Pesquise as matérias do JT:

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Desempregado encontra solução dos problemas em suicídio



WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

À tarde desta quinta-feira (20), foi de bastante movimentação para os moradores da Rua Betânia, bairro Beira Rio, em Tucuruí, sudeste do estado. O desempregado Genaldo Rodrigues Cunha, 48 anos, cometeu suicídio, em função a situação que se encontrava, desempregado há meses, e sem nenhuma expectativa de melhoria em sua vida e para garantir o seu sustento e de seus familiares.

Segundo os familiares, Genaldo Cunha, atravessava problemas de depressão, em função a situação econômica que vivia, sem poder garantir o seu sustento e de seus familiares.

Genaldo Cunha morava sozinho, e tentou dar cabo de sua vida, primeiro perfurando por diversas vezes com uma faca de mesa seu tórax, mas como não obteve êxito, no momento de desespero, conseguiu amarrar uma corda de rede na cumeeira da casa, fazendo uma forca, em seguida pulou da mesa tendo morte instantânea.

Os vizinhos preocupados por não observarem movimento na casa de Genaldo acionaram a PM, que decidiu arrombar a residência, deparando-se com a triste cena, de um pai de família, em desespero, ter tirado sua própria vida.

Segundo os policiais militares, Genaldo já estava morto há algumas horas, pois seu corpo já estava exaurindo mau cheiro.

Logo após a PM acionou a equipe do IML de Mucuri, que realizaram a remoção do cadáver. Logo após o corpo de Genaldo Cunha passou por necropsia, através dos peritos do Renato Chaves.


O féretro foi liberado no início da noite desta quinta-feira (20) aos familiares, que após o velório, farão o sepultamento de Genaldo Cunha, na manhã desta sexta-feira (21), em cemitério público da cidade.

3 comentários:

  1. Parabéns prefeito Sancler...isso é fruto de sua administração.

    ResponderExcluir
  2. e por essa situação que muitos pais de familia em Tucurui estão passando, a falta de emprego em nossa cidade enqto uns ostentam o dinheiro publico o povo vive de migalhas por uma administração que nao ajuda os populares da cidade, muitos correm para trabalhar pra fora da cidade a unica alternativa pq se ficar por ai falta passa fome.. Deus ajude a alma deste homem e a de todos nos.

    ResponderExcluir
  3. Esses dias eu pensei em me matar de tanta raiva desse prefeito mas tomei uma decisão na minha vida...vou trabalhar em 2016 para tirar essa familia da nossa cidade. Quero ter a honra de ir na frente da casa dele depois da apuração dos votos e gritar Fora Sancler!

    ResponderExcluir