Pesquise as matérias do JT:

domingo, 31 de agosto de 2014

UTI Aérea: PMs são transferidos para Belém









                                               WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

Dos três soldados da PM internados no Hospital Regional de Tucuruí, dois foram transferidos para Belém através de aeronaves, o primeiro foi o soldado Danilo, que se encontra com fratura no fêmur, sendo levado no Helicóptero de Salvamento do Governo do Pará, que pousou em frente ao Hospital Regional de Tucuruí, na Vila Permanente, sudeste do Pará.

O Soldado Danilo, que também estava no veículo Amarok da Polícia Militar, que colidiu de frente com um caminhão carvoeiro na rodovia PA 150, na altura do trevo de entrada de Goianésia do Pará no acesso à Tucuruí, na noite da sexta-feira (29), no qual foi a óbito no local a policial feminina Sargento Merien, que ficou presa nas ferragens.
Sargento Merien faleceu no momento da colisão 
Danilo já se encontra internado no Hospital Saúde da Mulher em Belém, onde passará por uma bateria de exames, e será submetido à intervenção cirúrgica.

Ainda no domingo (31), uma aeronave UTI Aérea, pousou no aeroporto de Tucuruí, para transportar o Soldado Renan que se encontra em estado grave, e necessita de atenção especializada em Hospital da Capital.

O Soldado Renan foi transferido e internado no Hospital Metropolitano do estado, em Ananindeua, área metropolitana de Belém.

Soldado Gederson Araújo Oliveira

Coma - O Soldado Oliveira, que teve seu óbito noticiado na noite do sábado (30), por alguns meios de comunicação, contínua internado no CTI do Pronto Socorro do HRT, seu estado clínico está inalterado, entubado, respira com ajuda de aparelhos, sendo impossível avaliar uma alteração no seu quadro clínico, em função de estar em coma.
O militar estar aguardando uma melhora, para que possa ser realizada também sua transferência, através de UTI Aérea, para uma clínica de tratamento neurológico no estado de São Paulo.

Os familiares do Soldado Gederson Araújo Oliveira, 27 anos, acreditam na sua recuperação, e estão em vigília de orações pedindo a Deus pela manutenção da saúde do militar.

Os comandos do IV CPR e do 13º BPM estão dando total assistência aos militares na garantia da manutenção de suas vidas, realizando uma grande força tarefa, no sentido de viabilizar a transferência e o atendimento especializados em todos os casos que necessitam os militares.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário