Pesquise as matérias do JT:

domingo, 10 de maio de 2015

Mistério: Bebê morre com suspeita de abuso de vulnerável

Unidade de Pronto Atendimento (UPA), localizada no bairro da Santa Mônica, em Tucuruí, onde o bebê foi socorrido

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

Por volta das 13 h deste domingo (10), um homem ainda não identificado adentrou a emergência da Unidade de Pronto Atendimento de Tucuruí (UPA), localizada no bairro da Santa Mônica, em Tucuruí, sudeste do estado, com um bebê do sexo masculino, de apenas 1 ano e 6 meses de nascido, no colo, acusando que houve negligência médica, e aplicação de medicamentos indevidos na criança, no dia anterior ao seu atendimento.

A equipe de enfermeiros e médicos rapidamente atendeu ao bebê, sendo observado que a criança já estava em óbito, o desespero foi generalizado, e ao retirarem as roupas da criança, foi observado superficialmente que havia vestígios de possível abuso sexual.

Logo após os pais da criança José Luís Furtado Baia e Elisama dos Santos Rodrigues, moradores da Rua Filadélfia, no bairro Beira Rio, em Tucuruí, chegaram a UPA, onde o desespero tomou conta dos pais, graças à ação rápida, a equipe médica acionou a Polícia Militar, que se deslocou ao local, e em função a morte do bebê, levou tanto os familiais, como o vizinho que prestou socorro a criança a presença da autoridade policial na Seccional de Tucuruí, onde foram tomados os primeiros depoimentos para a elucidação da morte do bebê.

O delegado da seccional de Tucuruí, Eduardo Paisani, solicitou a remoção do corpo do bebê para IML de Tucuruí, onde passará por exames especializados, para identificar se houve abuso do vulnerável, e a partir do resultado, tomará as providências legais.

Segundo informações, no sábado (9), a criança foi levada a UPA com um quadro de saúde bastante debilitado, sendo atendida e medicada, e logo depois liberada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário