Pesquise as matérias do JT:

domingo, 25 de janeiro de 2015

Mistério: Duas mulheres foram assassinadas na Vila do Maracajá, em Novo Repartimento




 Maria Antônia Costa dos Santos, que aparentava possuir a idade entre 30 a 35, natural do estado do Maranhão

Maria do Rosário Conceição do Nascimento, 35 anos, natural do estado do Maranhão

WELLINGTON HUGLES
De Novo Repartimento
Foto: Wellington Hugles

Na madrugada deste sábado (24), o Policiamento Militar do Destacamento Avançado da Vila do Maracajá, município de Novo Repartimento, sudeste do estado, foi acionado para averiguar um duplo assassinato ocorrido na Avenida Luís Inácio da Silva, em um bar conhecido como “Cabaré da Baixinha”, um randevu que funciona como ponto de encontro de casais.

Segundo as informações preliminares, o cabaré teria funcionado até o horário permitido, fechando normalmente. Por volta das 2 h da madrugada do sábado (24), a proprietária conhecida como “Baixinha”, resolveu verificar os motivos do grande silêncio de suas “meninas”, dentro da casa comercial, foi quando se deparou com o corpo de uma de suas assistentes conhecida como Maria Antônia Costa dos Santos, que aparentava possuir a idade entre 30 a 35, natural do estado do Maranhão, estando coberta de perfurações, jogada no chão envolvida em uma possa de sangue, ao lado de um tanquinho de lavar roupa na área reservada dentro do estabelecimento.

A dona do randevu rapidamente acionou a PM, imediatamente a população da vizinhança ao ouvir os gritos de desespero de “Baixinha”, correram para o local, foi quando distante cerca de 30 metros do cabaré, no meio de um matagal, ainda na Avenida Luís Inácio da Silva, foi encontrada com varias perfurações, provavelmente de facas, outra assistente que também trabalhava na noite no “Cabaré da Baixinha”, de nome Maria do Rosário Conceição do Nascimento, 35 anos, natural do estado do Maranhão.

Uma grande movimentação se formou durante toda a madrugada na pacata Vila de Maracajá, muitas foram às especulações da possível causa do duplo assassinato, mas, a Polícia Militar acredita que o duplo homicídio, ocorreu em consequência ao latrocínio que foram vítimas as mulheres, e com certeza, as vítimas conheciam o seu, ou os seus algozes, e para evitar sua identificação às mulheres foram sacrificadas a golpe de faca.

É fato que, o faturamento da noite de trabalho de ambas as mulheres, sumiram com seus pertences, ficando mais do que caracterizado o crime de latrocínio. A primeira mulher foi assassinada ainda dentro do cabaré e a outra foi levada, e morta às margens da avenida principal da Vila de Maracajá, e seu corpo jogado dentro de um matagal.

Até o fechamento desta edição, as investigações não tiveram nenhum avanço, no sentido da elucidação do crime, que culminou com o assassinato das duas mulheres, que trabalhavam para a garantia de seus sustentos, mas tiveram está morte trágica e prematura.

Os corpos de ambas as vítimas foram removidos e encaminhados para o IML de Tucuruí, sendo realizada a necropsia pelos peritos.

O corpo de Maria do Rosário Conceição do Nascimento, foi liberado para os familiares providenciarem o funeral, mas o de Maria Antônia Costa dos Santos, ainda está aguardando a documentação legal, para que possa ser identificado o coro e liberado o féretro para sepultamento.


Segundo a PM todas as medidas estão sendo tomadas em parceria com a Polícia Civil, para elucidar este crime hediondo no menor espaço de tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário