa conversando com o ex-namorado, os outros dois elementos adentraram a casa e passaram a executaram a menor. Ouvindo os gritos da namorada mais não entrando na casa por estar dando atenção ao ex-namorado.
Para o delegado Alvarenga, as histórias não estavam batendo, para isso, a busca impreterível dos outros menores, para poder elucidar esta ‘teia de mentiras que culminou com a morte da menor’.
Com a apreensão do menor de 16 anos de inicias D.S.S., que também testemunhou a execução da adolescente, seu depoimento foi o mais embasado, com todos os detalhes para a elucidação do crime, foi com o seu testemunho que a ‘teia de mentiras’ começou a ser desmontada, e a ‘casa caiu’ para todos os envolvidos.
No depoimento do menor D.S.S., ele afirmou que todos os três foram cúmplices da morte da menor de 13 anos, que tudo foi planejado pelo ex-namorado R.C.O., mentor intelectual e de cumplicidade dos outros, inclusive foi ele quem ofertou a faca enferrujada para a execução da menor, para ele e o Francisco Lucas, caberia a execução da menor, foi combinado que naquele momento seguiriam até a casa da adolescente e com a distração do namorado C.E.L., que facilitou o acesso a casa abrido a porta e ficando do lado de fora, ‘tiraríamos a vida da menina’, tudo por que a menor não queria mais se envolver com o R.C.O., inclusive tudo foi armado para que o crime fosse caracterizado como passional, com isso, evitando que fossemos penalizados pela justiça.
O menor D.S.S., contou a autoridade policial que os três foram até a casa da menor, e ao chegarem lá, o atual namorado abriu a porta, ficando juntamente com o ex-namorado conversando do lado de fora da casa para distraindo o namorado e evitando aglomeração, eu e o Francisco Lucas, fomos para dentro da casa, foi daí que Francisco se armou com a faca e pediu para que eu a segurasse, depois que eu a imobilizei, ele mesmo com o braço engessado passou a esfaqueá-la em todas as regiões de seu corpo, “foi uma cena diabólica, a menina lutou muito em defesa de sua vida, mas, em função de nossa força, ela ficou toda perfurada e coberta de sangue, ela gritava por socorro ao namorado, sem ter nenhuma atenção, foram momentos de muito sofrimento, segundo o adolescente as cenas não saem da sua cabeça”.
Ao final, Francisco Lucas já havia deixado a menor sem condições de sobrevivência, sem esboçar nenhum sentimento de culpa ou arrependimento, tudo com a conivência do ex-namorado que foi o mentor intelectual do crime e do atual namorado que facilitou nossa entrada, e ficaram na porta da casa conversando, mesmo escutando os gritos de dor e de socorro pelo sofrimento da menina, inclusive, após nossa saída do local, o namorado não prestou nenhum socorro, ficando observando apenas a menor dando seus últimos suspiros de vida.
Delegado Valério Oliveira da Costa Alvarenga

Segundo o delegado Alvarenga, pela sua experiência obtida ao longo do tempo de serviço, o autor do crime juntamente com os menores tentaram fazer uma armação para tirar a vida da menor e saírem impunes, alegando que o crime teria sido passional, motivado por ciúmes da adolescente, mas, a força da justiça venceu esta batalha e todos foram capturados e vão responder pelo crime o maior de assassinato e os dois menores de cumplicidade e participação ativa, já o atual namorado de 14 anos C.E.L., vai responde por omissão de socorro e estupro de vulnerável.
Para o comandante da PM de Novo Repartimento Capitão Juniel, a integração das policias militar e civil com a população, foi de vital importância para termos obtido o êxito necessário contra a impunidade, tivemos todo o apoio para colocar no banco dos réus a escória que tiraram a vida de uma criança, e estaremos sempre unidos para coibir ações desta natureza.
A movimentação no entorno da Delegacia foi intensa, a população fez uma grande homenagem a adolescente durante o cortejo de seu féretro até o cemitério, a cidade literalmente parou para o enterro da menor.
A população em diversos momentos demostrava a intenção de invadir a delegacia e fazer justiça com as próprias mãos, preocupados com esta intenção a PM e o delegado Alvarenga, solicitou a justiça à transferência do assassino da menor Francisco Lucas Cavalheiro para a Casa de Detenção de Tucuruí e os três menores foram levados para o Centro de Recuperação de Menores Infratores na cidade de Marabá.
As Policias Militar e Civil de Novo Repartimento, estão de parabéns pela excelente atuação na elucidação da morte barbada da menor em 72 h, dando uma resposta aos meliantes que pensavam que na cidade os crimes ficariam impunes, com isso, dando um alerta que se alguém tiver pensamentos de cometer crimes contra as leis, a resposta dos órgãos de segurança do estado será imediata e a tolerância e zero.
Quartel do Comando da Polícia Militar em Novo Repartimento

8 comentários:

  1. AS POLICIAS DE N.REPARTIMENTO,ESTÃO DE PARABÉNS,POR SEU TRABALHO RÁPIDO E EFICIENTA,NA CAPITURAS DESSES ASSASSINOS,DA ADOLECENTE.

    ResponderExcluir
  2. ESSES VERMES,SÃO PRAGAS NOCIVAS A SOCIEDADE,É PORISSO QUE 98%,DA SOCIEDADE,PEDI QUE ESSA MENORIDA DE SEJA PRA 10 ANOS,ISSO JA ERA PRA TERSIDO OMTEM, MAIS PARA OS DEMAGOGOS,ISSO É BRICADEIA DE CRIANÇAS FASER O QUE SE ALEI PROTEGE,E AI COMO FICA A FAMILI A QUE PERDEU A MOÇA,EM,TEMOS QUE TER UM NOVO CODICO PENAL,PRA TIRAR TODOS OS PREVILEGIO DESSES AMALDISO ADOS,SEREM FUZILADOS OU PRISÃO PERPETUA,OK.

    ResponderExcluir
  3. Tarcila Paloma...17 de maio de 2013 17:49

    policiais estao de parabens...mais ficar presos nao e o suficiente pessoas tao ruim assim tem q passarem pelo mesmo sofrimento q ela...ficamos muito tristes;uma criança q teve todos os seus sonhos imterrompidos;por piscicopatas q nao tiveram escrupulo algum ao tirar a vida dela...esperamos que a justiça seja realmente feita...

    ResponderExcluir
  4. Parabéns ah polícia pelas prisões.
    só esperamos que a justiça sera sevéra com esses meliantes de alta periculosidade!!!
    No minimo duas penas máxima pra cada um desses vagabundos...

    ResponderExcluir
  5. PARABÉM A POLÍCIA PELA COMPETENCIA AGORA ESPERAMOS QUE A JUSTIÇA VALORIZE O ESFORÇO DA POLICIA E MANTENHA OS CULPADOS NA CADEIA

    ResponderExcluir
  6. HORRÍVEL E MONSTRUOSO!

    ResponderExcluir
  7. Esses MONSTROS não merecem serem chamados de garotos, pois garotos não fazem isso, quem comete coisas assim são monstros, fascínoras, covardes. Pelo que sei a garota foi encontrada totalmente nua e com sinais de estupro. Essa estória que eles contaram não cola. O que eu acho é que eles devem ter resolvido estuprar ela, os quatro, ela deve ter se oposto, resistido, ameaçado contar tudo, e eles então, drogados e irados de ódio, com medo de serem descobertos, resolveram então matar ela para não serem denunciados. COVARDES!!!!!!!!!! Estupradores!!!!!!!!!!!!!!!! Não merecem o ar que respiram e devem pagar com aquilo que tiraram de sua vítima.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns aos policiais que conseguiram prender esses monstros.Que o Dr.Valério continue firme prendendo esses covardes.

    ResponderExcluir