Pesquise as matérias do JT:

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Vereador Lucas Brito traz a tona denúncias de práticas ilícitas que surrupiaram milhões dos cofres da Prefeitura de Tucuruí




Vereador Lucas Brito traz a tona denúncias de práticas ilícitas que surrupiaram milhões dos cofres da Prefeitura de Tucuruí


Na manhã desta quarta-feira (20) o vereador Lucas Brito (PV), usou os microfones de uma rádio local e realizou um desabafo que culminou em grande movimentação na cidade.



Em sua fala, Lucas Brito apresentou documentos comprovando que desde fevereiro de 2017, uma “quadrilha” estava surrupiando os recursos da Prefeitura de Tucuruí, utilizando fraude de documentos. Segundo o vereador “o grupo de falsificadores, aguardava o prefeito Jones William se ausentar da cidade para expedirem cheques e falsificarem a assinatura do prefeito, sacando volumosas quantias em dinheiro nas agências bancárias”.


O vereador afirmou ainda, que a prática de falsificação já foi comprovada no período pós-morte do prefeito Jones William, que “enquanto estávamos velando o corpo do prefeito, a “quadrilha” estavam na surdina, dentro da prefeitura realizando transações financeiras usando a senha bancária (token) do prefeito morto, além de falsificando cheques e a assinatura de Jones William, realizando volumosos saques bancários em nome de empresas do “esquema” fraudulento”.


“Essa prática criminosa não pode ficar impune, pois essas pessoas interessadas em surrupiar os cofres públicos não podem permanecer sem que paguem pelos seus atos criminosos, e com certeza, devem ser investigados, pois tinham interesse direto em permanecer surrupiando de forma criminosa os cofres da prefeitura”, afirmou o vereador.


Após as denúncias na rádio, o grupo ‘Justiça e Paz’ fizeram uma movimentação culminando com o fechamento da BR 422, a manifestação foi comandada pelos adeptos ligados a um parlamentar da Câmara de Tucuruí, que também foi alvo das denúncias de Lucas Brito, pela prática de desvios de recursos da saúde, quando comandava a pasta da Secretaria de Saúde de Tucuruí, inclusive, segundo afirmou o vereador Brito, “diversos depósitos de empresas, foram realizados na conta particular do atual vereador quando no exercício da função de secretário de Saúde, podendo ser facilmente identificados pelas autoridades”.


Logo após a população tomar conhecimento das graves denúncias que com muitas provas possibilitam uma reviravolta no caso referente ao assassinato do prefeito Jones William, ocorrido em julho de 2017, centenas de pessoas se movimentaram pelas ruas da cidade  dando apoio a corajosa atitude do vereador Lucas Brito que levou a público a corrupção que imperava desde o início da gestão de Jones, e que foi comprovada de forma real no momento de seu velório e enterro, inclusive, esses novos fatos devem ser investigados e pessoas que antes não estavam na mira das investigações da polícia e da justiça devem ser inquiridos e investigados a fundo.



A movimentação popular em “Defesa da Verdade” saiu em caminhada pelas ruas da cidade e estão concentrados no posto Petromax na BR 422, onde buscam a verdadeira justiça e a apuração real e imparcial de todos os reais interessados/beneficiados em se locupletarem com os desvios que vinham ocorrendo na gestão da Prefeitura de Tucuruí.

A equipe de jornalismo tentou contato com os denunciados, mais não conseguimos sucesso até o fechamento desta edição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário