Pesquise as matérias do JT:

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Reintegração de posse de área da Prefeitura causa comoção e revolta









Reintegração de posse de área da Prefeitura invadida por populares atrás do estádio municipal Antônio Dias "Navegantão”


WELLINGTON HUGLES

De Tucuruí

Foto: Wellington Hugles





Desde as primeiras horas desta quinta-feira (11), a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Gamasp e o Grupamento Tático da PM, juntamente com a equipe de demolição da PMT, fizeram cumprir a determinação judicial com a retirada de dezenas de famílias que sonhavam com a conquista de um teto, foram momentos desesperadores quando os barracos eram destruídos pelas máquinas e os seus pertences jogados ao relento.


Passado alguns dias da ocupação de uma área de terra ociosa do patrimônio municipal, localizada atrás do estádio municipal de Tucuruí “Navegantão”, o prefeito Sancler Ferreira impetrou mandado de reintegração de posse que foi acatado pela justiça, sendo cumprida desde as 6 h da manhã.

A Prefeitura de Tucuruí deu total suporte para garantir a retirada das dezenas de famílias que ocuparam a área, realizaram a limpeza, e construíram ali suas moradias, mas o sonho chegou ao fim vendo as máquinas da prefeitura derrubando os barros humildes levantados de madeiras onde famílias estavam convivendo com toda a tranquilidade no afeto do lar.


Na verdade muitas famílias reclamam da falta de investimentos e ações do governo municipal que nunca realizou a entrega nestes quase 8 anos de mandato, de nenhum lote de terra, ou mesmo uma moradia digna, mesmo as mais de 7 mil famílias que foram por duas oportunidades, nas vésperas das eleições, “ludibriadas” com cadastros, e a promessa de uma casa popular, mas que nunca foi concretizada.


Após o Carnaval os ocupantes da área da prefeitura, começaram a semana dançando literalmente ao som da machinha de Carnaval: “Daqui eu saiu, daqui Sancler me tira”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário