Pesquise as matérias do JT:

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Transcametá: Mototaxista assinado com 4 tiros em Tucuruí



 Ramon Gonçalves de Oliveira, vítima de assassinato na noite do domingo (21), na rodovia Transcametá, em Tucuruí

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

A noite deste domingo (21) foi de grande movimentação pela classe dos mototaxistas da cidade de Tucuruí, região sudeste do Pará, em função ao assassinato do mototaxista Ramon Gonçalves de Oliveira, morador do bairro São Sebastião, tudo ocorreu por volta das 23 h, seu corpo juntamente com a motocicleta de trabalho foram encontrados as margens da rodovia BR 422 (Transacametá), na altura do KM 3.

Após o assassinato ou latrocínio de Ramon Gonçalves de Oliveira, pessoas que passavam pela rodovia observaram o trabalhador jogado ao chão, e acionaram a PM e o 192, que ao chegarem ao local do fato, observaram que Ramon estava morto, segundo os policiais, foram constatados quatro perfurações de balas a queima-roupa, sendo, dois tiros na nuca, um na costa e um no rosto, na altura do globo ocular.

Populares que se aglomeraram no local do crime, identificaram imediatamente a vítima como Ramon Goncalves de Oliveira, segundo informações de pessoas conhecidas que não quiseram ter seus nomes divulgados, afirmou que Ramon vinha sofrendo ameaças de morte já há algum tempo, fato que culminou com um período de ausência de Ramon de Tucuruí, com o seu retorno há pouco mais de 15 dias, ele começou a fazer “bico” à noite como mototaxista.

A Polícia Civil iniciou o trabalho de investigação, e todas as vertentes serão analisadas, mas tudo leva a crer que a morte do mototaxista tenha envolvimento com acerto de contas, por “broncas” do passado, mas não se descarta a hipótese de um provável latrocínio.

A equipe de remoção do IML de Tucuruí foi acionada, juntamente com os peritos do Renato Chaves que fizeram o levantamento de local do crime, as capsulas dos projéteis deflagrados foram encontrados ao lado do corpo da vítima.


Segundo informação da direção da instituição, será realizada a necropsia no corpo de Ramon Gonçalves de Oliveira, e no início da tarde o féretro estará liberado para que seja providenciado o funeral pelos familiares.


Nenhum comentário:

Postar um comentário