Pesquise as matérias do JT:

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Esclarecimento: PELO BEM E PELA TRANSPARÊNCIA DOS FATOS, RESOLVEMOS AGUARDAR ESCLARECIMENTOS, COM REFERÊNCIA À PARTICIPAÇÃO DE RAFAEL SOUZA NESTA TRAMA QUE CULMINOU COM O ASSASSINATO DE CÉLIO SANTOS, HAJA VISTA, A INFORMAÇÃO RECENTE PRESTADA POR ELE, QUE NÃO ESTAVA NO CARRO NO MOMENTO DA PERSEGUIÇÃO


Rafael Souza se declara inocente em depoimento a autoridade policial, e afirma não ter qualquer envolvimento com o latrocínio que culminou com o assassinato de Célio Santos. 




PELO BEM E PELA TRANSPARÊNCIA DOS FATOS, RESOLVEMOS AGUARDAR ESCLARECIMENTOS, COM REFERÊNCIA À PARTICIPAÇÃO DE RAFAEL NESTA TRAMA QUE CULMINOU COM O ASSASSINATO DE CÉLIO SANTOS, HAJA VISTA, A INFORMAÇÃO RECENTE PRESTADA POR ELE, QUE NÃO ESTAVA NO CARRO NO MOMENTO DA PERSEGUIÇÃO. 


Acompanhe seu desabafo!!!!

Como noticiamos com destaque a morte e logo após a detenção dos suspeitos do latrocínio ocorrido em Altamira na tarde do sábado (23), passamos a noticiar as declarações de um dos jovens que foi detido e após depoimento foi liberado por não ter envolvimento com a morte de Célio Santos.

Rafael Souza se declara inocente em depoimento a autoridade policial, afirmando a autoridade policial, que "estava na hora errada, na companhia da pessoa errada". 
Segundo Rafael, ele estava em sua residência, quando o seu amigo que estudava junto com ele, chegou e o convidou para dar um passeio na noite do domingo (24), ambos foram até o posto abastecer o veículo fruto do latrocínio, e logo após houve a identificação do veículo pela PM e começou a perseguição, que culminou com a detenção dos dois jovens para esclarecimentos, “durante esta perseguição, eu Rafael, nada sabia o que estava ocorrendo”.

Rafael Souza, afirmou que caiu nesta história de "laranja", pois, todos que o conhecem, sabem que ele e um adolescente de boa índole, inclusive evangélico.

"Sei que errei de estar em companhia de uma pessoa suspeita por um crime, mais estava, e estou inocente nisso, infelizmente assim como eu, ninguém acreditava que ele poderia estar envolvido com uma situação destas, jamais soube do ocorrido, antes de chegar à delegacia, nesta noite sai com ele, assim como saio com diversos outros amigos e conhecidos, sem maldade ou preocupação, haja vista, ter consciência que ele e uma pessoa de boa família da cidade".

É fato, que esta história, marcou negativamente minha vida, mas tenho a minha consciência tranquila, que nada devo as leis dos homens e principalmente as Leis de Deus, peço apenas que meus amigos, familiares e a sociedade tucuruiense, entenda minha situação e não me crucifiquem ou me condenem como ocorreu nas redes sociais, sem antes saberem a verdade.



O jovem Rafael emocionando pediu a proteção a Deus e a consideração de todos, afirmando que jamais faria algo que viesse contra as leis de Deus.

2 comentários:

  1. Não vejo nenhum esclarecimento convincente aí. Rafael, vc precisa ter mais argumentos, que lhe tirem desta cena, haja vista, vc dizer ser inocente.

    ResponderExcluir
  2. O fato de vc ser Evangélico, lhe isenta de qualquer erro?
    Porque, meu querido, o que a gente vê de "Evangélicos" fazendo merda por aí, se escondendo atrás de Bíblias!
    Vc prega o evangelho? Porque, pra mim, é Evangélico quem prega o evangelho.

    ResponderExcluir