Pesquise as matérias do JT:

quinta-feira, 24 de março de 2016

BR 422: Motorista da Coca-Cola é morto em assalto





Assalto na estrada de Novo Repartimento acaba com uma morte


WELLINGTON HUGLES

De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles/Arquivo pessoal da Família

Por volta das 22:30 h desta quarta-feira (23), na rodovia BR 422, no trecho entre Tucuruí e Novo Repartimento, o caminhão de entrega da empresa Coca-Cola, foi surpreendido por elementos que dispararam diversos tiros no momento da abordagem dos meliantes contra o veículo, houve troca de tiros com um dos membros da escolta do caminhão que estava na boleia, com isso, os meliantes evadiram-se do local, infelizmente o motorista do caminhão da empresa Coca-Cola Paulo Anderson Amaral Rodrigues, 29 anos, foi baleado e morreu ainda na direção do caminhão.


A Polícia Militar foi acionada e se deslocou ao local do crime, juntamente com a equipe do IML de Tucuruí que realizou a remoção do corpo de Paulo Anderson, infelizmente os familiares não têm previsão do horário de liberação do féretro pelo IML para o velório, em função a ausência de médico perito no instituto.


Os seus colegas de trabalho no momento do ocorrido ainda conseguiram fugir, juntamente com o segurança, e nada sofreram, mas Paulo foi cruelmente assassinado, os meliantes não chegaram a levaram nenhum valor em dinheiro do caminhão da Coca-Cola.


Retorno de ocorrências - Este é o segundo caso registrado neste trecho da rodovia BR 422, na noite da última segunda-feira (21), uma van da empresa Eletronorte que estava em trânsito entre Novo Repartimento e Tucuruí, também foi surpreendida por meliantes, que pensavam ser um micro-ônibus de linha, e realizaram diversos disparos de revólver contra o veículo, o motorista conseguiu se desvencilhar das balas, e fugiu do local, mais foi baleado na altura da omoplata no lado esquerdo do peito, sendo atendido no Pronto Socorro do Hospital Regional de Tucuruí, passando por procedimentos cirúrgicos.


Os passageiros, motoristas de caminhões e de ônibus de transporte coletivos, denunciam estas ações destes meliantes, pedindo que medidas emergenciais devam ser tomadas pelas autoridades, para acabar com estes desmandos e evitar o retorno das ondas de assaltos que assolaram está região no passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário