Pesquise as matérias do JT:

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Hospital de Tucuruí: Servidores suspendem greve até após o Carnaval


WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

Os servidores públicos do Hospital Regional de Tucuruí (HRT) através do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Pará (Sindsaúde) suspenderam na manhã desta sexta-feira (28), a paralisação do funcionamento do Hospital Regional de Tucuruí, após terem recebido informações da direção regional do Sindsaúde de Belém, que após uma reunião provocada pelo sindicato com o Secretário de Saúde Hélio Franco, que esclareceu, “ser humanamente impossível realizar os depósitos dos valores atrasados da GDI dos quase 400 funcionários lotados no HRT, em função aos horários bancários e ao período de feriado do carnaval, comprometendo-se fazer o pagamento dos valores do último trimestre de 2013 até o próximo dia 7”.

Com a orientação da regional do Sindsaúde, uma reunião entre os servidores do HRT aconteceu na manhã desta sexta-feira, que também avaliaram que a greve neste período carnavalesco poderia colocar em risco muitas vidas, haja vista, os excessos que ocorrem neste período, e sendo o HRT o único que atende a saúde dos quase 500 mil habitantes da região, sendo aprovado pelos servidores, mais esta oportunidade, e o último voto de confiança a Sespa, mas definiram uma Assembleia Geral que ocorrerá as 17 h do próximo dia 7, no auditório do HRT, para tratar os avanços do movimento, e confirmar o que ficou palavreado pelo secretário Hélio Franco dos pagamentos da GDI atrasadas.

Segundo Paulo Gonçalves do Sindsaúde, “nossa decisão foi motivada por entendermos das dificuldades da população por uma saúde digna e de qualidade, e pensamos no bem estar da população, que neste período de final de semana unido com o feriado do carnaval, poderá correr o risco de terem complicações no atendimento, e os profissionais que atuam no HRT são sensíveis à garantia e a manutenção da vida, por isso, resolveram suspender temporariamente a greve, mas, já ficou agendada uma Assembleia Geral que vai acontecer no próximo dia 7 de março, onde serão tratadas as demais demandas que surgiram durante a mobilização, inclusive, cobrar do estado, o que foi anunciado pelo Diretor do HRT Lourival Filho, que mensalmente foi conseguida uma verba extra de R$ 100 mil mensais para a manutenção do Pronto Socorro do HRT, totalizando nos últimos 20 meses R$ 2 milhões, que foi aprovado pela Comissão Intergestores Bipartite – CIB, que tem como o representante dos Secretários de Saúde de todo o estado, o atual Secretário de Saúde de Tucuruí Charles Tocantins, que conseguiu a aprovação no CIB do valor de R$ 100 mil mensais, mas que nunca estes valores nos últimos 20 meses foram investidos para este fim”, denunciam os servidores.


Nenhum comentário:

Postar um comentário