Pesquise as matérias do JT:

sábado, 6 de junho de 2015

Romance de idoso acaba em morte: Serviço de inteligência do CPR IV da PM desvenda assassinato de septuagenário


Anaiara Medeiros do Espirito Santo
O travesti vulgo “Matheus”
A casa do idoso foi revirada pelos algozes 

Abdoral Pereira da Silva, 79 anos, mortpo com 9 facadas

WELLINGTON HUGLES
De Tucuruí
Foto: Wellington Hugles

Ocorreu no último dia 31 de maio, uma morte envolvida em muito mistério, o corpo de Abdoral Pereira da Silva, 79 anos, foi encontrado por populares, dentro do banheiro de sua residência, na Rua Califórnia, bairro Sulpan, em Tucuruí, sudeste do estado.

A princípio as investigações se direcionavam a suposta morte natural, mas, após a entrada em campo do grupo de Serviço de Inteligência do IV Comando Regional da Polícia Militar, que após ter acesso ao resultado da perícia científica realizada pelo Instituto Renato Chaves, e do laudo de necropsia do IML, que constatou que o idoso, foi morto com 9 perfurações de objeto perfurante (faca), iniciaram uma operação “pente-fino” na busca de elucidar este bárbaro crime.

Após exaustiva investigação, chegou-se ao nome de três suspeitos do homicídio: Anaiara, Tiago e Matheus. Segundo o levantamento, o idoso Abdoral Silva, aposentado do INSS, mantinha um relacionamento amoroso com Anaiara Medeiros do Espirito Santo, moradora do bairro Jardim Paraíso, em Tucuruí, que mensalmente, quando o aposentado recebia seu benefício, lhe fazia visitas, e mantinha momentos de prazer com o septuagenário.

Anaiara Madeiros, também mantinha um romance com um homem de prenome “Tiago”, que segundo ela, era seu “cafetão” e saía nas baladas com o travesti conhecido como “Matheus”, todos com envolvimento na trama que culminou com o assassinato do idoso.

O crime – Abdoral Silva tinha recebido sua aposentadoria na sexta-feira, 29 de maio, e convidou Anaiara Medeiros para lhe fazer uma visita em sua casa, na noite do sábado (30), Anaiara sabendo que o aposentado estava com dinheiro em mãos, avisou ao seu “cafetão” e ao amigo travesti “Matheus”, que poderiam se dar bem, e “encenar” um assalto ao idoso.

Foi quando, Anaiara foi à casa do idoso, e após uma exaustiva noite de amor, dopou o Abdoral, que dormiu.

Neste momento os seus comparsas estavam a sua espreita, abrindo a porta da casa, mostrando onde o idoso guardava o dinheiro dentro de um baú. Mas por infelicidade do destino, o dinheiro não estava no local de costume.

Revoltados, o cafetão “Tiago” e “Matheus”, decidiram acordar o idoso, que meio “zonzo”, não quis dizer o local onde estava o seu dinheiro, foi então que levaram Abdoral para o banheiro, e segundo o que afirmou o travesti “Matheus”, ele desferiu apenas uma facada no aposentado.

Como Abdoral mesmo ferido não revelou o local onde estava escondido o dinheiro, o cafetão “Tiago”, passou a realizar diversas perfurações no corpo do idoso, totalizando 9 facadas.

Ao perceberem que o idoso estava sem vida, e já estava amanhecendo o dia, reviraram a casa e nada acharam, fugindo do local.

O corpo de Abdoral Silva foi encontrado pelos vizinhos na manhã da segunda-feira (1), que estavam preocupados pela ausência do idoso, que todas as manhãs alegrava a rua, pois era bastante comunicativo com todos.

Anaiara Medeiros do Espirito Santo e o travesti vulgo “Matheus” foram presos e confessaram com detalhes o crime perante a autoridade policial na Seccional de Tucuruí, o terceiro elemento, o cafetão “Tiago”, que já possui em seu rosário de crimes, com dois homicídios registrados em Belém, escapou do cerco policial, mas é questão de tempo para a polícia colocar este suposto assassino atrás das grades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário