Pesquise as matérias do JT:

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Ancleuton Holanda Dias "cabeça" da fraude milionária do Sudbook do Maranhão foi preso pela PM em Breu Branco no Pará - Crimes vão desde fraudes na internet até venda de resultados eleitorais para políticos do sudeste do Pará


 Ancleuton Holanda Dias e Anderson Silva Miranda 




Sede da empresa Sudbook no Maranhão

Crimes vão desde fraudes na internet até venda de resultados eleitorais para políticos do sudeste do Pará

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

A equipe de inteligência coordenada pelo Major Marcus Vinícius da IV Companhia de Policiamento Regional da Polícia Militar do Pará, comandada pelo Coronel Barata, sediada na cidade de Tucuruí, sudeste do Pará, cumpriu na tarde desta sexta-feira (27), no município de Breu Branco, os mandados de prisões expedidos pelo juiz José Gonçalo de Sousa Filho, da 1ª Vara Criminal da Capital São Luís, dos sócios proprietários da empresa de relacionamento Sudbook – Serviços On line do Brasil Ltda. – EPP, Ancleuton Holanda Dias, 28 anos, conhecido pelo codinome de “Feinho”, natural da cidade de Imperatriz, no estado do Maranhão e Anderson Silva Miranda.

Os pedidos de prisões temporárias foram feitos após conclusão do inquérito policial que investigou o golpe aplicado em São Luís e em outros estados pelos três sócios da empresa. Na decisão do Poder Judiciário constam outras medidas cautelares de caráter sigiloso.

De acordo com os trabalhos da polícia judiciária, o principal autor do crime foi identificado como Ancleuton Holanda Dias, 28 anos, conhecido por “Feinho”, natural de Imperatriz. Os mandados de prisão também foram expedidos para mais dois integrantes da quadrilha Anderson Silva Miranda e Luís Antônio Paixão.

O delegado Paulo Aguiar, titular da Delegacia de Defraudações, disse que o crime chega a mais de R$ 20 milhões. No levantamento inicial, os autores conseguiram arrecadar, com investidores de São Luís e outros estados, cerca de R$ 20 milhões e fugiram da cidade.

Paulo Aguiar relatou que as investigações tiveram início logo que começaram a aparecer às denúncias de que eles haviam fugido depois de darem o golpe em pessoas que haviam investido no negócio.

A descoberta do golpe - O golpe foi detectado no último dia 9 de janeiro, depois que um grupo de investidores invadiu a sede do Sudbook em São Luís/MA e constatou que o imóvel estava vazio. Desde então, eles não conseguiram mais contato com os responsáveis pelo negócio.

Modos operantes - O grupo promovia palestras, as quais eles denominavam de “confraternizações”, em que convenciam as pessoas, intituladas “investidores”, a entregar valores que variavam de R$ 3 mil a R$ 210 mil, com a promessa de que esse dinheiro seria investido na Bolsa de Valores e que gerariam lucros significativos aos aplicadores.

Os investigados ofereciam às pessoas físicas parte de ações de uma empresa denominada Sudbook Serviços On Line do Brasil Ltda. – EPP. A princípio, eles se apresentavam aos clientes como uma rede social semelhante ao mundialmente conhecido Facebook.

Breu Branco - Antes da legalização da empresa, ocorrida em 13 de novembro de 2013, os indiciados usavam a Empresa Ancleuton Holanda Dias – ME portadora do CNPJ 11.603.814/0001-37, fundada em 2009, com o nome de fantasia AM Software, localizada na Travessa Flavia Vieira, nº 5 , bairro Liberdade, no município de Breu Branco, sudeste do Pará.

As investigações detectaram que, em nome desta empresa AM Software, diversos cheques sem fundos foram distribuídos às vítimas, como forma de pagamentos aos supostos investimentos feitos pela Sudbook.

A prisão – Através de um trabalho minucioso que já se estendia há vários dias, coordenado pela equipe de inteligência da Polícia Militar do Pará através do CPR IV, e que teve o monitoramento direto do Major PM Marcus Vinicius, que diuturnamente estavam em vigilância aos nacionais Ancleuton Holanda Dias e Anderson Silva Miranda, que estavam vivendo em uma residência alugada na Avenida Slong, no centro da cidade de Breu Branco.

A casa caíu - Foi questão de tempo, para que a PM colocasse as mãos nos foragidos de justiça do estado do Maranhão. Primeiramente os militares da inteligência da PM deixaram o estelionatário bem a vontade para prosseguir com seus contatos, e sua cadeia de “esquemas” fraudulentos, que eram ofertados por eles, desde fraudes pela internet (racker), até a venda de resultados de eleições, que segundo os acusados eram feitos através de invasão do sistema de apuração da justiça eleitoral e a alteração dos votos dos candidatos, alterando resultados e dando a vitória aos que contratavam seus serviços, Ancleuton Holanda, conhecido pelo codinome de “Feinho”, fez diversos contatos com muitas pessoas de Tucuruí, Breu Branco, Goianésia do Pará, Novo Repartimento e Jacundá, tentando de todas as formas ampliar sua rede social de fraudes, a Sudbook, arregimentando grandes empresários e políticos para entrarem na rede com grandes quantias em dinheiro, inclusive, muitas pessoas da região sudeste do Pará, caíram no golpe de “Feinho”, que estava vivendo tranquilamente como foragido da lei e com uma vida luxuosa,.

Nestes contatos Ancleuton Dias também fazia os contatos da venda de resultados eleitorais, dando como garantia os prefeitos da região, que segundo sua afirmativa, foram beneficiados e eleitos através do esquema por ele comandado.

Racker – O nacional Ancleuton Holanda Dias, 28 anos, conhecido por “Feinho”, natural de Imperatriz/MA, foi preso juntamente com seu comparsa Anderson Silva Miranda, pela PM, as 15 h desta sexta-feira (27), na residência onde morava em Breu Branco/PA, em cumprimento ao mandato de prisão da Comarca de São Luís do Maranhão, com ele foi apreendido: uma pistola municiada com 19 projéteis, 10 aparelhos de notebooks, 2 aparelhos de celular, a quantia em espécie de R$ 10.250,00, 2 veículos automotivos e um computador completo de ponta, que segundo Ancleuton Holanda Dias, era utilizado para realizar ações delituosas de captura de senhas e compras pela internet, através de fraudes eletrônicas.

Fraude Eleitoral - Em suas primeiras declarações, Ancleuton Holanda Dias, afirmou que já teria prestado inúmeras ações como hacker em Tucuruí e região, inclusive, ele teria invadido o sistema de informática da justiça eleitoral nas eleições de 2012, e manipulado os resultados das eleições dos municípios de Tucuruí, Breu Branco, Novo Repartimento e Goianésia do Pará, por valores que variaram de R$ 150 mil até R$ 2 milhões, para cada candidato eleito através da suposta fraude eleitoral, Ancleuton Dias, foi incisivo em afirmar que já estava se preparando para repetir o golpe nas eleições deste ano, e que muitos clientes que seriam confirmados como candidatos já estavam em sua agenda para contato e contrato.

Ancleuton Holanda Dias, disse ainda, que vários prefeitos eleitos que foram beneficiados, pelo que ele afirma ser um “esquema fraudulento eleitoral”, nos municípios de sua atuação na região sudeste do Pará, não cumpriram na integridade com os repasses dos valores combinados dos serviços realizados na suposta “fraude eleitoral”, por isso, não estava mais negociando com estes políticos para as eleições de 2014.

A Polícia Militar do Pará apresentou após o cumprimento de mandado judicial ao delegado de Polícia Civil Carlos Paisane, os nacionais Ancleuton Holanda Dias e Anderson Silva Miranda, juntamente com o material apreendido, para que fossem tomadas as providências legais, que após as oitivas, os foragidos de justiça do estado do Maranhão deverão ser recambiados a capital São Luís.


20 comentários:

  1. as eleições de 2012 nos que estávamos trabalhando na campanha do ex.prefeito de Tucuruí Claudio Furman tinha tínhamos convicções que a eleição para prefeito o nosso candidato seria eleito e alguns vereadores também porque o povo queria novos vereadores não esses quer estão ai manipulados, agora será que a Policia Federal vai investigar o caso ou vai abafar?

    ResponderExcluir
  2. Bom dia e O outro sócio? Antonio de Paulo Araújo Dias
    Ele também está aqui em Breu Branco.
    Em uma chácara na estrada das crioulas.

    ResponderExcluir
  3. Se essas afirmações forem confirmadas pelo setor de inteligencia da policia do Estado, e se confirmadas, certamente haverá muitas mudanças nas camaras e prefeituras municipais.

    ResponderExcluir
  4. Como a justiça é cega vai dizer que isso não é prova cabal para a impugnação do reino de avelã, mas com relação a diferença eleitoral no reino de avelã somente a justiça eleitoral achou os resultados compatível dentro do espectro lido por analfabetos espectografados.

    ResponderExcluir
  5. esse baixinho ladrao ja me deu um tombo de 2800.00

    ResponderExcluir
  6. A Casa caíu.
    E agora será que que o caso vai ser mesmo investigado?
    Quatro prefeitos podem ter ganho a eleição de forma ilegal.
    A sociedade precisa de respostas.

    ResponderExcluir
  7. Olha sempre falei aos meus amigos sobre as eleições de 2012, pois nós estávamos em campanha com ex-prefeito Claudio Furman a onde nós antamos vemos que o eleitorado em Tucuruí tinha os seus candidatos a prefeito e vereadores e posso afirma a vocês que nós poderíamos perde a eleições para o Partido do PT mais a reeleição para o então prefeito viajante não ele seria derrotado nós votos e seria eleitos vereadores que o povo realmente queriam so que não foi isso que aconteceu foi eleito quem as Urnas manipuladas quis tanto e verdade que o maior bairro de Tucuruí com o maior números de pessoas com direito a votos o bairro do Getatt . a onde o povo não queria a reeleição do homem da mala preta o sancler foi o mais votado da historia com as Urnas manipuladas essa é a verdade

    ResponderExcluir
  8. Amigo Wellington Hugles Posta os nossos comentários sobre manipulado os resultados das eleições dos municípios de 2012 em Tucuruí

    ResponderExcluir
  9. E agora como é que fica os prefeitos eleitos através desses meios fraudulentos,a justiça tem que apurar,principalmente o ministério público.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sera que eles vão investigar

      Excluir
  10. ele fala tucurui ai que vai acontecer a declaração deste camarada que vao fazer com estas informações que a eleições de tucurui de 2012 foi fraudada ai o prefeito que ira acontecer com este camarada alguém pode mim falarrrrrrrrrrrr kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  11. Esse pilantra tá com essa estratégia de fraude em eleições é para tirar o foco do principal, pensando que com isso consegue amenizar a situação, só que ele é um esperto burro porque isso só fez piorar sua situação. Resumindo: a melhor coisa que ele pode fazer no momento é se suicidar, pois ele deu um tiro no próprio pé.

    ResponderExcluir
  12. Geralmente estes casos de manipulação de votos são investigados pela PF e jamais são expostos para a sociedade, pois a justiça tem medo da repercussão negativa das urnas eletrônicas e dos atos indignação do povo manipulado. (A linguagem de programação das urnas eletrônicas são códigos abertos)

    ResponderExcluir
  13. E quem foi enganado e levado a investir na rede social Sudbook? A justiça vai investigar onde está todo este dinheiro e devolvê-lo a quem de direito?

    ResponderExcluir
  14. Eu, como cidadã honesta, trabalhadora, antiga moradora em Tucuruí, exijo que a justiça investigue e puna os criminosos eleitorais.

    ResponderExcluir
  15. Calma minha gente, o Ancleuton é um fera isso é só um comercial pra ele, ele já conseguiu se alvará de soltura por R$40.000,00 .
    Ele só foi preso porque atrasou pagamento da policia, que um valor R$ 30.000,00 por mês para fazer sua segurança.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  16. Não agiram sozinhos na fraudes do sudbook pois tiveram ajudas de parentes em outros estados, sou um dos que foram prejudicados pela fraude.

    ResponderExcluir
  17. Não quero saber de política. Quero minha grana que esse desgraçado de o Ancleuto roubou.

    ResponderExcluir
  18. Tem + um pilantra que se encontrava em Tucurui e após dar um golpe milionario também fugiu seu nome é Marcelo. Portanto a Policia deveria dar uma prensa a esse delinquente para ver se ele não entrega mais gente da quadrilha.

    ResponderExcluir
  19. ATENÇÃO AOS INTERESSADOS, ESSA DUPLA JA ESTA NO PRESIDIO DE TUCURUÍ. E AGUARDEM O QUE VAI ACONTECER.

    ResponderExcluir