Pesquise as matérias do JT:

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Polícia Militar estourou fábrica de armas em Tucuruí

Foram apreendidos uma vasta quantidade de material entre eles 60 canos de espingardas, 9 coronhas e 48 munições de calibres 12, 20 e 32.

 Equipamentos de fabricação de armamentos  funcionando a todo vapor
 Capitão Jonildo e Soldado Artur comandaram a missão
O nacional Damião Jesus da Silva suspeito de comandar a fábrica
WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

O Comando da 15ª Zona de Policiamento de Tucuruí através do seu comandante Capitão Jonildo e do Soldado Artur, com o apoio da equipe de Policiamento Velado, estouraram na manhã desta segunda-feira (3), uma fábrica clandestina de confecção de armamentos, que funcionava no bairro Jardim Colorado, em Tucuruí, sudeste paraense, no local foi apreendido vastos equipamentos de fabricação de espingardas e rifles.

No momento da revista na residência, também foram encontradas espingardas e munições, o nacional Damião Jesus da Silva foi preso suspeito de comandar a fabricação clandestina.

A PM após investigação intensificada há vários dias pela sua equipe de policiamento Velado, esteve na manhã desta segunda-feira na Travessa Goiânia em um beco no bairro Jardim Colorado, e deparou-se com uma fábrica clandestina de armamentos, com uma vasta quantidade de equipamentos, funcionando a todo vapor, no momento da investida da equipe comandada pelo Capitão Jonildo e o Soldado Artur, foi preso em fragrante o nacional Damião Jesus da Silva, no local foi recolhido 60 canos de espingardas, 9 coronhas e 48 munições de calibres 12, 20 e 32.


O meliante foi apresentado na Seccional de Tucuruí perante a autoridade policial que tombou inquérito policial, o responsável pela fábrica já esta a disposição da Justiça para sua transferência a Casa Penal de Tucuruí, onde cumprirá pelo crime cometido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário