Pesquise as matérias do JT:

segunda-feira, 23 de março de 2015

Polícia cumpre mandado judicial e prende o ex-prefeito de Breu Branco Egon Kolling “Alemão”

Egon Kolling “Alemão”

WELLINGTON HUGLES
De Breu Branco
Foto: Wellington Hugles

Após uma exaustiva procura ao ex-prefeito de Breu Branco Egon Kolling, conhecido popularmente como “Alemão”, a Polícia Civil de Breu Branco cumpriu na manhã desta segunda-feira (23), o mandado judicial exaurido pelo juiz da Comarca de Breu Branco o magistrado José Jonas Lacerda de Sousa, que acatou a denúncia formulada pelo Ministério Público do Estado e decretou a prisão de Egon Kolling.

Muitos processos estão em andamento na comarca de improbidade administrativa, efetuados durante a gestão de “Alemão”, mas em função há época, Egon Kolling estava prefeito, gozava o fórum privilegiado, os processos estavam no Tribunal de Justiça do Estado, mas após seu retorno como cidadão comum, os processos retornaram para a comarca, e dentro os muitos processos o MP constatou que Egon Kolling (teria comprovadamente se apropriado indevidamente do valor de R$ 2 milhões nas vésperas de sua saída, dos cofres públicos do governo municipal. no Processo Nº: 0000543-64.2013.8.14.0104, em Primeira Instância na Comarca de Breu Branco, distribuído em 25/02/2013 para a Vara Única de Breu Branco, em função denúncia do Ministério Público na acusação de que o ex-prefeito Egon Kolling “Alemão”, descumpriu a determinação judicial exaurida no ano de 2010, por não convocar classificados no Concurso Público 01/2006, realizado pelo gestor anterior.

Para evitar que Egon Kolling evadisse da cidade, sem responder pelos seus atos, a justiça determinou sua prisão, que a priori, deverá ser cumprida em regime semiaberto pelo período de 5 anos e 2 meses.

“Alemão” foi preso após a visita do oficial de justiça a sua chácara, não o encontrando, o ex-prefeito "Alemão", foi até ao Fórum em busca de esclarecimentos da visita do oficial de justiça, sendo comunicada de imediato sua ordem de prisão e apresentado a autoridade policial na Delegacia de Breu Branco, sendo imediatamente transferido para a Seccional de Tucuruí, onde deverá aguardar uma vaga no sistema penitenciário do estado.

A equipe de jornalismo procurou os advogados do réu, que informou que estão recorrendo da decisão judicial. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário