Pesquise as matérias do JT:

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Aécio diz em Marabá que tem condições de ganhar



A passagem do presidenciável Aécio Neves (PSDB) por Marabá na segunda-feira (8), por volta das 10:20 h, não teve grande contato com o eleitorado comum. 

É que o ex-governador foi direto do Aeroporto para uma reunião em local fechado, com a presença maciça de prefeitos aliados do candidato a governador Simão Jatene, entre eles o presidente da AMAT Sancler Ferreira (PPS), (prefeito da cidade de Tucuruí), correligionários, cabos eleitorais, outros candidatos e empresários convidados.

O horário e o dia, uma segunda-feira (8), também não colaboraram. Para completar, a caminhada que ele faria pelo centro comercial, na Marabá Pioneira, foi cancelada. No discurso, destaque para a demonstração de confiança do tucano, ao decretar que o PT vai perder e que ele vai alcançar o Planalto.

Mostrando muita confiança, o candidato falou para populares e representantes de outros segmentos sociais, no salão do Rotary Clube, na Nova Marabá, e afirmou com veemência que “o PT perdeu as eleições no plano nacional”, quando se referiu a pesquisas relacionadas à disputa no segundo turno.

Uma aclamação aparentemente ensaiada precedeu a fala de Aécio, anunciado como “futuro presidente do Brasil”. O locutor, que não estava às vistas, iniciou pedindo para todos levantarem a mão direita e disparou, por duas vezes, a frase: “Aécio mora no meu...”. Sentença que era, automaticamente, completada pelos presentes: “Coração!”. Ele estava acompanhado de candidatos a deputado no Pará, a senador e do atual governador Simão Jatene que é candidato a reeleição.

“Ao longo dos últimos anos, tenho podido, no Congresso Nacional, ter uma atuação parceira com o Estado no Pará. Na verdade, Minas Gerais e o Pará são Estados irmãos nas suas potencialidades, sobretudo em razão da questão mineral, mas nos desafios que têm também em razão da vasta extensão territorial dos dois Estados”, disse, sobre o Pará.

O dono dos 15% das intenções de voto, segundo a última pesquisa divulgada pelo Ibope, em parceria com a TV Globo e O Estado de S. Paulo, assegurou que pretende descentralizar a administração pública e que será o presidente dos municípios. Citou ainda os trabalhadores rurais, cujos representantes também estiveram na visita desta segunda (8). “Durante os quatro anos, teremos uma ação de governo que compreende a importância daqueles que trabalham no campo”, arrematou Aécio.


Ao final, já por volta das 13 horas, alegando o adiantado da hora, pois a comitiva ainda iria a Belém, Aécio desistiu da caminhada que seria promovida na Av.Antônio Maia, pelo comércio. Pessoas contratadas com bandeirinhas, chegaram a ocupar a avenida por toda a manhã, aguardando para o compromisso, que não aconteceu. (Esaú Moraes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário